Voltar para home page
Saúde

Exames de imagem podem causar câncer? Entenda os perigos invisíveis associados a esses pedidos

O uso de algumas tecnologias de exames de imagem podem oferecer riscos à saúde

O uso de algumas tecnologias de exames de imagem podem oferecer riscos à saúde

Ao precisar de apoio para confirmar um diagnóstico ou para realizar um procedimento específico, muitas vezes os médicos pedem um exame mais avançado e preciso, como, por exemplo, uma tomografia computadorizada ou uma cintilografia. A possibilidade de obter imagens claras e mais detalhadas de órgãos representa o avanço da tecnologia na medicina. No entanto, o uso dessas tecnologias deve ser muito bem avaliado, já que pode trazer alguns riscos à saúde. Confira a matéria e conheça os riscos associados a esses procedimentos!

Os perigos da radiação

Os exames de diagnóstico por imagem, como radiografia, cintilografia, cateterismo e, principalmente, tomografia, estão entre os que utilizam radiação ionizante, que é a mesma emitida numa explosão nuclear. A exposição a doses elevadas de radiação pode causar diversos danos ao paciente, incluindo a modificação na estrutura do DNA da célula, levando a mutações que podem originar um câncer.

Quais tomografias oferecem mais riscos ao paciente?

Alguns tecidos são mais sensíveis à radiação do que outros, e podem ser mais favoráveis a desenvolver câncer. Tomografia de abdômen, pelve, tórax, crânio e vasos sanguíneos são os exames que oferecem um maior risco à saúde do paciente.

Mas, afinal, exames de imagem são seguros?

Os exames de imagem são considerados seguros desde que sejam utilizados de forma racional e dentro dos limites recomendados de exposição à radiação. O problema é que, no Brasil, esses exames têm sido pedidos com uma frequência muito alta - segundo a ANS (Associação Nacional de Saúde), a média anual de ressonâncias magnéticas é de 52 por mil habitantes em 35 das nações mais desenvolvidas do mundo, enquanto, no Brasil, o número é de 149 a cada mil. Quanto às tomografias realizadas pelos planos de saúde em 2016, a média aponta 120 para mil habitantes nas nações da OCDE; já no Brasil, são os mesmos 149 para mil beneficiários.

Mesmo que a dose de radioatividade de cada exame seja pequena, o efeito desse tipo de radiação no organismo é cumulativo, portanto, pode trazer riscos futuros à saúde caso a frequência de realização seja alta. Por isso, a dica é se submeter a esse tipo de exame apenas quando for estritamente necessário (conforme protocolos definidos para confirmação diagnóstica e programação de tratamento).

Últimas novidades

Hepatite virais: quais são as causas, sintomas e tratamentos?

Saúde

Hepatite virais: quais são as causas, sintomas e tratamentos?

As hepatites virais afetam mais de 400 milhões de pessoas todos os anos no mundo inteiro, segundo a Organização Pan-Americana de Saúde. Considerado um grave problema de saúde pública, os tipos mais comuns da doença no Brasil são as hepatites A, B e C. A infecção atinge o fígado e pode não apresentar sintomas, possibilitando o diagnóstico apenas em graus mais avançados da doença.

Nutrientes e saúde mental: saiba como a deficiência de vitaminas e minerais pode afetar o psicológico

Saúde

Nutrientes e saúde mental: saiba como a deficiência de vitaminas e minerais pode afetar o psicológico

Todo mundo sabe o impacto que uma dieta rica e nutritiva exerce na prevenção doenças cardíacas e endócrinas, mas você costuma associar a saúde mental com a sua alimentação? A maioria das pessoas não. Estresse, cansaço mental e ansiedade são transtornos muito comuns. No caso da depressão, o Brasil é considerado o país da América Latina com mais casos: segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 5,8% dos brasileiros sofrem com o problema - no mundo todo, são 322 milhões de pessoas.

Como desacelerar antes de dormir? Veja os benefícios dessa prática na qualidade do seu sono!

Bem-estar

Como desacelerar antes de dormir? Veja os benefícios dessa prática na qualidade do seu sono!

Um dia cheio de tarefas, estresse ou ansiedade pode impactar diretamente o seu sono. Insônia e noites mal dormidas são uma resposta natural do nosso corpo a essas situações. Além de ter o humor e produtividade prejudicados no dia seguinte, qualquer alteração no período destinado ao descanso pode se refletir na saúde: é na hora de dormir que o nosso corpo repõe energia, fortalece o sistema imunológico, libera hormônios e estabiliza a memória.

Como a amamentação interfere a saúde das crianças?

Saúde

Como a amamentação interfere a saúde das crianças?

A amamentação é uma maneira eficaz, segura e acessível para criar vínculos de afeto e proporcionar todas as necessidades nutricionais que um bebê precisa para se desenvolver bem. O leite materno é a melhor estratégia para reduzir a mortalidade infantil e também tem implicações benéficas na saúde emocional da mãe. É por isso que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o aleitamento materno exclusivo até os seis meses e complementado até dois anos de idade.

Ver mais