Voltar para home page
Emergência

Acidente Vascular Cerebral: o que é, causas e como prevenir

Entenda abaixo como o AVC se desenvolve e quais os sintomas

Entenda abaixo como o AVC se desenvolve e quais os sintomas

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma dos problemas mais comuns no mundo inteiro. Também conhecido com derrame cerebral, ele acontece por causas variadas e pode levar à morte - ou provocar consequências graves que afetam toda a vida do paciente. A junção de alguns sintomas ajudam a identificar o problema, que precisa de um atendimento médico imediato. O AVC ainda é cercado de mitos e dúvidas, mas uma coisa é certa: o problema pode ser evitado com atitudes simples no dia a dia.

O que é um AVC e quais as causas mais comuns?

O derrame cerebral ocorre quando os vasos que transportam sangue para o cérebro sofrem alguma alteração. A região do cérebro afetada sofre uma paralisia por conta da circulação sanguínea interrompida.

O AVC pode ser isquêmico ou hemorrágico. A diferença entre os dois tipos, segundo o Ministério da Saúde, é:

  • AVC hemorrágico: representa cerca de 15% dos casos e ocorre quando um vaso cerebral se rompe, causando uma hemorragia no local. Apesar de ser menos comum, provoca mais mortes.

Como identificar um AVC?

O corpo dá alguns alertas de que está sofrendo um Acidente Vascular Cerebral. A maioria desses sinais são conhecidos. É muito importante que a pessoa receba um atendimento imediato, pois quanto antes for diagnosticado, maiores são as chances de recuperação completa. Veja abaixo os sintomas mais comuns:

  • Fraqueza ou sensação de formigamento em um lado do corpo, que geralmente abrange o rosto, braço ou perna;
  • Dificuldade para falar;
  • Confusão mental e dificuldade de compreensão;
  • Visão alterada;
  • Dor de cabeça repentina;
  • Equilíbrio e coordenação motora afetados;
  • Tontura.

Acidente Vascular Cerebral: fatores de risco e prevenção

Geralmente, o AVC é decorrente de algum outro problema de saúde. Os fatores de risco mais comuns são as doenças cardiovasculares, como hipertensão. Colesterol alto, tabagismo, diabetes do tipo II, obesidade e sedentarismo também podem ser agravantes para o problema. Velhice e histórico familiar também aumentam a probabilidade de ocorrer um Acidente Vascular Cerebral.

O AVC pode ser prevenido com a adoção de um estilo de vida mais saudável. Além de manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos com frequência, é preciso ter atenção com a pressão cardíaca e taxas do organismo, como colesterol e glicose. Não fumar e não exagerar nas bebidas alcoólicas também são fatores que previnem o AVC e outros problemas graves de saúde.

Fonte: Ministério da Saúde

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais