Voltar para home page
Bem-estar

Dores nas costas: quais são as causas mais comuns?

As dores nas costas podem ter diferentes origens. Entenda!

As dores nas costas podem ter diferentes origens. Entenda!

Estima-se que ao menos uma vez na vida cada pessoa do mundo vai ter dor nas costas. É um problema que pode afetar a rotina, o humor, a qualidade de vida e até mesmo o trabalho. Em geral, as dores têm origem em algum problema na coluna vertebral, nos músculos nos nervos das costas. Mas, elas também podem ser sintomas de outras doenças e estar relacionadas a outras partes do corpo, como cólicas renais ou ovariana, infecções e etc. As dores nas costas podem ser divididas em três tipos mais frequentes: as dores que afetam a região lombar, torácica e cervical. Confira quais as causas mais comuns e como evitar essas dores!

Sedentarismo pode causar dor na lombar

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a dor na lombar é a maior causa de incapacitação e o segundo motivo mais comum de faltas ao trabalho no mundo. É uma condição que pode atingir aproximadamente 65% das pessoa. O estilo de vida, especialmente o sedentarismo, é um dos principais fatores determinantes para o surgimento das dores na região.

Para evitar esse problema, é recomendado fazer ao menos 30 minutos de exercícios físicos todos os dias. Mas, é importante não exagerar, as dores nas costas durante a prática podem ser um sinal de que o seu corpo não está preparado e, nesses casos, o melhor é pedir para que um especialista reavalie o melhor tipo de exercício para você. Vale lembrar que os alongamentos são fundamentais para evitar traumas e que o quadro se agrave.

Postura e posição de dormir inadequadas podem gerar dores

Uma das causas mais comuns da dor na cervical é a má postura. O uso de computadores e smartphones são os grandes causadores das dores nessa região, principalmente para aquelas pessoas que ficam grandes períodos de tempo em uma mesma posição. O ideal é que o pescoço fique sempre que possível em uma posição neutra, por isso é indicado ajustar a cadeira para evitar que o pescoço fique curvado para frente ou para trás.

A posição de dormir e o hábito de ler na cama também podem gerar problemas na cervical. Nesses casos, as dores podem ser evitadas trocando o travesseiro para que o pescoço não faça um ângulo muito alto em relação à coluna.

Sobrecarga muscular e situações de estresse também podem causar dores

As dores torácicas que afetam as costas podem ter origem em órgãos que irradiam a dor para a região, problemas vertebrais e tensões musculares. Os esforços musculares intensos, movimentos repetitivos e situações de estresse emocional são as principais fatores causadores de tensão nesta área do corpo. Por isso, é indicado praticar exercícios mais leves e adotar um estilo de vida mais tranquilo.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais