Voltar para home page
Terapias

5 dicas para prevenir uma crise de ansiedade

Algumas práticas podem te ajudar a aliviar os efeitos da ansiedade na sua vida

Algumas práticas podem te ajudar a aliviar os efeitos da ansiedade na sua vida

A ansiedade pode ter muitas definições: sensação de angústia, medo ou aflição vivenciados durante um momento de grande estresse emocional. Para muitas pessoas, é só aquele frio na barriga e as mãos suadas sentidos no primeiro dia de aula ou em uma entrevista de trabalho, para muitas outras, trata-se de um sério problema de saúde. Crises de ansiedade podem atrapalhar os relacionamentos, o trabalho e o bem-estar físico e emocional do indivíduo. Apesar disso, algumas medidas podem ajudar a minimizar seus impactos no cotidiano. Confira algumas dicas que ajudam a prevenir uma crise de ansiedade!

1) Tenha uma rotina de exercícios físicos

Já está mais que comprovado que os exercícios físicos promovem diversos benefícios para a saúde. Além de prevenir doenças como a hipertensão, se exercitar por pelo menos 30 minutos todos os dias diminui a tensão corporal e o estresse e garante uma mente mais focada e relaxada - o que, consequentemente, previne as crises de ansiedade. As práticas também proporcionam uma melhora significativa no humor, decorrente da liberação de hormônios, como a endorfina, responsável pela sensação de prazer.

2) Pratique meditação

A meditação possibilita ao indivíduo relaxar o corpo a partir da concentração em um ponto específico, como a respiração, um som, uma imagem mental ou uma área do corpo. Um estudo publicado na revista científica Clinical Psychology Review revelou que a prática diária de meditação ajuda a controlar o estresse e diminuir a incidência de ansiedade e depressão. E a melhor parte é que isso pode ser feito de casa e online. Atualmente, existem diversos aplicativos especializados no tema, que disponibilizam aulas guiadas com profissionais de forma gratuita. Experimente!

3) Evite o consumo exagerado de café e álcool

Bebidas alcoólicas ou a base de cafeína podem ser verdadeiros vilões para quem tem ansiedade. Cervejas, chás, energéticos e refrigerantes têm substâncias que alteram o funcionamento do corpo e podem agravar os sintomas de uma crise de ansiedade. A aceleração causada pela cafeína pode provocar insônia e inquietação e o álcool pode ter efeito depressivo e de mudança de humor, além de aumentar os sintomas de fadiga e estresse emocional.

4) Invista em boas noites de sono

O sono é o momento em que o corpo relaxa e passa por processos metabólicos importantes para a saúde. Dormir de forma irregular pode causar doenças físicas e mentais, por isso, é importante manter uma rotina de sono, com pelo menos oito horas de sono, permitindo o corpo relaxar e se renovar. Algumas medidas podem ajudar quem tem problemas de insônia, como manter o ambiente bem escuro e com uma temperatura agradável, fazer refeições leves e livres de açúcar e não usar o celular antes de dormir.

5) Exerça a sua criatividade

Não é à toa que a arte é usada cada vez mais pela ciência como método terapêutico não convencional. Começar uma nova atividade artística, como pintura, desenho, bordado e música, ou até mesmo desenvolver um novo talento, pode ajudar a mente a se concentrar em uma tarefa específica e diminuir os níveis de estresse e preocupação, além de ser muito prazeroso, divertido e relaxante.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais