Voltar para home page
Saúde

Apendicite: o que é, sintomas e quando buscar ajuda

 Aprenda a identificar a apendicite!

Aprenda a identificar a apendicite!

Não é difícil encontrar ou conhecer pessoas que já fizeram cirurgia por conta da apendicite. Comum entre crianças e adultos, ela é uma inflamação no apêndice, um pequeno órgão linfático localizado no intestino grosso. Apesar de muitas vezes não ser considerado um quadro muito grave, é preciso ter atenção aos sintomas da doença. O principal deles é uma dor aguda no lado direito do abdômen. Quando ela aparece, é necessário buscar um atendimento de urgência.

O que provoca a apendicite?

A apêndice é um resquício da evolução humana e a inflamação pode ocorrer em pessoas de qualquer idade, sendo mais frequente na faixa etária entre 10 a 30 anos. Geralmente, a condição surge quando algum corpo estranho — desde sementes de frutas à parasitas — obstrui o órgão, causando inchaço. Em todos os casos, as bactérias que já são naturais da apêndice proliferam, causando infecção, abscessos e, até mesmo, o rompimento do órgão.

A dor abdominal é o principal sintoma da apendicite

A forte dor abdominal no lado direito é o um indício de que você pode estar com apendicite. Na altura do umbigo, o incômodo costuma ser fraco no início, mas em poucas horas fica mais agudo e severo. Quando o estágio da doença é mais avançado, um toque sobre o local dolorido pode ser insuportável. É importante ficar atento a outros sintomas que também podem denunciar a doença, como náusea, vômito, febre e apetite reduzido. A inflamação também pode vir seguida de calafrios, diarréia e tremores.

Não existe uma fórmula mágica para indicar se a dor sentida pelo paciente é provocada por apendicite ou não. Por isso a importância de buscar um atendimento médico de emergência quando o incômodo der os primeiros sinais. Só o médico vai determinar o diagnóstico com base no seu quadro clínico e exames laboratoriais e de imagem.

Tratamento para apendicite é cirúrgico

Para tratar a apendicite, é necessário realizar um pequeno procedimento cirúrgico. A apendicectomia, como é conhecida, é o processo de remoção completa do órgão inflamado. Essa retirada não traz riscos ou complicações à vida do paciente no futuro, já que o apêndice não tem uma função específica no organismo. Caso o diagnóstico seja feito na fase inicial da inflamação, é possível removê-lo logo após o problema ser percebido.

Últimas novidades

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Bem-estar

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Para manter a saúde em dia, é essencial ter cuidado com a alimentação. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes pode prevenir diversas doenças e ajudar a tratar outras. As fibras, por exemplo, não são nutrientes, mas são elementos essenciais para o sistema digestivo e que melhoram a função intestinal, prevenindo diversas doenças. Por isso, é muito importante ter uma alimentação abundante nessa substância. Descubra aqui 10 alimentos ricos em fibras para incluir na sua dieta.

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

Saúde

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

O câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de câncer representa 25% dos tumores malignos identificados no país, o que significa que cerca de 180 mil brasileiros são diagnosticados por ano com a doença. A principal causa desse tipo de câncer é o excesso de exposição solar, que resulta no crescimento descontrolado das células presentes na pele. O câncer de pele é discreto e normalmente se manifesta com pequenas pintas que crescem devagar, que às vezes nem parecem preocupantes. Por isso, é importante ficar atento a qualquer irregularidade na pele. Confira abaixo tudo sobre o câncer de pele!

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Saúde

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem de problemas cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, todos os anos no mundo. Em casos de ataque cardíaco, receber os cuidados médicos necessários o quanto antes pode salvar muitas vidas. Por isso, é fundamental ser capaz de identificar um infarto e saber o que fazer de imediato. Veja algumas dicas abaixo!

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

Saúde

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

As pedras na vesícula são mais comuns do que se imagina e podem aparecer por diferentes razões. A principal função da vesícula é servir de recipiente para a bile, um líquido produzido no tecido hepático que auxilia na digestão dos alimentos e seus nutrientes. Mas o que acontece quando esse órgão é afetado por um desequilíbrio? A bile começa a empedrar - e é aí que surgem os cálculos biliares, popularmente conhecidos como pedras na vesícula. Entenda mais abaixo!

Ver mais