Voltar para home page
Saúde

Células-tronco: como funciona e como a tecnologia pode atuar em diversos tratamentos?

As células-tronco se desenvolvem ainda na fase embrionária

As células-tronco se desenvolvem ainda na fase embrionária

As células-tronco constituem uma tecnologia com muito potencial para revolucionar diversos tratamentos de saúde. Pesquisadores ao redor do mundo estudam as características e novas aplicações dessa inovação. As células-tronco se desenvolvem no organismo ainda na fase embrionária e, depois do nascimento, permanecem em pequena quantidade na maioria dos órgãos. A principal função é proporcionar uma renovação constante no local do corpo onde estão inseridas. É justamente por esse aspecto renovador que as células-tronco podem servir para reparar tecidos danificados. Câncer, doenças degenerativas, problemas cardíacos, mal de Parkinson e mal de Alzheimer são alguns casos que podem ser beneficiados com as pesquisas.

Quais são os tipos de células-tronco?

Os tipos mais comuns de células-tronco são:

Células-tronco embrionárias: encontradas na fase inicial da gestação, essas células podem se transformar em qualquer célula adulta do corpo ou na placenta. Ou seja, a célula-tronco embrionária pode evoluir para qualquer uma das mais de 200 células que compõem o organismo.

Células-tronco adultas: esse tipo é extraído, principalmente, na medula óssea e no material do cordão umbilical. Segundo a Rede Nacional de Terapia Celular (RNTC), cada órgão do corpo possui uma quantidade mínima de células-tronco que ajudam na regeneração das células durante a vida. Elas são menos funcionais do que as embrionárias.

Células-tronco induzidas: muitas pesquisas têm utilizado as células produzidas em laboratório a partir da pele. Basicamente, elas são reprogramadas para voltarem à fase de uma célula-tronco embrionária.

Como as células-tronco podem ser utilizadas?

Centenas de cientistas e centros de pesquisa têm utilizado as células-tronco na tentativa de encontrar caminhos para o tratamento de diversas doenças. De acordo com a Rede Nacional de Terapia Celular, os estudos sobre esse material são muito importantes para entender o desenvolvimento dos organismos e manutenção das células durante a vida - o que pode ser uma resposta para entender as modificações que o organismo passa ao ser afetado por alguma doença.

As pesquisas de terapia celular, por exemplo, buscam formas de substituir células doentes por outras que funcionem corretamente. Cientistas também têm estudado a possibilidade de utilizar as células-tronco no tratamento da diabetes tipo I. A ideia é estimular o pâncreas a voltar com a sua capacidade de produzir insulina. Atualmente, as células-tronco já são usadas para transplantes de medula óssea. O tratamento é utilizado para lidar com alguns tipos de leucemia, anemias e outras síndromes que atingem o sistema hematopoiético.

Últimas novidades

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Bem-estar

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Para manter a saúde em dia, é essencial ter cuidado com a alimentação. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes pode prevenir diversas doenças e ajudar a tratar outras. As fibras, por exemplo, não são nutrientes, mas são elementos essenciais para o sistema digestivo e que melhoram a função intestinal, prevenindo diversas doenças. Por isso, é muito importante ter uma alimentação abundante nessa substância. Descubra aqui 10 alimentos ricos em fibras para incluir na sua dieta.

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

Saúde

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

O câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de câncer representa 25% dos tumores malignos identificados no país, o que significa que cerca de 180 mil brasileiros são diagnosticados por ano com a doença. A principal causa desse tipo de câncer é o excesso de exposição solar, que resulta no crescimento descontrolado das células presentes na pele. O câncer de pele é discreto e normalmente se manifesta com pequenas pintas que crescem devagar, que às vezes nem parecem preocupantes. Por isso, é importante ficar atento a qualquer irregularidade na pele. Confira abaixo tudo sobre o câncer de pele!

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Saúde

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem de problemas cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, todos os anos no mundo. Em casos de ataque cardíaco, receber os cuidados médicos necessários o quanto antes pode salvar muitas vidas. Por isso, é fundamental ser capaz de identificar um infarto e saber o que fazer de imediato. Veja algumas dicas abaixo!

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

Saúde

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

As pedras na vesícula são mais comuns do que se imagina e podem aparecer por diferentes razões. A principal função da vesícula é servir de recipiente para a bile, um líquido produzido no tecido hepático que auxilia na digestão dos alimentos e seus nutrientes. Mas o que acontece quando esse órgão é afetado por um desequilíbrio? A bile começa a empedrar - e é aí que surgem os cálculos biliares, popularmente conhecidos como pedras na vesícula. Entenda mais abaixo!

Ver mais