Voltar para home page
Saúde

Botox: odontologia utiliza a técnica para proporcionar mais saúde bucal

Muito conhecido para fins dermatológicos, o botox também pode ser usado na adontologia

Muito conhecido para fins dermatológicos, o botox também pode ser usado na adontologia

Botox? Odontologia? Você sabe qual a relação entre as duas coisas? A toxina botulínica, popularmente conhecida como botox, se tornou mais famosa para fins dermatológicos. Sua utilidade, no entanto, vai além dos tratamentos estéticos: essa substância, quando aplicada por dentistas, pode auxiliar o tratamento de alguns problemas bucais, como sorriso gengival e bruxismo.

Aplicação de botox: quais os benefícios para a saúde da sua boca?

Por princípio, o botox interfere diretamente no funcionamento dos músculos, inibindo o impulso nervoso e a consequente contração involuntária; o que varia sua utilidade e resultados alcançados é o local de aplicação e a dose utilizada. É importante ressaltar que os benefícios não são definitivos: após um período de três a seis meses, os efeitos são consideravelmente reduzidos e, então, é possível fazer uma nova aplicação.

A substância não possui muitas contraindicações por conta do seu caráter pouco invasivo, mas intolerantes à lactose ou outros componentes da toxina, gestantes, mulheres em período de amamentação e portadores de doenças autoimunes devem evitar o procedimento.

Botox para bruxismo: combatendo as dores

Para os casos de bruxismo (aquele ato involuntário de ranger ou apertar os dentes, principalmente à noite), a toxina botulínica pode ser uma grande aliada. Quem sofre com o problema pode desgastar os dentes, gerando dores de cabeça, na face e nas articulações do rosto. Por não ter uma causa específica (o estresse é uma possibilidade), o foco do tratamento é cuidar dos sintomas e efeitos provocados pelos movimentos.

E é nessa hora que o botox entra em ação: quando aplicado nos músculos responsáveis pela mastigação (que são os mesmos que se contraem no bruxismo), os estímulos involuntários são bloqueados. Assim, mesmo em momentos de estresse e tensão, o paciente não conseguirá fazer o movimento durante o sono.

A autoestima e o sorriso gengival

Ao sorrir, o lábio superior de algumas pessoas se eleva mais do que o necessário, aumentando a exposição da gengiva. Essa condição não afeta a saúde bucal do paciente, mas chega a comprometer a autoestima. Por isso, muitos buscam tratamento - e a solução definitiva ocorre apenas por meio de cirurgia.

Por se tratar de um procedimento invasivo, com período de cuidados no pós-operatório, algumas pessoas podem optar, então, pelo uso do botox. O dentista aplica a substância no lábio superior, diminuindo a tensão muscular na região. Dessa forma, a exposição da gengiva diminui durante o sorriso, suavizando a sensação do paciente e se tornando uma boa opção de tratamento.

Últimas novidades

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Bem-estar

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Para manter a saúde em dia, é essencial ter cuidado com a alimentação. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes pode prevenir diversas doenças e ajudar a tratar outras. As fibras, por exemplo, não são nutrientes, mas são elementos essenciais para o sistema digestivo e que melhoram a função intestinal, prevenindo diversas doenças. Por isso, é muito importante ter uma alimentação abundante nessa substância. Descubra aqui 10 alimentos ricos em fibras para incluir na sua dieta.

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

Saúde

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

O câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de câncer representa 25% dos tumores malignos identificados no país, o que significa que cerca de 180 mil brasileiros são diagnosticados por ano com a doença. A principal causa desse tipo de câncer é o excesso de exposição solar, que resulta no crescimento descontrolado das células presentes na pele. O câncer de pele é discreto e normalmente se manifesta com pequenas pintas que crescem devagar, que às vezes nem parecem preocupantes. Por isso, é importante ficar atento a qualquer irregularidade na pele. Confira abaixo tudo sobre o câncer de pele!

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Saúde

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem de problemas cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, todos os anos no mundo. Em casos de ataque cardíaco, receber os cuidados médicos necessários o quanto antes pode salvar muitas vidas. Por isso, é fundamental ser capaz de identificar um infarto e saber o que fazer de imediato. Veja algumas dicas abaixo!

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

Saúde

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

As pedras na vesícula são mais comuns do que se imagina e podem aparecer por diferentes razões. A principal função da vesícula é servir de recipiente para a bile, um líquido produzido no tecido hepático que auxilia na digestão dos alimentos e seus nutrientes. Mas o que acontece quando esse órgão é afetado por um desequilíbrio? A bile começa a empedrar - e é aí que surgem os cálculos biliares, popularmente conhecidos como pedras na vesícula. Entenda mais abaixo!

Ver mais