Voltar para home page
Bem-estar

Burnout: entenda o que é e os sinais mais comuns do estresse crônico

Burnout é um estado de cansaço mental e físico, geralmente causado por situações estressantes no dia a dia de trabalho

Burnout é um estado de cansaço mental e físico, geralmente causado por situações estressantes no dia a dia de trabalho

Você já ouviu falar na síndrome do burnout? Apesar do nome soar diferente para muitos, esse é um problema bem comum na vida de várias pessoas ao redor do mundo. Também chamado de síndrome do esgotamento profissional, o burnout é caracterizado como um estado de estresse crônico que pode afetar diversas áreas da vida de um indivíduo. Mas quais são as causas disso, como identificar os sintomas e o que fazer para não deixar que essa síndrome atrapalhe o seu dia a dia? A seguir, te contamos tudo que você precisa saber sobre o assunto.

O que é a síndrome do burnout e o que causa esse tipo de estresse?

A síndrome do esgotamento profissional (ou burnout) é um distúrbio psíquico que ocorre devido à exaustão mental e física de um indivíduo. Geralmente, esse tipo de exaustão é o resultado de uma sobrecarga intensa e excessiva no ambiente de trabalho. Dessa forma, pessoas que sofrem com muita pressão, vivem uma rotina muito desgastante (o que inclui os longos trajetos para se chegar ao local, por exemplo) ou tem uma alta carga de trabalho acabam desenvolvendo a síndrome. No entanto, por mais que não pareça um quadro muito preocupante a princípio, é essencial ficar atento a quaisquer sintomas de burnout, pois esse é um distúrbio que precisa de acompanhamento médico e que pode desencadear outros tipos de problemas psicológicos.

Sintomas do burnout incluem dificuldade de concentração e cansaço mental

Existem vários sinais que podem indicar a síndrome do burnout, mas nem sempre eles são detectados com facilidade por quem vive a situação. Alguns dias podem ser mais cansativos do que outros no ambiente de trabalho, mas quando isso se torna muito frequente, é importante ficar atento. O burnout tem diversos sintomas, sendo que os mais comuns são a dificuldade de concentração, lapsos de memória, irritabilidade, agressividade, cansaço físico e mental, dor de cabeça constante, episódios recorrentes de insônia e baixa autoestima.

Dependendo do nível de esgotamento, há casos em que o paciente também pode desenvolver ansiedade e depressão, afastando-se cada vez mais das pessoas ao seu redor. Portanto, se você vive em função do seu trabalho e percebe que isso está afetando negativamente sua vida pessoal e social, é necessário dar uma pausa, respirar fundo e procurar ajuda.

Como lidar com a síndrome do burnout?

Não é tão fácil reconhecer a síndrome do esgotamento profissional porque muitas vezes ela é confundida com um cansaço “normal” de trabalho, mas se houver qualquer suspeita de que você está passando por isso, é fundamental buscar orientação médica. Esse é um distúrbio psíquico bastante sério e que afeta significativamente a qualidade de vida do paciente, portanto não adianta simplesmente esperar as coisas melhorarem porque é algo que pode acabar evoluindo para um quadro mais grave. O tratamento deve ser indicado e acompanhado por especialistas em saúde mental, preferencialmente em um trabalho conjunto entre psicólogos e psiquiatras. O uso de antidepressivos e ansiolíticos costuma ajudar, mas não é a única solução: a psicoterapia e algumas mudanças de hábito são necessárias para melhorar o quadro do paciente que sofre com o burnout.

Últimas novidades

Veja os benefícios do ciclismo e como começar a praticar com segurança

Exercício físico

Veja os benefícios do ciclismo e como começar a praticar com segurança

O ciclismo é um esporte muito prazeroso e que traz diversos benefícios para a saúde física e mental. Podendo ser realizada de diversos jeitos, a atividade física é praticada de forma competitiva, recreativa ou até mesmo como um meio de transporte. Na hora de pedalar, o corpo e a mente trabalham juntos promovendo um bem-estar geral. Mas como começar a praticar esse exercício com segurança? Reunimos informações sobre isso e todas as vantagens do ciclismo. Dá só uma olhada!

5 exercícios físicos para fazer nos dias de calor

Exercício físico

5 exercícios físicos para fazer nos dias de calor

O frio pode ser uma grande desculpa para deixar de praticar atividades físicas. Mas nos dias de muito calor, a indisposição também não fica para trás, já que nosso corpo fica mais propenso à desidratação e se cansa mais rápido. Praticar exercícios físicos no verão requer alguns cuidados, como evitar sair de casa nos horários mais quentes e preferir alimentos mais leves, além de se hidratar mais que o normal. Mas afinal, pode fazer qualquer exercício físico nos dias muito quentes? Quais as melhores atividades mais indicadas para o período?

5 coisas que aprendemos com a pandemia do coronavírus sobre saúde e cuidados

Saúde

5 coisas que aprendemos com a pandemia do coronavírus sobre saúde e cuidados

Não se pode negar que a pandemia do novo coronavírus afetou a vida de todos, mudando completamente a rotina em vários âmbitos. Mas não foi somente isso que sofreu alterações: o último ano também levou à população importantes reflexões. Cuidados com a saúde, com o corpo e com as pessoas ao redor virou uma prioridade nesse “novo normal”. Esses aprendizados se tornaram hábitos que podem permanecer mesmo depois que a pandemia for controlada.

6 dicas para aliviar os efeitos do calor no verão

Bem-estar

6 dicas para aliviar os efeitos do calor no verão

O verão pode ser muito intenso em algumas cidades do Brasil. Aliviar o calor no verão pode parecer uma missão impossível, principalmente quando o ventilador parece não dar conta da situação. Com as temperaturas cada vez mais altas a cada ano, truques caseiros podem ser uma boa alternativa para aliviar o calor no verão.

Ver mais