Voltar para home page
Saúde

5 efeitos do estresse no seu corpo

O estresse atinge cerca de 90% da população, segundo a OMS, e pode desencadear diversos problemas físicos

O estresse atinge cerca de 90% da população, segundo a OMS, e pode desencadear diversos problemas físicos

O estresse é um dos problemas mais comuns da atualidade. Conflitos familiares, altas cargas de trabalho, questões financeiras e instabilidade são as principais causas desse problema que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), atinge 90% da população. Muito associado a aspectos comportamentais e psicológicos, o estresse é uma condição que também pode se manifestar com sintomas físicos. Dores musculares são os efeitos mais comuns, mas alguns problemas mais sérios também podem se desencadear a partir do estresse. Veja abaixo!

1) Estresse aumenta a frequência cardíaca e pressão arterial

Em um momento de muito estresse, o corpo pode responder com ansiedade e sensação de que o coração está batendo mais rápido. O estresse que ocorre de forma contínua pode desencadear problemas cardíacos mais sérios. Acontece que, nesses momentos, o corpo libera mais adrenalina - aquele hormônio responsável por nos ajudar a lidar com situações que demandam respostas rápidas. Quando presente em nosso corpo em doses elevadas e contínuas, a ação vasoconstritora da adrenalina pode levar à uma má perfusão do coração e causar um infarto, por exemplo. Em outros casos, pode contribuir para o desenvolvimento de arritmias e hipertensão arterial.

2) Imunidade baixa é um efeito do estresse

É muito comum que depois de um período estressante o nosso corpo tenha as defesas afetadas. A gripe constante é um dos sinais mais comuns. Um estudo publicado na Revista Americana de Epidemiologia constatou que o estresse deixa o corpo mais suscetível a contrair infecções diversas. A imunidade baixa em decorrência do estresse também pode gerar problemas como a candidíase, otites e alergias pelo corpo.

3) Estresse pode afetar o sono

A dificuldade para dormir tem muita relação com distúrbios psicológicos, como a ansiedade e o estresse. O sono é afetado porque a pessoa não consegue se desligar dos problemas que está passando no dia a dia. Uma dica para lidar com isso é mudar hábitos que você tem perto da hora de dormir. Criar mecanismos para desacelerar a mente pode ajudar a afastar as preocupações nesse momento importante para recarregar as energias.

4) Estresse e cansaço excessivo pode ter relação

Além das dores musculares e pontos de tensão pelo corpo, a pessoa que sofre de estresse pode experimentar um cansaço que não passa mesmo depois de uma boa noite de sono. A falta de energia pode atrapalhar o rendimento profissional e até as relações pessoais.

5) Em períodos de estresse, o estômago reclama

O sistema gástrico é um dos primeiros a reclamar em situações de estresse. Isso ocorre porque o problema provoca alterações nas taxas de acidez do estômago. Em casos mais leves, a pessoa pode sentir muita azia e ter dificuldades na digestão. O estresse contínuo, por sua vez, pode causar gastrite e até úlceras. O ideal é marcar uma consulta com um médico de confiança logo que perceber os primeiros sinais.

Últimas novidades

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Bem-estar

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Para manter a saúde em dia, é essencial ter cuidado com a alimentação. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes pode prevenir diversas doenças e ajudar a tratar outras. As fibras, por exemplo, não são nutrientes, mas são elementos essenciais para o sistema digestivo e que melhoram a função intestinal, prevenindo diversas doenças. Por isso, é muito importante ter uma alimentação abundante nessa substância. Descubra aqui 10 alimentos ricos em fibras para incluir na sua dieta.

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

Saúde

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

O câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de câncer representa 25% dos tumores malignos identificados no país, o que significa que cerca de 180 mil brasileiros são diagnosticados por ano com a doença. A principal causa desse tipo de câncer é o excesso de exposição solar, que resulta no crescimento descontrolado das células presentes na pele. O câncer de pele é discreto e normalmente se manifesta com pequenas pintas que crescem devagar, que às vezes nem parecem preocupantes. Por isso, é importante ficar atento a qualquer irregularidade na pele. Confira abaixo tudo sobre o câncer de pele!

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Saúde

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem de problemas cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, todos os anos no mundo. Em casos de ataque cardíaco, receber os cuidados médicos necessários o quanto antes pode salvar muitas vidas. Por isso, é fundamental ser capaz de identificar um infarto e saber o que fazer de imediato. Veja algumas dicas abaixo!

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

Saúde

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

As pedras na vesícula são mais comuns do que se imagina e podem aparecer por diferentes razões. A principal função da vesícula é servir de recipiente para a bile, um líquido produzido no tecido hepático que auxilia na digestão dos alimentos e seus nutrientes. Mas o que acontece quando esse órgão é afetado por um desequilíbrio? A bile começa a empedrar - e é aí que surgem os cálculos biliares, popularmente conhecidos como pedras na vesícula. Entenda mais abaixo!

Ver mais