Voltar para home page
Terapias

Ansiedade: 7 dicas para manter a saúde mental

Alguns hábitos ajudam a afastar a ansiedade

Alguns hábitos ajudam a afastar a ansiedade

A ansiedade é um distúrbio psicológico cada vez mais comum, principalmente entre os jovens. Os motivos para isso são os mais variados, mas não se pode ignorar que, além de uma rotina cheia de afazeres, trabalhos, estudos e outras obrigações, a carga excessiva de informações que fazem parte do cotidiano torna praticamente impossível o descanso completo da mente. Por isso, é muito importante cuidar da saúde mental, mesmo que isso pareça uma tarefa bem difícil às vezes. Para te ajudar nessa missão, o Cuidados Mil separou algumas dicas que podem ajudar a afastar a ansiedade e deixar a mente mais relaxada.

1) Se afaste um pouco das redes sociais

As redes sociais invadiram a nossa vida de tal forma que hoje é muito difícil passar pelo menos um dia inteiro sem entrar no Instagram, Facebook ou Twitter. Porém, esse é um comportamento nada saudável, e que muitas vezes pode acabar prejudicando a nossa saúde mental. Por mais que as redes sociais sirvam para “aproximar” as pessoas que estão longe, elas também podem ser extremamente tóxicas para os seus usuários. Comparações são feitas o tempo todo e sempre surge o pensamento de que a vida dos outros é muito melhor e mais feliz do que a nossa. Então, por que gastar tanto tempo em um lugar que muitas vezes só faz mal? Isso não quer dizer que você deve se afastar completamente das redes sociais, mas é bom estabelecer certos limites.

2) Os exercícios físicos podem ajudar a manter a ansiedade longe

Para ajudar a controlar a ansiedade e manter a saúde mental em dia, muitos recorrem aos exercícios físicos. De fato, essa é uma ótima escolha, porque a prática de atividades, como caminhadas diárias, ajuda a elevar o nível de serotonina no corpo. Outros hormônios que também são liberados são a dopamina e a endorfina, que aumentam o bem-estar e deixam a pessoa mais alegre e disposta. Para quem não está muito acostumado a se exercitar e não quer investir em algo mais pesado, como uma academia, também é possível andar de bicicleta ou fazer natação, por exemplo.

3) Meditação ajuda a desocupar a mente

Essa é uma técnica bastante utilizada para acalmar e relaxar a mente. Com a meditação é possível se afastar de tudo aquilo que te faz mal ou que pode servir como um gatilho para a ansiedade. A meditação ajuda a silenciar os nossos pensamentos momentaneamente e tem o objetivo de promover maior tranquilidade e paz interior, de maneira que o indivíduo fica focado apenas na própria respiração e no som do ambiente. É uma boa forma de aliviar tanto o estresse quanto a ansiedade que nos rodeia no dia a dia.

4) Passe um tempo com quem faz você se sentir bem

Estar com quem a gente gosta é incrível e sempre desperta sentimentos bons. Por isso, essa também é uma boa forma de “desligar” a ansiedade por um tempinho e preencher o dia com ótimos momentos ao lado de quem você ama. Tente esquecer os problemas e viva o presente. Aproveite para colocar o papo em dia, dar boas risadas e fazer algo que vocês gostem muito. Pode parecer uma dica boba, mas isso com certeza faz toda a diferença no dia a dia de uma pessoa ansiosa.

5) Ler um livro ou assistir uma série são ótimas distrações

Nada melhor do que imergir em um outro universo de vez em quando, né? Os livros, séries e filmes são ótimos nesse quesito: você acompanha toda a trajetória de um personagem que te faz desligar da vida real. Claro que não devemos deixar que isso consuma todo o nosso tempo, mas parar para ler um livro ou assistir a um filme ou série é uma excelente forma de se distrair e ter um cuidado a mais com a sua saúde mental.

6) Organize suas tarefas do dia e separe um tempinho só para você

Às vezes tirar as coisas da cabeça e colocá-las em um papel facilita (e muito!) a vida de uma pessoa ansiosa. Então, que tal pensar em tudo que você tem para fazer e anotar em uma agenda ou caderno? Organizar as tarefas do dia pode ajudar bastante a mente de uma pessoa ansiosa e é uma boa forma de estabelecer pequenos objetivos para cada dia. E não precisa nem ser nada muito elaborado: vale anotar tudo que você deseja fazer, inclusive alguns cuidados pessoais. Ter um tempinho só para você também é muito importante, então parte dessa organização também deve ser voltada para o seu próprio bem-estar.

7) Procure ter uma boa noite de sono

Dormir bem faz uma diferença muito grande no nosso dia a dia. No entanto, a insônia costuma ser um problema bem frequente para quem sofre com ansiedade, porque parece que a mente não desliga nem na hora de descansar. Para evitar que isso aconteça, uma dica é evitar consumir muito conteúdo antes de se deitar - como assistir ao noticiário ou ler jornais. Além disso, é importante também evitar as telinhas nessas horas (principalmente a do celular), porque isso acaba atrapalhando a chegada do sono.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais