Voltar para home page
Alimentação saudável

9 alimentos que ajudam a controlar o colesterol

A alimentação saudável tem um papel muito importante no controle das taxas de colesterol

A alimentação saudável tem um papel muito importante no controle das taxas de colesterol

Manter o colesterol regulado pode ser um desafio na vida de muitas pessoas. Mudar os hábitos alimentares e estilo de vida é essencial para evitar o acúmulo de gordura nas artérias que provocam o entupimento do fluxo sanguíneo, podendo causar problemas graves como o acidente vascular cerebral (AVC) e infarto do miocárdio. O colesterol é uma gordura necessária para o funcionamento do corpo humano, mas em níveis irregulares representa um grande perigo. Uma alimentação equilibrada em conjunto com uma rotina de exercícios físicos é a fórmula para evitar as consequências do colesterol alto. Alguns alimentos, no entanto, ajudam a controlar as taxas do colesterol: conheça 9 deles abaixo!

1. Peixes diminuem o risco de doenças cardiovasculares

Peixes como salmão, bacalhau e atum são ricos em ômega 3. Esses alimentos auxiliam no controle e redução do colesterol e evitam a formação de coágulos sanguíneos. Se consumidos regularmente, eles ainda podem diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

2. Aveia possui um tipo poderoso de fibra solúvel

A aveia é um cereal que contém betaglucana, que é um tipo de fibra solúvel. Essa fibra se liga ao colesterol no intestino, só que em vez de ser absorvida, ela é excretada pelas fezes. Quando as bactérias do intestino fermentam fibras como essas, elas produzem substâncias que diminuem a taxa de produção de colesterol no fígado. Segundo um estudo realizado na Universidade de Lancaster, na Inglaterra, são necessárias apenas mais ou menos 2 colheres de sopa de aveia por dia para desfrutar do benefício.

3. Maçã com casca possui compostos que reduzem a oxidação do colesterol

As fibras são ótimas aliadas na dieta de quem quer manter o controle do colesterol. A casca da maçã é rica em fibras que ajudam a diminuir os níveis de LDL, o chamado “colesterol ruim”. Além disso, alguns componentes da fruta ajudam a reduzir a oxidação do colesterol. O processo de oxidação é o que culmina a gordura na parede das artérias. Esses benefícios também são encontrados em outras frutas, principalmente quando consumidas com a casca.

4. Abacate ajuda a reduzir o “colesterol ruim”

Praticamente todas as frutas são recomendadas na alimentação de quem precisa controlar o colesterol. No entanto, uma fruta que se destaca nessa missão é o abacate. Ele contém alta concentração de fitoesteróis, que é uma substância que impede que o colesterol seja absorvido pelo organismo. Além disso, as gorduras monoinsaturadas presentes na fruta contribuem para redução do LDL circulante. Segundo um artigo publicado no The American Journal of Clinical Nutrition, o consumo regular de abacate pode aumentar as taxas de HDL, tipo de colesterol que ajuda a “limpar” as artérias.

5. Tomate reduz o colesterol na corrente sanguínea

O tomate é um alimento que já faz parte da rotina alimentar dos brasileiros. Esse hábito é muito benéfico, até porque o alimento reduz o colesterol na corrente sanguínea. O tomate é um alimento versátil e vai bem com as mais variadas combinações, podendo fazer parte da salada ou até mesmo molhos.

6. Soja e derivados aumentam o HDL circulante

O grão de soja e seus derivados são compostos por isoflavonas, substâncias que atuam no aumento do HDL, o “bom colesterol”. A soja também diminui a absorção da fração do colesterol, aumentando a secreção dos ácidos biliares que atuam na recepção do colesterol ruim no fígado.

7. Azeite tem ação anti-inflamatória no organismo

Conhecido pela alta propriedade anti-inflamatória, o azeite impede a oxidação do colesterol e, assim como a maçã, evita a formação de placas de gordura nas artérias. A recomendação é consumir a versão extra virgem.

8. Chia é rica em fibras e ajuda a diminuir o colesterol

A chia é um alimento rico em ômega 3 e fibras. A chia apresenta um benefício similar ao da aveia, diminuindo as taxas de produção de colesterol no fígado. A semente de chia ainda possui ácidos graxos que ajudam a reduzir o LDL.

9. Frutas cítricas possuem altas doses de vitamina C e fibras

Além das fibras, que devem ser as melhores amigas daqueles que querem controlar o colesterol, as frutas cítricas como laranja, limão e outras, possuem altas doses de vitamina C. Alguns estudos indicam que pessoas que consumiram suplemento de vitamina C tiveram um risco de doença cardíaca 25% menor do que aqueles que não fizeram a suplementação.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais