Voltar para home page
Saúde

Como proteger os idosos do novo coronavírus?

Veja dicas de como manter os idosos protegidos contra o novo coronavírus!

Veja dicas de como manter os idosos protegidos contra o novo coronavírus!

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os idosos correm altos riscos de desenvolver complicações decorrentes da contaminação pelo novo coronavírus. Devido ao processo de envelhecimento do corpo, o sistema imunológico vai se tornando menos resistente e mais vulnerável a doenças, por isso muitos casos de Covid-19 entre esse grupo podem levar à morte. Saiba como proteger os idosos seguindo as medidas recomendadas pelos principais órgãos de saúde.

Vacinação em dia pode ajudar a proteger os idosos de infecções

Ter uma gripe durante a pandemia pode enfraquecer ainda mais o sistema imune dos idosos. Por isso, de acordo com a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), é fundamental que os idosos mantenham o calendário de vacinas em dia, especialmente para as infecções respiratórias mais comuns. Vale lembrar que os idosos formam o grupo prioritário nas campanhas de vacinação realizadas no país.

Visitas devem ser evitadas

Mesmo que a saudade seja grande durante o período de quarentena, a recomendação é manter o isolamento. As visitas aparentemente inofensivas podem representar grandes riscos à saúde dos idosos, porque muitas pessoas podem não apresentar os sintomas e transmitir a doença mesmo nos menores contatos físicos. Se o encontro for inevitável, siga as medidas de proteção recomendadas como o uso de máscaras e álcool em gel.

É importante seguir as orientações de higiene

Nesse momento, os cuidados com a higiene são indispensáveis e devem ser seguido tanto por idosos quanto pelos outros integrantes da família. As recomendações são claras: se precisar sair, use máscara, lave sempre as mãos com água e sabão, use álcool em gel 70% e tire sapatos e troque de roupas ao chegar em casa. É muito importante também evitar beijos, abraços e o compartilhamento de itens de uso pessoal, como copos e talheres.

Cuidados com a alimentação e com o controle de doenças são fundamentais

Se o idoso é portador de alguma doença crônica, como diabetes e hipertensão, é fundamental que ele continue tomando as medicações de forma correta, seguindo sempre as orientações médicas. Também é muito importante garantir uma boa alimentação, já que uma dieta equilibrada e mais natural possível pode fortalecer o sistema imune e prevenir muitas doenças.

Últimas novidades

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Saúde

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Os resultados de uma vacina contra a Covid-19 podem estar próximos. A pandemia do novo coronavírus alterou o modo de vida da sociedade. O isolamento social trouxe novas formas de consumo, hábitos e trabalho, além da forma como lidamos com a saúde. Desde então, muitos institutos de pesquisa espalhados pelo mundo estão estudando os efeitos do vírus e possibilidades de imunização.

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

Saúde

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

A sensação de formigamento nas mãos é algo comum para muita gente e, embora seja um sintoma simples, precisa de atenção. Isso porque diversos motivos podem estar por trás do formigamento, desde um problema de circulação até um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O indicado é observar o quadro e, dependendo da forma como se manifesta, o atendimento médico pode ser necessário.

Quais as principais causas de queda de cabelo?

Saúde

Quais as principais causas de queda de cabelo?

A queda de cabelo é um problema muito comum, mas quando identificar se está perdendo mais fios do que o considerado saudável? O normal é que uma pessoa perca de 100 a 150 fios por dia de forma natural para que o cabelo cresça novamente. Quando a quantidade ultrapassa isso, é sinal de que pode haver um problema clínico por trás. A queda excessiva de cabelo pode ser observada na escovação diária, durante a lavagem ou até mesmo depois de acordar, quando se percebe muitos fios no travesseiro.

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

Bem-estar

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

A quarentena tem afetado, em grande parte da população, o modo de viver e de interagir com o mundo. Viver numa situação de pandemia também trouxe muita preocupação, que se reflete em ansiedade e distúrbios do sono. Insônia, sono muito leve, acordar várias vezes, não conseguir manter uma rotina de sono ou se sentir extremamente cansado mesmo depois de dormir bem são os problemas mais comuns nesse período de isolamento social.

Ver mais