Voltar para home page
Saúde

Asma: conheça as causas, sintomas e tratamento

A asma é uma das doenças respiratórias mais comuns no mundo

A asma é uma das doenças respiratórias mais comuns no mundo

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a asma é uma das condições crônicas mais comuns. No Brasil, cerca de 3 a 5% da população sofre com a doença inflamatória crônica das vias aéreas que compromete a respiração. Durante uma crise, os brônquios inflamam e reduzem a passagem de ar, podendo resultar em tosse, falta de ar e aperto no peito. Entenda abaixo as principais causas, sintomas e tratamentos da doença!

Fatores genéticos e ambientais podem estar ligados às causas da asma

Não é possível afirmar ao certo o que exatamente provoca a asma, uma vez que cada pessoa mostra uma sensibilidade específica a estímulos diferentes. Por isso, a doença não possui cura. Mas, ao entender o que causa os ataques de asma é possível tentar reduzir a exposição a esses fatores e, consequentemente, buscar o tratamento mais adequado. Por outro lado, os principais agravantes da doença são fatores ambientais, como alterações climáticas, contato com mofo, poeira e pelo de animais, resfriados e ingestão de determinados alimentos.

Dificuldade para respirar, tosse excessiva e chiado no peito são alguns dos sintomas da asma

De forma geral, os sintomas da asma são bem característicos. Ainda assim, algumas pessoas podem ficar longos períodos sem identificá-los ou senti-los. Os ataques de asma podem ser curtos ou durar dias, tornando-se perigosos caso o fluxo de ar fique muito limitado. Entre os principais sintomas estão tosse excessiva, dificuldade para respirar, chiado, falta de ar e aperto no peito. É importante ressaltar que, os sinais podem surgir a qualquer momento do dia, mas costumam aparecer principalmente pela manhã ou à noite.

O tratamento da asma é feito a partir dos sintomas do paciente

Por ser uma doença que não tem cura, a base do tratamento da asma é a prevenção e controle. As medicações anti-inflamatórias de uso contínuo são a principal forma de minimizar a possível inflamação dos brônquios, fazendo com que os agentes irritantes não impactem e prejudiquem tanto os pulmões. Ainda assim, é importante lembrar que, sem o tratamento contínuo e adequado, os brônquios das pessoas asmáticas podem sofrer cicatrizes que tornam o quadro irreversível. Por isso, é fundamental fazer consultas periodicamente ou conforme a gravidade apresentada.

Fonte: Ministério da Saúde

Últimas novidades

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Bem-estar

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Para manter a saúde em dia, é essencial ter cuidado com a alimentação. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes pode prevenir diversas doenças e ajudar a tratar outras. As fibras, por exemplo, não são nutrientes, mas são elementos essenciais para o sistema digestivo e que melhoram a função intestinal, prevenindo diversas doenças. Por isso, é muito importante ter uma alimentação abundante nessa substância. Descubra aqui 10 alimentos ricos em fibras para incluir na sua dieta.

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

Saúde

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

O câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de câncer representa 25% dos tumores malignos identificados no país, o que significa que cerca de 180 mil brasileiros são diagnosticados por ano com a doença. A principal causa desse tipo de câncer é o excesso de exposição solar, que resulta no crescimento descontrolado das células presentes na pele. O câncer de pele é discreto e normalmente se manifesta com pequenas pintas que crescem devagar, que às vezes nem parecem preocupantes. Por isso, é importante ficar atento a qualquer irregularidade na pele. Confira abaixo tudo sobre o câncer de pele!

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Saúde

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem de problemas cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, todos os anos no mundo. Em casos de ataque cardíaco, receber os cuidados médicos necessários o quanto antes pode salvar muitas vidas. Por isso, é fundamental ser capaz de identificar um infarto e saber o que fazer de imediato. Veja algumas dicas abaixo!

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

Saúde

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

As pedras na vesícula são mais comuns do que se imagina e podem aparecer por diferentes razões. A principal função da vesícula é servir de recipiente para a bile, um líquido produzido no tecido hepático que auxilia na digestão dos alimentos e seus nutrientes. Mas o que acontece quando esse órgão é afetado por um desequilíbrio? A bile começa a empedrar - e é aí que surgem os cálculos biliares, popularmente conhecidos como pedras na vesícula. Entenda mais abaixo!

Ver mais