Voltar para home page
Saúde

5 doenças, além da Covid-19, que precisam da sua atenção em 2020

É preciso atenção para evitar surtos de outras doenças graves, como aquelas provocadas pelo Aedes aegypti

É preciso atenção para evitar surtos de outras doenças graves, como aquelas provocadas pelo Aedes aegypti

A pandemia do novo coronavírus impactou a vida das pessoas e sua relação com a própria saúde. Cuidados como o isolamento social, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel e uso de máscara se tornaram a nova rotina para se manter longe da Covid-19. Entretanto, apesar de protegido contra o novo vírus, outras doenças podem ser tão preocupantes quanto e que necessitam de atenção, com uma vantagem: elas podem ser evitadas com os cuidados necessários. Conheça mais sobre 5 delas e entenda o que fazer e como se prevenir.

Redobre o cuidado no verão para se prevenir contra a dengue

A dengue é uma doença muito popular no Brasil, principalmente em estações quentes como o verão. Causada pelo Aedes aegypti, também transmissor de doenças como zika e chikungunya, caracteriza-se geralmente por febre e dor intensa no corpo, além de manchas vermelhas na pele. Apesar de comum (com mais de 150 mil casos por ano entre os brasileiros, 780 mil casos apenas em 2020), a dengue pode ser fatal em sua versão mais grave, a dengue hemorrágica, e necessita de cuidados específicos, como hidratação constante para repor os líquidos. Embora a doença não tenha vacina, existem precauções para evitar a proliferação do Aedes aegypti, como não manter focos de água parada, pois são criadores em potencial do inseto.

Febre amarela: vacina é o método mais seguro de prevenção

A febre amarela também é causada pelo mosquito Aedes aegypti, mas diferentemente da dengue, zika e chikungunya, ela pode ser evitada com a vacinação. Embora a solução seja notavelmente simples, a doença que pode causar dor de cabeça, febre, vômitos, olhos e pele amareladas e em seus casos mais graves até mortes, tem voltado a dar sinais de epidemia em algumas áreas do Brasil. Apenas entre o período de julho de 2019 a janeiro de 2020, foram 327 casos notificados em seres humanos. A vacinação contra a febre amarela é de dose única.

Sarampo volta a ser uma preocupação no Brasil

Uma das epidemias mais preocupantes antes da pandemia do novo coronavírus é a do sarampo, que registrou surto em todas as regiões do Brasil do ano passado para cá. Apenas até junho de 2020, já eram 4.641 casos confirmados da doença. A infecção causa febre, tosse seca e coriza, mas é muito característica por deixar manchas e pintas vermelhas pelo corpo. Em crianças pequenas, principalmente, o sarampo pode matar. A doença é evitada com a vacina Tríplice Viral.

Rubéola e caxumba também são evitadas com a vacina Tríplice Viral

Com o déficit de vacinação da tríplice viral, outras duas doenças podem ser perigosas: a rubéola e a caxumba. A rubéola, erradicada apenas em 2015 no Brasil, é uma doença muito semelhante ao sarampo, chegando a ser chamada de “sarampo alemão”. Porém, a erradicação da doença se mostra em risco se não há a vacinação. A caxumba, que apresenta inchaço nas glândulas na região do pescoço, febre, dor e falta de apetite, é outra doença séria que pode causar sérios incômodos. A imunização com a Tríplice Viral e o calendário de vacinação devem ser cumpridos à risca.

Últimas novidades

Mês das crianças: veja os cuidados de saúde importantes na primeira e segunda infância

Bem-estar

Mês das crianças: veja os cuidados de saúde importantes na primeira e segunda infância

No mês de outubro é comemorado o Dia das Crianças. Conhecido como um momento para presentear os pequenos e incentivar as brincadeiras, a data também é uma oportunidade para falar sobre saúde. Na primeira e segunda infância (do nascimento até os 6 anos de idade e dos 6 anos até a puberdade, respectivamente), a criança passa por diversos níveis de aprendizado e desenvolvimento.

Outubro rosa: 5 formas de se proteger contra o câncer de mama

Saúde

Outubro rosa: 5 formas de se proteger contra o câncer de mama

Outubro é o mês de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. Causado pela multiplicação desequilibrada das células da mama, dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) apontam que esse tipo de câncer deve atingir cerca de 66 mil pessoas no Brasil em 2020. O câncer de mama é um dos mais comuns que atinge as mulheres no Brasil e no mundo, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Apesar de raro, o câncer de mama também pode atingir homens.

Como incluir as oleaginosas na alimentação?

Alimentação saudável

Como incluir as oleaginosas na alimentação?

Castanhas, nozes, amêndoas, avelãs… o que esses alimentos têm em comum? Além de estarem no grupo das oleaginosas, ele são ricos em diversas substâncias que fazem muito bem para a saúde em geral, como antioxidantes e minerais. As oleaginosas estão associadas à diminuição dos riscos de ter doenças no coração, melhor funcionamento do sistema nervoso e ação anti-inflamatória, dentre outros benefícios comprovados.

Quais são as doenças cardiovasculares mais comuns?

Saúde

Quais são as doenças cardiovasculares mais comuns?

O coração é o órgão mais atingido pelo nosso ritmo de vida. Uma vida baseada em uma dieta inadequada - com abuso de industrializados e gorduras saturadas e pobre em legumes, verduras e frutas - acompanhada do sedentarismo, está relacionada ao aumento do risco de desenvolver doenças cardiovasculares. O tabagismo, obesidade e estresse também são fatores de risco que precisam de atenção.

Ver mais