Voltar para home page
Saúde

Câncer de cólon: quais são as causas, sintomas mais comuns e como é feito o tratamento?

O câncer de cólon é um dos tipos mais comuns da doença

O câncer de cólon é um dos tipos mais comuns da doença

Um dos tipos mais comuns, o câncer de cólon atingiu cerca de 40.990 brasileiros apenas no ano de 2020, segundo os dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer). A doença se caracteriza por tumores localizados no intestino grosso, mas também pode atingir as áreas do ânus e reto. Apesar da complexidade, o diagnóstico precoce possibilita um tratamento mais eficaz e aumenta as chances de cura, principalmente quando a doença ainda não avançou para outros órgãos. É mais comum em pessoas que tenham mais de 50 anos de idade, mas também pode afetar os mais novos. Entenda quais são as possíveis causas, os sintomas e tratamento do câncer de cólon.

Hábitos alimentares e histórico familiar são possíveis causas do câncer de cólon

Diversos fatores podem aumentar as chances de desenvolvimento do câncer de cólon. Maus hábitos alimentares é um deles. Uma dieta pobre em verduras, legumes e frutas e com pouco consumo de fibras é um fator de risco. As chances da doença aumenta mais ainda se o indivíduo come muitos alimentos gordurosos, ultraprocessados e carne vermelha. O tabagismo e o consumo excessivo de álcool também podem favorecer o desenvolvimento desse tipo de câncer.

Pessoas com histórico familiar de tumores no intestino, ovário ou mama devem realizar check-ups frequentes para mapear os órgãos afetados pelo câncer de cólon. Já os profissionais de radiologia precisam redobrar o cuidado com a exposição excessiva aos raios X, que é um fator de risco para a doença.

Câncer de cólon: sangue nas fezes e anemia são alguns dos sintomas

Alguns dos sintomas mais comuns do câncer de cólon são: mudanças na rotina intestinal, perda de peso excessiva e sem nenhuma razão aparente, anemia, fadiga, alterações nas fezes e desconforto abdominal. O sangue nas fezes também é algo que precisa de muita atenção, pois é um dos maiores indicadores da doença. Se você apresentar qualquer um destes sintomas, o ideal é procurar um gastroenterologista o mais rápido possível para avaliar o caso. Quanto mais cedo o câncer de cólon for diagnosticado, maiores as chances de cura.

Como tratar o câncer de cólon?

O tratamento do câncer de cólon é simples, se descoberto em seus estágios iniciais. Por via cirúrgica, parte da área do intestino afetada é retirada, bem como os nódulos linfáticos. Após a cirurgia, possivelmente, será necessário sessões de radioterapia e/ou quimioterapia. Os procedimentos são feitos para diminuir as chances de recidivas (uma nova possibilidade de câncer). Depois do processo de tratamento, é muito importante que o paciente continue fazendo check-ups gerais para monitorar se há ou não outros pontos cancerígenos pelo corpo.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais