Voltar para home page
Exercício físico

5 dicas para não deixar de se exercitar durante a quarentena

Se exercitar na quarentena ajuda a manter a imunidade regulada e também impacta sua saúde mental

Se exercitar na quarentena ajuda a manter a imunidade regulada e também impacta sua saúde mental

Com o surgimento do novo coronavírus, as recomendações são claras: é preciso ficar dentro de casa. A rotina de todo mundo mudou nas últimas semanas e é claro que o corpo vai sentir isso: afinal, ele não está se movimentando normalmente. Além disso, academias foram fechadas e até os exercícios ao ar livre estão mais restritos durante a quarentena. Mas isso não precisa ser um motivo para deixar de se exercitar - até porque essa é uma forma de deixar o seu organismo mais saudável e forte. É possível adaptar sua rotina de exercícios físicos dentro de casa ou no seu prédio. Quer saber como? O Cuidados Mil separou 5 dicas para você!

1) Faça aulas de fit dance

Você sabia que a música pode ser uma grande aliada na hora de praticar exercícios? Por isso, as aulas de fit dance tem ganhado cada vez mais espaço nas academias. Além ajudar na queima de calorias, a atividade fortalece os músculos, diminui o estresse e aumenta a sua disposição. A boa notícia é que mesmo durante o isolamento social é possível praticá-la dentro de casa. No Youtube, por exemplo, existe uma série de vídeos de coreografias que podem te ajudar a evitar o sedentarismo no período de quarentena. Coloque para tocar e aproveite!

2) Pratique yoga com a ajuda de videoaulas

Não dá para negar: a quarentena pode afetar bastante a nossa saúde mental, causando estresse e ansiedade. Para diminuir esses incômodos, uma boa saída é investir em exercícios que cuidem da sua saúde física e mental ao mesmo tempo, como o yoga. A prática ajuda a fortalecer os músculos, aliviar as dores pelo corpo, melhorar a flexibilidade e trazer mais calma. Para praticar em casa, basta criar o seu ritual em lugar tranquilo e seguir os exercícios de acordo com as suas limitações - uma dica é buscar canais do YouTube e academias que estão disponibilizando videoaulas gratuitas na quarentena.

3) Suba as escadas do seu prédio

Se você tem o costume de frequentar academias, certamente já deve ter notado que os simulador de escadas é um dos aparelhos mais utilizados. O exercício ajuda na saúde cardiovascular e cardiorrespiratória e, por isso, é um dos melhores exercícios para colocar em prática durante a quarentena. Se você mora em um prédio, vale usar as escadas de emergência para subir. No entanto, é importante não ultrapassar os seus limites para garantir os melhores resultados com a atividade. Lembre-se também de não entrar com o tênis em casa e higienizar bem as mãos depois do exercício.

4) Aposte em abdominais e outros exercícios localizados

Quer treinar sem sair de casa? Os exercícios localizados são uma boa opção e ajudam a tonificar pernas, braços e abdômen - e podem ser feitos em casa. No caso do abdominal, o ideal é deitar de costas para o chão, colocar as mãos atrás da cabeça e, com os joelhos flexionados, aproximá-los até a cabeça. Três séries com 20 repetições são suficientes para garantir um bom treino abdominal. Você também pode colocar em prática séries que trabalham os músculos dos braços, pernas, glúteos e costas.

5) Faça polichinelos

O polichinelo é um exercício acessível, eficaz e que pode ser feito em espaços bem pequenos. Muito usado em aquecimentos de alguns esportes, o exercício trabalha todos os grupos musculares e melhora a saúde cardiovascular. Por não utilizar nenhum equipamento, a atividade é perfeita para ser realizada dentro de casa. Vale a pena experimentar!

Últimas novidades

Saúde mental na adolescência e juventude: há sempre uma saída!

Saúde

Saúde mental na adolescência e juventude: há sempre uma saída!

A saúde mental na adolescência e juventude é um assunto muito importante e que deve ser falado. Essa é uma fase de mudanças em todos os sentidos, que quase sempre vêm acompanhadas de dúvidas e cobranças.  Qual profissão devo seguir? Como conseguir emprego? Será que devo me casar? Está na hora de ter filhos? Aluguel ou casa própria? Se pudéssemos olhar dentro da mente de um jovem, certamente encontraremos mais perguntas do que respostas.

Psicólogo ou psiquiatra: entenda o papel dos especialistas em saúde mental

Terapias

Psicólogo ou psiquiatra: entenda o papel dos especialistas em saúde mental

Nem todo mundo sabe quais são as diferenças entre psicólogo e psiquiatra, mas cada profissional tem uma função bem específica dentro do campo da saúde mental. Tudo começa, inclusive, pela formação de cada profissional, já que são especializados em áreas diferentes. Em muitos casos, o psicólogo e o psiquiatra trabalham em conjunto e de forma complementar, cada um auxiliando em um aspecto da vida do paciente.

Como é feito o tratamento de canal?

Odontologia

Como é feito o tratamento de canal?

Cuidar da saúde dos dentes é fundamental para manter um sorriso bonito. Consultas regulares ao dentista são super importantes, pois alguns procedimentos de rotina são necessários e somente o especialista poderá avaliar, por exemplo, quando realizar o tratamento de canal.  Só de ouvir o nome, a maioria das pessoas tem receio de realizar esse procedimento. Para esclarecer como é realizado o tratamento de canal, quais são as etapas e quais os cuidados necessários após o procedimento, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo o que você precisa saber sobre esse assunto.

Qual a importância das vacinas para prevenir doenças e garantir a saúde da população?

Saúde

Qual a importância das vacinas para prevenir doenças e garantir a saúde da população?

Com a pandemia do novo coronavírus, as vacinas voltaram a ser a prioridade entre a comunidade científica e a própria população. O que poucos sabem é que as vacinas fazem parte da realidade há séculos e são consideradas umas das principais medidas preventivas contra doenças graves. No Brasil, a vacina surgiu em 1804 para combater a varíola, um quadro contagioso e muito perigoso para a época, mas que já foi erradicado depois de uma campanha de vacinação em massa organizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) por volta de 1970. Ainda assim, muitas pessoas não entendem o processo de desenvolvimento de imunizações e nem a importância de não deixar de se vacinar.

Ver mais