Voltar para home page
Saúde

Câncer de mama: aprenda como fazer o autoexame!

O autoexame das mamas é uma forma eficaz de detectar o câncer de mama nos primeiros sinais

O autoexame das mamas é uma forma eficaz de detectar o câncer de mama nos primeiros sinais

No Outubro Rosa, as campanhas pelo mundo alertam sobre a importância da prevenção do câncer de mama. Dentre algumas medidas, o autoexame é uma ferramenta de conhecimento do próprio corpo e que ajuda a identificar qualquer sinal de anormalidade nas mamas. Apesar de ser um assunto muito difundido, é comum que algumas mulheres (e homens também) tenham dificuldades e dúvidas na hora de observar essa área do corpo. O Cuidados Mil separou algumas dicas de como fazer o autoexame das mamas.

Autoexame ajuda na detecção precoce do câncer de mama

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o diagnóstico precoce do câncer de mama só é possível com a educação da população e dos próprios profissionais de saúde para conseguirem identificar qualquer sinal da doença. A campanha do Outubro Rosa tem um objetivo claro de conscientizar as mulheres para buscarem ajuda se for observada qualquer mudança nas mamas, independente da idade. O autoexame das mamas é uma estratégia acessível e muito eficaz de prevenção da doença!

Autoexame das mamas: com que regularidade fazer e o que observar?

Você pode fazer o autoexame das mamas todo mês. O recomendado é sete dias depois do início da menstruação, já que essa fase do ciclo pode deixar a região inchada e dolorida. Procure por qualquer anormalidade nas mamas e na área das axilas: caroços, manchas e texturas diferentes já são sinais que merecem atenção. Esse cuidado é complementado com as visitas regulares ao ginecologista e a mamografia a partir dos 40 anos. Se houver casos de câncer de mama na família, informe ao seu médico para entender melhor se há a necessidade de fazer outros tipos de rastreamento.

As alterações que se deve observar são: caroços perceptíveis na mama ou axila; inchaço anormal; secreção sem que esteja amamentando; feridas ou lesões; vermelhidão, coceira, ardência ou irritação ao redor do mamilo; região que se retrai ao toque; veias dilatadas; texturas diferentes na pele da mama; dores na região da mama e axila.

Como fazer o autoexame das mamas?

O autoexame das mamas é um procedimento rápido e indolor, que você pode fazer no banho ou antes de dormir. O exame pode ser feito deitada ou em pé, na frente do espelho ou no banho, por exemplo. Veja o passo a passo abaixo:

Autoexame das mamas deitada:

  • Coloque uma almofada ou toalha dobrada abaixo do ombro esquerdo (ou no lado que será examinado);
  • Posicione a mão esquerda na nuca;
  • Com a outra mão, faça movimentos circulares na mama, pressionando de leve, mas com firmeza. Comece pelo mamilo e siga até a parte externa da mama;
  • Durante o exame, observe se há qualquer caroço ou regiões que apresentam mais densidade;
  • Apalpe a parte externa da mama e, em seguida, a área das axilas;
  • Repita o procedimento do outro lado.

Autoexame das mamas em pé:

  • Com a coluna ereta, levante o braço do lado que começará o exame e o apoie na nuca;
  • Examine a mama com a outra mão utilizando a ponta dos dedos, fazendo movimentos circulares. Você pode começar pelo mamilo e seguir até a área da axila;
  • Apalpe e sinta as mamas. Observe se há qualquer tipo de nódulo, mesmo que seja quase imperceptível;
  • Troque a posição e repita o passo a passo na outra mama.

Você também pode incluir uma observação das mamas na frente do espelho. Basta se posicionar e, com os braços para baixo, observar o formato e o tamanho das mamas. Verifique se há manchas, inchaço e alterações na textura da pele, além de caroços visíveis. Caso observe qualquer coisa fora do normal, não deixe de procurar um mastologista o quanto antes para que ele faça uma análise mais profunda. Lembre-se: o diagnóstico precoce do câncer de mama aumenta consideravelmente as chances de cura.

Últimas novidades

Entenda como funciona o sistema linfático do corpo humano

Saúde

Entenda como funciona o sistema linfático do corpo humano

O sistema linfático engloba um complexo conjunto de órgãos, tecidos, vasos e dutos que se distribuem por todo o corpo. Sua principal função é a produção de células de defesa do organismo, o que fortalece o nosso sistema imunológico. Além disso, o sistema linfático também é responsável por filtrar e drenar o excesso de líquido do corpo, eliminando impurezas e “devolvendo” o sangue purificado para o nosso organismo. Ou seja, na prática isso quer dizer que qualquer parte do corpo que possua circulação sanguínea tem também a circulação linfática (embora não usem os mesmos vasos, eles “dialogam”). Para facilitar a compreensão desse complexo sistema, reunimos algumas informações sobre o assunto.

6 perguntas e respostas sobre a doação de sangue

Saúde

6 perguntas e respostas sobre a doação de sangue

Doar sangue é um ato voluntário e solidário que pode ajudar a salvar muitas vidas. Em uma única doação, cerca de 450 ml de sangue são coletados, o que, na prática, consegue ajudar até quatro pacientes que precisam do material para sobreviver. Contudo, é comum que algumas dúvidas apareçam ao longo do caminho para quem quer ser um doador e nunca realizou a doação antes. Quem pode doar sangue? O que é necessário para ser um doador? Quantas vezes por ano é possível fazer isso? Para esclarecer o que você precisa saber sobre o assunto, separamos as principais perguntas sobre doação de sangue e respondemos a seguir.

Beber água promove benefícios para a saúde que você nem imagina. Veja alguns!

Alimentação saudável

Beber água promove benefícios para a saúde que você nem imagina. Veja alguns!

A água é uma substância essencial na vida de qualquer ser vivo. Com o verão se aproximando, a ingestão desse líquido se torna ainda mais necessária na nossa rotina: seja para nos manter hidratados ou para matar a nossa sede nos dias mais quentes. O melhor de tudo é que, além de não ter calorias, a água é capaz de promover diversos benefícios para o nosso corpo, alguns já conhecidos; outros nem tanto. Ficou curioso? O Cuidados Mil te conta as vantagens que esse líquido pode trazer para a nossa vida a seguir!

Novembro azul: entenda a importância da conscientização sobre o câncer de próstata

Saúde

Novembro azul: entenda a importância da conscientização sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata é um dos tipos mais comuns quando o assunto é a saúde do homem. A doença atinge o órgão masculino que é responsável pela produção do sêmen (próstata) e raramente apresenta sintomas iniciais, e é justamente por isso que a detecção precoce é tão importante. Logo, o Novembro Azul é uma campanha de conscientização sobre o câncer de próstata bastante necessária, principalmente para homens com idade superior a 50 anos, que são as principais vítimas dessa doença. A seguir, separamos as principais informações sobre o câncer de próstata, como sintomas, tratamento e a melhor forma de preveni-lo.

Ver mais