Voltar para home page
Saúde

Cefaleia e enxaqueca: descubra as causas, sintomas e tratamentos

  A   cefaleia caracteriza as dores em diferentes partes da cabeça, entre elas a enxaqueca, e pode ter variadas causas

A cefaleia caracteriza as dores em diferentes partes da cabeça, entre elas a enxaqueca, e pode ter variadas causas

Durante a vida, mais de 90% das pessoas sentirão alguma dor de cabeça pelo menos uma vez, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A cefaleia caracteriza as dores em diferentes partes da cabeça, entre elas a enxaqueca, e pode acontecer por várias razões - e com intensidade e frequências variadas. Por isso, é comum que muitas pessoas tenham dúvidas sobre quando é o momento de procurar um especialista e verificar as possíveis causas da dor.

Sabendo disso, o médico Marcio Nattan, coordenador do Centro de Cefaleia do Hospital Samaritano Higienópolis e neurologista do Hospital Carlos Chagas, conversou com a rádio Gazeta AM, em São Paulo, sobre o assunto (confira a entrevista completa no link ao final da página).

Enxaqueca: sintomas e causas têm relação genética

A causa mais comum para dores de cabeça recorrentes leva outro nome: enxaqueca. Esse problema, que tem origem genética, pode ser influenciado por diversos fatores, como questões hormonais. Não há um exame específico para confirmar o diagnóstico - e, por isso, a conversa com um especialista para analisar todo o quadro do paciente é essencial.

Ter dor de cabeça constante é normal?

Sentir dor de cabeça não é normal, mas também não é causada por doenças na maioria das vezes. É preciso observar todo o quadro: quando ela se torna recorrente, vem acompanhada de outros sintomas, fica muito forte ou surge aparentemente sem motivo, é a hora de procurar um médico para verificar as possíveis causas.

Exames e especialista a procurar quando a cefaleia for frequente

Para analisar casos de cefaleia, o ideal é buscar um neurologista. Ele irá considerar todo o histórico e relato do paciente para verificar a necessidade de exames complementares. Em alguns casos, não é necessário fazer exames de imagem - na enxaqueca, por exemplo, esse tipo de avaliação não é conclusiva para o diagnóstico final.

Crianças devem ter cuidados especiais?

Não, a análise para crianças e adultos é a mesma: antes de procurar um médico, verifique a recorrência e contexto das dores.

Enxaqueca tem cura?

A doença não tem cura. Porém, ela não é constante - atua por meio de crises. O tratamento serve para tornar esses momentos de dor cada vez mais escassos, aumentando os “ciclos de calmaria”. A partir dos 40 anos, a tendência é que as crises diminuam ou até mesmo parem de ocorrer.

Casos no Brasil

O país tem alto índice de casos, assim como outras nações. Mas, ao olhar especificamente para a enxaqueca crônica, os números são substancialmente maiores. São muitos motivos possíveis para isso - mas se destacam o reduzido acesso à saúde (quanto menor a possibilidade de tratamento, maiores as chances de piora a longo prazo) e a demora do paciente para procurar um especialista.

Clique aqui para conferir a entrevista completa do Dr. Márcio Nattan!

Últimas novidades

Como funciona a vacina contra HPV?

Saúde

Como funciona a vacina contra HPV?

A vacina contra HPV (Papilomavírus Humano) é uma das formas mais eficazes de prevenir a infecção, que pode ter vários tipos e níveis de gravidade. A transmissão ocorre pelo contato sexual ou de mãe para filho e pode atingir pele e mucosas. Além disso, algumas versões do vírus são agentes causadores de diversos cânceres, incluindo o do colo de útero - que, segundo a Organização Mundial da Saúde, afeta cerca de 290 milhões de mulheres no mundo inteiro. A vacina tem uma ação preventiva contra os tipos mais comuns da infecção e pode ser administrada ainda na adolescência.

Acidente Vascular Cerebral: o que é, causas e como prevenir

Emergência

Acidente Vascular Cerebral: o que é, causas e como prevenir

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma dos problemas mais comuns no mundo inteiro. Também conhecido com derrame cerebral, ele acontece por causas variadas e pode levar à morte - ou provocar consequências graves que afetam toda a vida do paciente. A junção de alguns sintomas ajudam a identificar o problema, que precisa de um atendimento médico imediato. O AVC ainda é cercado de mitos e dúvidas, mas uma coisa é certa: o problema pode ser evitado com atitudes simples no dia a dia.

4 benefícios cientificamente comprovados da meditação

Terapias

4 benefícios cientificamente comprovados da meditação

A meditação é um método milenar associado à saúde e ao bem-estar físico e mental. Não se sabe ao certo quando ou onde surgiu, já que a prática acompanha a humanidade desde os seus primórdios, mas uma coisa é certa: a meditação tem ganhado mais popularidade e, inclusive, é indicada no tratamento de diversos transtornos. O método pode ser resumido como um treinamento da mente para esvaziar ou redirecionar os pensamentos. Na prática, é muito mais do que isso e a ciência pode comprovar. Veja abaixo 4 benefícios da meditação com respaldo científico!

Vegetarianismo: o que você precisa considerar antes de fazer a transição?

Alimentação saudável

Vegetarianismo: o que você precisa considerar antes de fazer a transição?

Causa animal, saúde, cuidado com o meio ambiente ou consumo consciente: as motivações para uma pessoa se tornar vegetariana são muitas. O vegetarianismo consiste, basicamente, em não consumir produtos de origem animal (carnes, laticínios e ovos), com algumas variações. Uma pesquisa divulgada pelo Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), em abril de 2018, mostrou o crescimento da prática no país: cerca de 14% dos brasileiros se consideram vegetarianos, um aumento de 75% em comparação a 2012. Não há contraindicação para esse tipo de dieta, mas é necessário que você faça um acompanhamento médico para adequar a alimentação sem prejudicar a sua saúde.

Ver mais