Voltar para home page
Médico de família

Mitos e verdades sobre médico de família: esclareça suas dúvidas sobre o atendimento primário à saúde

Médico de família ainda gera muitas dúvidas. Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de atendimento!

Médico de família ainda gera muitas dúvidas. Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de atendimento!

Ter um profissional que possa acompanhá-lo durante toda a vida é, sem dúvidas, um dos maiores benefícios do atendimento com um médico de família. No entanto, esse conceito ainda não é tão difundido no Brasil e, por isso, muita gente ainda tem dúvidas sobre atenção primária à saúde. Pensando nisso, o Cuidados Mil separou alguns mitos e verdades sobre o médico de família. Confira!

Médico de família pode lidar com até 90% dos problemas dos pacientes.

Verdade! Capacitados para atender a pacientes nos diferentes ciclos de vida, os médicos de família podem lidar com até 90% dos problemas de saúde. Esses profissionais acompanham o desenvolvimento da criança, realizam as prevenções ginecológicas e urológicas e, caso haja necessidade, encaminhar o paciente para um especialista.

O modelo de saúde de médicos de família não existe no Brasil.

Falso! A estratégia tradicional de atenção primária à saúde, ou seja, com atendimentos de médico de família, faz muito sucesso em alguns sistemas estrangeiros e tem começado a ganhar espaço no Brasil, não só para evitar gastos desnecessários, mas também para oferecer uma assistência mais centrada no paciente.

As consultas com os médicos de família são diferenciadas.

Verdade! Depois de se inscrever em uma unidade de atenção primária, o paciente é acompanhado por uma equipe de saúde multidisciplinar, que realizará a coordenação do cuidado. As consultas são personalizadas e feitas com calma, possibilitando que o médico converse com o paciente sobre todo o seu histórico e estilo de vida atual, criando uma relação de confiança entre os dois. Dessa forma, ao invés de tratarem apenas as doenças, promove-se a saúde e eliminam-se alguns hábitos prejudiciais adquiridos ao longo da vida.

O médico de família ajuda a promover a saúde.

Verdade! O objetivo dessa especialidade é conhecer e acompanhar as pessoas por toda a vida, dentro do seu contexto e das suas particularidades. Por isso, o médico de família não foca apenas na doença. A sua especialidade é cuidar de pessoas, analisando o contexto familiar bem como o local onde vive, e assim ajuda a prevenir as doenças e a promover a saúde.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais