Voltar para home page
Saúde

5 efeitos do estresse no seu corpo

O estresse atinge cerca de 90% da população, segundo a OMS, e pode desencadear diversos problemas físicos

O estresse atinge cerca de 90% da população, segundo a OMS, e pode desencadear diversos problemas físicos

O estresse é um dos problemas mais comuns da atualidade. Conflitos familiares, altas cargas de trabalho, questões financeiras e instabilidade são as principais causas desse problema que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), atinge 90% da população. Muito associado a aspectos comportamentais e psicológicos, o estresse é uma condição que também pode se manifestar com sintomas físicos. Dores musculares são os efeitos mais comuns, mas alguns problemas mais sérios também podem se desencadear a partir do estresse. Veja abaixo!

1) Estresse aumenta a frequência cardíaca e pressão arterial

Em um momento de muito estresse, o corpo pode responder com ansiedade e sensação de que o coração está batendo mais rápido. O estresse que ocorre de forma contínua pode desencadear problemas cardíacos mais sérios. Acontece que, nesses momentos, o corpo libera mais adrenalina - aquele hormônio responsável por nos ajudar a lidar com situações que demandam respostas rápidas. Quando presente em nosso corpo em doses elevadas e contínuas, a ação vasoconstritora da adrenalina pode levar à uma má perfusão do coração e causar um infarto, por exemplo. Em outros casos, pode contribuir para o desenvolvimento de arritmias e hipertensão arterial.

2) Imunidade baixa é um efeito do estresse

É muito comum que depois de um período estressante o nosso corpo tenha as defesas afetadas. A gripe constante é um dos sinais mais comuns. Um estudo publicado na Revista Americana de Epidemiologia constatou que o estresse deixa o corpo mais suscetível a contrair infecções diversas. A imunidade baixa em decorrência do estresse também pode gerar problemas como a candidíase, otites e alergias pelo corpo.

3) Estresse pode afetar o sono

A dificuldade para dormir tem muita relação com distúrbios psicológicos, como a ansiedade e o estresse. O sono é afetado porque a pessoa não consegue se desligar dos problemas que está passando no dia a dia. Uma dica para lidar com isso é mudar hábitos que você tem perto da hora de dormir. Criar mecanismos para desacelerar a mente pode ajudar a afastar as preocupações nesse momento importante para recarregar as energias.

4) Estresse e cansaço excessivo pode ter relação

Além das dores musculares e pontos de tensão pelo corpo, a pessoa que sofre de estresse pode experimentar um cansaço que não passa mesmo depois de uma boa noite de sono. A falta de energia pode atrapalhar o rendimento profissional e até as relações pessoais.

5) Em períodos de estresse, o estômago reclama

O sistema gástrico é um dos primeiros a reclamar em situações de estresse. Isso ocorre porque o problema provoca alterações nas taxas de acidez do estômago. Em casos mais leves, a pessoa pode sentir muita azia e ter dificuldades na digestão. O estresse contínuo, por sua vez, pode causar gastrite e até úlceras. O ideal é marcar uma consulta com um médico de confiança logo que perceber os primeiros sinais.

Últimas novidades

O que é autismo? Entenda mais sobre o Transtorno do Espectro Autista

Saúde

O que é autismo? Entenda mais sobre o Transtorno do Espectro Autista

O autismo (ou Transtorno do Espectro Autista, o TEA) é uma condição psiquiátrica que atinge aproximadamente 2 milhões de pessoas no Brasil. O transtorno leva a alcunha de “espectro” por interferir e dificultar várias áreas do desenvolvimento humano: socialização, comunicação verbal e não-verbal, aprendizagem e emoções. O TEA pode se manifestar em diferentes níveis e intensidade, o que define quais áreas serão mais afetadas.

O que 30 minutos de caminhada por dia fazem por você?

Exercício físico

O que 30 minutos de caminhada por dia fazem por você?

Além de garantir um corpo mais saudável, fazer exercícios físicos pode prevenir muitas doenças. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o sedentarismo o quarto maior fator de risco de morte no mundo, mas nem todos têm tempo ou dinheiro para, por exemplo, frequentar uma academia. Por outro lado, caminhar é uma alternativa simples, fácil e indicada para todas as idades. Descubra os benefícios que apenas 30 minutos de caminhada por dia podem fazer por você!

Quando a febre indica que é hora de procurar um médico?

Saúde

Quando a febre indica que é hora de procurar um médico?

A febre é um aumento da temperatura corporal e costuma ser um sinal de que algo não vai bem. Geralmente, é indicativo de que o organismo está combatendo alguma infecção causada por algum vírus ou bactéria. A febre pode ser um sintoma de uma simples gripe, mas também de doenças mais graves, como dengue, zika e chikungunya, por isso é muito importante saber a hora certa de trocar os cuidados caseiros pela ajuda médica.

7 sinais que indicam a depressão

Terapias

7 sinais que indicam a depressão

A depressão é uma doença psiquiátrica séria que atinge, em média, 2 milhões de pessoas por ano em todo o Brasil. Por muito tempo tratada como um momento breve de tristeza, a depressão está desenhando seus contornos na medicina e sendo considerada como realmente é: uma doença real, perigosa e que pode ser fatal se não tratada corretamente. Para isso, é necessário que o paciente receba o máximo de apoio de familiares e amigos, além de tratamento,. Se você suspeita que algum conhecido pode estar entrando em depressão, fique atento a 7 sinais que ele pode manifestar.

Ver mais