Voltar para home page
Emergência

Acidente Vascular Cerebral: o que é, causas e como prevenir

Entenda abaixo como o AVC se desenvolve e quais os sintomas

Entenda abaixo como o AVC se desenvolve e quais os sintomas

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma dos problemas mais comuns no mundo inteiro. Também conhecido com derrame cerebral, ele acontece por causas variadas e pode levar à morte - ou provocar consequências graves que afetam toda a vida do paciente. A junção de alguns sintomas ajudam a identificar o problema, que precisa de um atendimento médico imediato. O AVC ainda é cercado de mitos e dúvidas, mas uma coisa é certa: o problema pode ser evitado com atitudes simples no dia a dia.

O que é um AVC e quais as causas mais comuns?

O derrame cerebral ocorre quando os vasos que transportam sangue para o cérebro sofrem alguma alteração. A região do cérebro afetada sofre uma paralisia por conta da circulação sanguínea interrompida.

O AVC pode ser isquêmico ou hemorrágico. A diferença entre os dois tipos, segundo o Ministério da Saúde, é:

  • AVC hemorrágico: representa cerca de 15% dos casos e ocorre quando um vaso cerebral se rompe, causando uma hemorragia no local. Apesar de ser menos comum, provoca mais mortes.

Como identificar um AVC?

O corpo dá alguns alertas de que está sofrendo um Acidente Vascular Cerebral. A maioria desses sinais são conhecidos. É muito importante que a pessoa receba um atendimento imediato, pois quanto antes for diagnosticado, maiores são as chances de recuperação completa. Veja abaixo os sintomas mais comuns:

  • Fraqueza ou sensação de formigamento em um lado do corpo, que geralmente abrange o rosto, braço ou perna;
  • Dificuldade para falar;
  • Confusão mental e dificuldade de compreensão;
  • Visão alterada;
  • Dor de cabeça repentina;
  • Equilíbrio e coordenação motora afetados;
  • Tontura.

Acidente Vascular Cerebral: fatores de risco e prevenção

Geralmente, o AVC é decorrente de algum outro problema de saúde. Os fatores de risco mais comuns são as doenças cardiovasculares, como hipertensão. Colesterol alto, tabagismo, diabetes do tipo II, obesidade e sedentarismo também podem ser agravantes para o problema. Velhice e histórico familiar também aumentam a probabilidade de ocorrer um Acidente Vascular Cerebral.

O AVC pode ser prevenido com a adoção de um estilo de vida mais saudável. Além de manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos com frequência, é preciso ter atenção com a pressão cardíaca e taxas do organismo, como colesterol e glicose. Não fumar e não exagerar nas bebidas alcoólicas também são fatores que previnem o AVC e outros problemas graves de saúde.

Fonte: Ministério da Saúde

Últimas novidades

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

Saúde

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

A herpes labial é causada pelo vírus HSV (Herpes Simplex Virus) e se divide em dois tipos, o HSV-1, que geralmente fica alocado na cavidade bucal, e o HSV-2, que atinge os genitais. Ambos são extremamente contagiosos, mas o primeiro é o mais comum. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde estima que 67% da população está infectada por ele.

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

Exercício físico

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

A quarentena fez muita gente aderir aos exercícios físicos caseiros - e isso é um bom sinal. Ficar em casa sem se movimentar pode gerar diversos problemas de saúde típicos do sedentarismo. As dores na coluna são um dos principais exemplos. No entanto, para que a atividade física renda os benefícios desejados, é preciso cuidado e respeito aos limites do corpo.

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Bem-estar

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Os meses de isolamento por causa da pandemia do coronavírus podem deixar algumas consequências na vida da população mesmo quando a rotina voltar ao normal. As pessoas tiveram que se adaptar a um novo modo de vida em meio à incertezas sobre a saúde. A volta à vida normal, mesmo quando os casos da doença diminuírem consideravelmente, pode ser difícil para algumas pessoas.

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Alimentação saudável

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Você consome feijão todos os dias? Apesar de ser um item muito consumido no Brasil, pouca gente sabe da importância não apenas do feijão, mas de todas as leguminosas, para a saúde do nosso corpo. Assim como os legumes, verduras, frutas e hortaliças, as leguminosas devem fazer parte das refeições diariamente. Ricas em fibras, proteínas, carboidratos, também são uma fonte poderosa de ferro.

Ver mais