Voltar para home page
Saúde

Apendicite: o que é, sintomas e quando buscar ajuda

 Aprenda a identificar a apendicite!

Aprenda a identificar a apendicite!

Não é difícil encontrar ou conhecer pessoas que já fizeram cirurgia por conta da apendicite. Comum entre crianças e adultos, ela é uma inflamação no apêndice, um pequeno órgão linfático localizado no intestino grosso. Apesar de muitas vezes não ser considerado um quadro muito grave, é preciso ter atenção aos sintomas da doença. O principal deles é uma dor aguda no lado direito do abdômen. Quando ela aparece, é necessário buscar um atendimento de urgência.

O que provoca a apendicite?

A apêndice é um resquício da evolução humana e a inflamação pode ocorrer em pessoas de qualquer idade, sendo mais frequente na faixa etária entre 10 a 30 anos. Geralmente, a condição surge quando algum corpo estranho — desde sementes de frutas à parasitas — obstrui o órgão, causando inchaço. Em todos os casos, as bactérias que já são naturais da apêndice proliferam, causando infecção, abscessos e, até mesmo, o rompimento do órgão.

A dor abdominal é o principal sintoma da apendicite

A forte dor abdominal no lado direito é o um indício de que você pode estar com apendicite. Na altura do umbigo, o incômodo costuma ser fraco no início, mas em poucas horas fica mais agudo e severo. Quando o estágio da doença é mais avançado, um toque sobre o local dolorido pode ser insuportável. É importante ficar atento a outros sintomas que também podem denunciar a doença, como náusea, vômito, febre e apetite reduzido. A inflamação também pode vir seguida de calafrios, diarréia e tremores.

Não existe uma fórmula mágica para indicar se a dor sentida pelo paciente é provocada por apendicite ou não. Por isso a importância de buscar um atendimento médico de emergência quando o incômodo der os primeiros sinais. Só o médico vai determinar o diagnóstico com base no seu quadro clínico e exames laboratoriais e de imagem.

Tratamento para apendicite é cirúrgico

Para tratar a apendicite, é necessário realizar um pequeno procedimento cirúrgico. A apendicectomia, como é conhecida, é o processo de remoção completa do órgão inflamado. Essa retirada não traz riscos ou complicações à vida do paciente no futuro, já que o apêndice não tem uma função específica no organismo. Caso o diagnóstico seja feito na fase inicial da inflamação, é possível removê-lo logo após o problema ser percebido.

Últimas novidades

Ver mais