Voltar para home page
Bem-estar

Como se livrar do sedentarismo: 4 dicas para inserir a prática de atividades físicas na sua vida

Sair do sedentarismo é um desafio que requer algumas considerações importantes

Sair do sedentarismo é um desafio que requer algumas considerações importantes

O sedentarismo, a longo prazo, pode ser um vilão da saúde e qualidade de vida! Seja por falta de tempo, por não ter encontrado a atividade ideal ou mesmo por cansaço, é comum que se exercitar fique de lado nas rotinas cada vez mais lotadas. Mesmo assim, a prática de exercícios físicos continua sendo uma das principais maneiras de prevenir e resolver uma série de doenças — que não precisam ser diretamente ligadas à mobilidade do corpo. No fim das contas, com um pouco de disciplina e organização, incluir a prática de atividades físicas no seu cotidiano nem é das tarefas mais complicadas. Veja essas dicas aqui embaixo e veja como!

1# Comece escolhendo uma atividade prazerosa

Para deixar o sedentarismo de lado de uma vez por todas, o primeiro passo é investir em uma atividade física que te dê prazer e vontade de praticar depois que as primeiras semanas de empolgação passarem. Se você não gosta de academia, não precisa se render às sessões de musculação por falta de opção. Existem outros esportes e atividades que, mesmo funcionando de formas diferentes, vão te ajudar a ficar mais saudável. Diferentes tipos de dança, corrida, natação e crossfit são apenas alguns dos exemplos mais populares de modalidades que vão te fazer suar a camisa e resultar nos mesmos — ou melhores — efeitos que a academia. Se você prefere atividades mais relaxantes, yoga e pilates são duas opções que vão trabalhar sua força e flexibilidade, além de trazer benefícios para a mente.

2# Pense na logística para encaixar as aulas na sua rotina

Um dos principais fatores de desânimo para quem pratica atividades físicas regularmente é a falta de praticidade em relação ao dia a dia. O ideal é que a academia, box ou estúdio das aulas seja localizado perto de casa ou do trabalho. Melhor ainda é se ele ficar no seu caminho: tendo que passar por lá, fica mais difícil desistir em um dia que você estiver com a energia mais baixa. Se você preferir a liberdade das corridas ou outras atividades ao ar livre, siga o mesmo critério. Outro ponto a ser levado em consideração são os dias disponíveis: se você não puder se exercitar de segunda a sexta, escolha dias em que a sua agenda não tenha outros compromissos e tente seguir uma rotina.

3# Tenha disciplina para se exercitar regularmente

Mesmo organizando a logística, ser fiel à rotina de exercícios não é a tarefa mais simples se você tiver muitas obrigações e responsabilidades no seu dia. Nesse caso, o que vai contar é a sua disciplina e força de vontade: a não ser que você tenha um compromisso realmente inadiável, evite faltar aos treinos que estabeleceu para a semana. Além de atrapalhar o progresso da sua saúde, começar a faltar mais vezes depois de pular um dia se torna muito mais simples.

4# Aproveite as atividades comuns do seu dia

Aproveitar as atividades e obrigações do seu dia para se movimentar pode ser uma solução contra o sedentarismo. Se você tem um cachorro, por exemplo, pode colocar um tênis e investir em passeios mais longos em áreas arborizadas. Caso o seu trabalho não seja muito longe de casa, veja a possibilidade de ir de bike ou caminhando alguns dias da semana. Além disso, evite usar o carro em distâncias muito curtas e, um dia ou outro, você pode dispensar o elevador e subir alguns lances de escada.

Descer um ponto de ônibus ou trem antes do seu destino, desde que não ofereça perigos, também pode te ajudar a se manter em movimento. Pequenas mudanças de hábitos podem fazer muita diferença para a sua saúde: você otimiza o seu tempo e ainda insere atividades físicas na sua rotina. Lembre- se: todo passo importa!

Últimas novidades

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

Saúde

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

A herpes labial é causada pelo vírus HSV (Herpes Simplex Virus) e se divide em dois tipos, o HSV-1, que geralmente fica alocado na cavidade bucal, e o HSV-2, que atinge os genitais. Ambos são extremamente contagiosos, mas o primeiro é o mais comum. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde estima que 67% da população está infectada por ele.

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

Exercício físico

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

A quarentena fez muita gente aderir aos exercícios físicos caseiros - e isso é um bom sinal. Ficar em casa sem se movimentar pode gerar diversos problemas de saúde típicos do sedentarismo. As dores na coluna são um dos principais exemplos. No entanto, para que a atividade física renda os benefícios desejados, é preciso cuidado e respeito aos limites do corpo.

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Bem-estar

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Os meses de isolamento por causa da pandemia do coronavírus podem deixar algumas consequências na vida da população mesmo quando a rotina voltar ao normal. As pessoas tiveram que se adaptar a um novo modo de vida em meio à incertezas sobre a saúde. A volta à vida normal, mesmo quando os casos da doença diminuírem consideravelmente, pode ser difícil para algumas pessoas.

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Alimentação saudável

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Você consome feijão todos os dias? Apesar de ser um item muito consumido no Brasil, pouca gente sabe da importância não apenas do feijão, mas de todas as leguminosas, para a saúde do nosso corpo. Assim como os legumes, verduras, frutas e hortaliças, as leguminosas devem fazer parte das refeições diariamente. Ricas em fibras, proteínas, carboidratos, também são uma fonte poderosa de ferro.

Ver mais