Voltar para home page
Saúde

5 razões para ter um médico de família

Veja algumas razões para ter um médico de família!

Veja algumas razões para ter um médico de família!

Correr para um pronto-socorro quando acha que precisa de atendimento urgente é muito comum. O hábito pode acabar gerando filas exageradas e consultas apressadas, que muitas vezes resultam em diagnósticos errados. Pensando em evitar esse cenário, hoje é possível ter o atendimento de médicos de família. Você sabe como funciona a especialidade? Acompanhe a matéria e confira 5 razões para ter um médico de família.

#1 Médicos de família são capacitados em múltiplas áreas da saúde

Engana-se quem pensa que o médico de família não está preparado para resolver quaisquer problemas de saúde que possam surgir. Esse profissional é amplamente capacitado em diversas áreas da medicina e pode acompanhar o paciente por toda a vida, assim como a sua família. Ele lidera uma equipe de profissionais multidisciplinares, com o objetivo de fazer diagnósticos preventivos para evitar situações de emergência, mas também tem um cuidado especializado e personalizado em casos de necessidade de tratamento.

#2 O médico de família entende o contexto da doença

Imagine que um paciente, ao se consultar, relata ao seu médico alguns sintomas de diabetes de tipo 2. Sem analisar o contexto familiar e pessoal do paciente, provavelmente o diagnóstico demoraria um pouco mais. Por isso, é essencial que o médico questione sobre rotina do paciente e o histórico de doenças da família. O médico de família, por acompanhar o paciente em todas as fases da sua vida, consegue com mais facilidade entender o contexto da doença.

#3 O compromisso com o paciente fica em primeiro lugar

O médico de família tem o compromisso de estar disponível para qualquer problema de saúde em qualquer pessoa, independente da idade ou sexo, sem se limitar a apenas um problema de saúde em específico. O dever do médico de família começa antes mesmo de surgir qualquer problema de saúde.

#4 Com o médico de família sempre há uma chance para a educação para a saúde

Encarar todo o contato com os pacientes como uma oportunidade para promover educação e prevenção a saúde é um dos pontos positivos do médico de família. Para o médico de família todos os casos são importantes, um paciente que não tem tomado a vacina para sarampo é prioridade tanto quanto aquele que esteja se consultando para tratar de um quadro de hipertensão.

#5 Optar pelo médico de família é optar por qualidade

Os médicos de família podem ser encontrados em consultórios e unidades ambulatoriais ou de atenção primária próximas à sua residência. O paciente será acompanhado por uma equipe de saúde multidisciplinar, capitaneada por um médico de família, que o acompanha e coordena o seu cuidado. As consultas são personalizadas e feitas com calma: o médico conversa com o paciente sobre todo o seu histórico e estilo de vida atual, criando uma relação de confiança entre os dois.

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais