Voltar para home page
Saúde

5 doenças, além da Covid-19, que precisam da sua atenção em 2020

É preciso atenção para evitar surtos de outras doenças graves, como aquelas provocadas pelo Aedes aegypti

É preciso atenção para evitar surtos de outras doenças graves, como aquelas provocadas pelo Aedes aegypti

A pandemia do novo coronavírus impactou a vida das pessoas e sua relação com a própria saúde. Cuidados como o isolamento social, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel e uso de máscara se tornaram a nova rotina para se manter longe da Covid-19. Entretanto, apesar de protegido contra o novo vírus, outras doenças podem ser tão preocupantes quanto e que necessitam de atenção, com uma vantagem: elas podem ser evitadas com os cuidados necessários. Conheça mais sobre 5 delas e entenda o que fazer e como se prevenir.

Redobre o cuidado no verão para se prevenir contra a dengue

A dengue é uma doença muito popular no Brasil, principalmente em estações quentes como o verão. Causada pelo Aedes aegypti, também transmissor de doenças como zika e chikungunya, caracteriza-se geralmente por febre e dor intensa no corpo, além de manchas vermelhas na pele. Apesar de comum (com mais de 150 mil casos por ano entre os brasileiros, 780 mil casos apenas em 2020), a dengue pode ser fatal em sua versão mais grave, a dengue hemorrágica, e necessita de cuidados específicos, como hidratação constante para repor os líquidos. Embora a doença não tenha vacina, existem precauções para evitar a proliferação do Aedes aegypti, como não manter focos de água parada, pois são criadores em potencial do inseto.

Febre amarela: vacina é o método mais seguro de prevenção

A febre amarela também é causada pelo mosquito Aedes aegypti, mas diferentemente da dengue, zika e chikungunya, ela pode ser evitada com a vacinação. Embora a solução seja notavelmente simples, a doença que pode causar dor de cabeça, febre, vômitos, olhos e pele amareladas e em seus casos mais graves até mortes, tem voltado a dar sinais de epidemia em algumas áreas do Brasil. Apenas entre o período de julho de 2019 a janeiro de 2020, foram 327 casos notificados em seres humanos. A vacinação contra a febre amarela é de dose única.

Sarampo volta a ser uma preocupação no Brasil

Uma das epidemias mais preocupantes antes da pandemia do novo coronavírus é a do sarampo, que registrou surto em todas as regiões do Brasil do ano passado para cá. Apenas até junho de 2020, já eram 4.641 casos confirmados da doença. A infecção causa febre, tosse seca e coriza, mas é muito característica por deixar manchas e pintas vermelhas pelo corpo. Em crianças pequenas, principalmente, o sarampo pode matar. A doença é evitada com a vacina Tríplice Viral.

Rubéola e caxumba também são evitadas com a vacina Tríplice Viral

Com o déficit de vacinação da tríplice viral, outras duas doenças podem ser perigosas: a rubéola e a caxumba. A rubéola, erradicada apenas em 2015 no Brasil, é uma doença muito semelhante ao sarampo, chegando a ser chamada de “sarampo alemão”. Porém, a erradicação da doença se mostra em risco se não há a vacinação. A caxumba, que apresenta inchaço nas glândulas na região do pescoço, febre, dor e falta de apetite, é outra doença séria que pode causar sérios incômodos. A imunização com a Tríplice Viral e o calendário de vacinação devem ser cumpridos à risca.

Últimas novidades

Dia mundial da AIDS: veja como cientistas estão trilhando o caminho da cura

Saúde

Dia mundial da AIDS: veja como cientistas estão trilhando o caminho da cura

Foi em 1982 que ocorreu o primeiro registro de AIDS no Brasil. Na época, pouquíssimo se sabia sobre a doença - e a falta de informações levou a entendimentos equivocados sobre o contágio e os riscos envolvidos no diagnóstico. Com o passar dos anos, a transmissão alcançou seu pico e o falecimento de ídolos nacionais e mundiais, como Freddy Mercury e Cazuza, chamou a atenção de todos. Como resultado, a ciência investiu esforços para entender como funciona essa doença e qual o caminho para a cura.

Psoríase: o que é, quais são as causas e como amenizar os efeitos do problema

Saúde

Psoríase: o que é, quais são as causas e como amenizar os efeitos do problema

A psoríase é uma doença considerada crônica que consiste na inflamação da pele, e ela é mais comum do que se pensa. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a estimativa é de que 1 a 3% da população mundial apresente a doença, sendo mais de 5 milhões de pessoas apenas no Brasil. Existem vários tipos de psoríase e a gravidade de cada quadro também é bastante variável.

Qual o impacto dos exercícios físicos na saúde mental?

Exercício físico

Qual o impacto dos exercícios físicos na saúde mental?

A prática de exercício físico faz muito bem para saúde do corpo: regula as principais taxas do organismo, melhora o funcionamento do coração e previne várias doenças. Mas você sabia que também possui impactos na saúde mental? Se movimentar alivia o estresse, melhora a memória, ajuda a dormir melhor e ativa o bom humor. Se feito regularmente, as atividades físicas também têm impacto positivo no tratamento de transtornos psicológicos, como depressão e ansiedade.

Entenda como funciona o sistema linfático do corpo humano

Saúde

Entenda como funciona o sistema linfático do corpo humano

O sistema linfático engloba um complexo conjunto de órgãos, tecidos, vasos e dutos que se distribuem por todo o corpo. Sua principal função é a produção de células de defesa do organismo, o que fortalece o nosso sistema imunológico. Além disso, o sistema linfático também é responsável por filtrar e drenar o excesso de líquido do corpo, eliminando impurezas e “devolvendo” o sangue purificado para o nosso organismo. Ou seja, na prática isso quer dizer que qualquer parte do corpo que possua circulação sanguínea tem também a circulação linfática (embora não usem os mesmos vasos, eles “dialogam”). Para facilitar a compreensão desse complexo sistema, reunimos algumas informações sobre o assunto.

Ver mais