Voltar para home page
Saúde

6 perguntas e respostas sobre a doação de sangue

Saiba tudo o que você sempre quis saber sobre a doação de sangue, um ato que salva vidas

Saiba tudo o que você sempre quis saber sobre a doação de sangue, um ato que salva vidas

Doar sangue é um ato voluntário e solidário que pode ajudar a salvar muitas vidas. Em uma única doação, cerca de 450 ml de sangue são coletados, o que, na prática, consegue ajudar até quatro pacientes que precisam do material para sobreviver. Contudo, é comum que algumas dúvidas apareçam ao longo do caminho para quem quer ser um doador e nunca realizou a doação antes. Quem pode doar sangue? O que é necessário para ser um doador? Quantas vezes por ano é possível fazer isso? Para esclarecer o que você precisa saber sobre o assunto, separamos as principais perguntas sobre doação de sangue e respondemos a seguir.

1) Qual a importância de doar sangue?

Existem várias situações em que uma pessoa pode precisar de sangue: seja por causa de um acidente ou porque o paciente é portador de alguma doença crônica que necessita de transfusão sanguínea. Mas, como se sabe, o sangue não é algo que pode ser comercializado: para salvar essas vidas, os hospitais dependem do senso de solidariedade da população. Sendo assim, a doação de sangue é fundamental para ajudar quem realmente precisa, e o doador não precisa se preocupar com a quantidade que é retirada: os 450 ml coletados são repostos pelo próprio organismo em cerca de 24h.

2) Quem pode doar sangue?

A idade mínima para doar sangue é 18 anos, e a máxima é 69 anos. No entanto, candidatos de 16 e 17 anos também podem ser aceitos no processo, desde que estejam acompanhados pelo responsável legal no dia da doação e seja feita uma declaração de consentimento formal. Além disso, outro requisito necessário para fazer a doação de sangue é pesar no mínimo 50 kg.

Vale lembrar que os doadores passam pela triagem clínica para definir se eles estão aptos ou não para realizar a doação. Nessa triagem, gestantes e pessoas com problemas cardíacos ou com doenças passíveis de transmissão sanguínea (como hepatites e AIDS) são desconsideradas para o processo.

3) O que precisa para doar sangue?

Antes da doação, o candidato precisa ter dormido no mínimo 6 horas nas últimas 24 horas e também deve estar bem alimentado. Aliás, uma dúvida muito comum é se precisa estar em jejum para doar sangue, e a resposta para isso é não. Na verdade, é justamente o contrário: o doador não pode estar de estômago totalmente vazio. Contudo, se a doação acontecer após o almoço, é recomendado aguardar pelo menos 3 horas antes de fazê-la. É importante evitar o consumo de alimentos muito gordurosos no dia da doação.

4) Como é feita a doação de sangue?

Para quem tem interesse em ser um doador, o processo é muito simples: se você se enquadra na faixa etária e pesa mais de 50 kg, basta procurar uma unidade de coleta de sangue, como os hemocentros da sua cidade. No local, o candidato precisa efetuar o seu cadastro e apresentar um documento original de identificação com foto emitido por órgão oficial (RG, passaporte, carteira de trabalho ou carteira de habilitação). Em seguida, acontece a triagem clínica, onde são analisadas as condições de saúde do paciente em uma espécie de entrevista. Por fim, é feita a coleta de sangue do candidato, que pode durar entre 5 e 15 minutos. No final da doação, o doador recebe um lanchinho.

5) Que cuidados são necessários depois da doação de sangue?

Depois de doar sangue, o candidato fica em observação por algum tempo para verificar como o organismo vai reagir. Se estiver tudo certo, um lanchinho é oferecido e logo o doador é liberado. Algumas recomendações, no entanto, são: evitar esforço físico até o dia seguinte, ter uma boa alimentação, ingerir bastante água e evitar o consumo de bebidas alcoólicas por pelo menos um dia. Também é necessário esperar algumas horas antes de retirar o curativo do local e, caso haja qualquer sinal de infecção após a doação, é necessário comunicar o serviço de hemoterapia sobre a situação.

6) Com que frequência pode doar sangue?

O intervalo mínimo entre as doações é variável: para homens, esse período deve ser de 60 dias; já para mulheres, são 90 dias. Isso na prática quer dizer que os homens podem doar sangue até 4 vezes por ano, enquanto as mulheres somente 3 vezes. Candidatos acima de 60 anos também possuem uma limitação ainda maior e só podem doar sangue a cada 6 meses, ou seja, no máximo 2 vezes por ano.

Últimas novidades

Exercício físico em casa: a pandemia é mais um motivo para ele ser seu grande aliado

Exercício físico

Exercício físico em casa: a pandemia é mais um motivo para ele ser seu grande aliado

Fazer atividade física sempre foi importante - e isso não é segredo para ninguém. Durante a pandemia do coronavírus, a população teve que ajustar sua rotina de exercícios para uma nova realidade. As academias ficaram fechadas por um tempo e algumas pessoas ainda não se sentem seguras para correr ou fazer qualquer outra atividade nas ruas.

Como escovar os dentes corretamente? Veja o passo a passo para não errar!

Odontologia

Como escovar os dentes corretamente? Veja o passo a passo para não errar!

Cuidar da higiene bucal é algo que deve fazer parte da rotina. Além de garantir um sorriso mais limpo, bonito e saudável, essa é a maneira mais eficiente de evitar problemas como a cárie, o tártaro e a gengivite. De uma maneira geral, a recomendação é que a escovação dos dentes seja feita pelo menos três vezes ao dia após as principais refeições - café da manhã, almoço e jantar.

Acupuntura: entenda o que é essa terapia, indicações e efeitos na saúde

Terapias

Acupuntura: entenda o que é essa terapia, indicações e efeitos na saúde

A acupuntura é uma técnica oriental que consiste no uso de agulhas em partes específicas do corpo com o objetivo de melhorar o bem-estar individual e promover o equilíbrio do corpo. Inclusive, a acupuntura é tão benéfica que vem sendo cada vez mais indicada como terapia complementar para diversas doenças que afetam a parte física e psicológica. Para entender melhor como o procedimento funciona, para quem ele é indicado e quais são os benefícios da acupuntura para o corpo, o Cuidados Mil reuniu as principais informações sobre isso. Confira!

Como a endoscopia é feita e quais as recomendações?

Saúde

Como a endoscopia é feita e quais as recomendações?

Você já ouviu falar na endoscopia? Este exame médico coleta imagens em tempo real das cavidades do sistema digestivo, sendo fundamental para o diagnóstico de doenças e até alguns tratamentos. Ele é realizado com um nível de sedação que vai depender da complexidade do procedimento, que pode ser tanto para avaliar uma gastrite quanto retirar tumores. Veja abaixo como o exame é feito, para que serve e quais são os casos recomendados para se fazer a endoscopia.

Ver mais