Voltar para home page
Médico de família

Mitos e verdades sobre médico de família: esclareça suas dúvidas sobre o atendimento primário à saúde

Médico de família ainda gera muitas dúvidas. Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de atendimento!

Médico de família ainda gera muitas dúvidas. Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de atendimento!

Ter um profissional que possa acompanhá-lo durante toda a vida é, sem dúvidas, um dos maiores benefícios do atendimento com um médico de família. No entanto, esse conceito ainda não é tão difundido no Brasil e, por isso, muita gente ainda tem dúvidas sobre atenção primária à saúde. Pensando nisso, o Cuidados Mil separou alguns mitos e verdades sobre o médico de família. Confira!

Médico de família pode lidar com até 90% dos problemas dos pacientes.

Verdade! Capacitados para atender a pacientes nos diferentes ciclos de vida, os médicos de família podem lidar com até 90% dos problemas de saúde. Esses profissionais acompanham o desenvolvimento da criança, realizam as prevenções ginecológicas e urológicas e, caso haja necessidade, encaminhar o paciente para um especialista.

O modelo de saúde de médicos de família não existe no Brasil.

Falso! A estratégia tradicional de atenção primária à saúde, ou seja, com atendimentos de médico de família, faz muito sucesso em alguns sistemas estrangeiros e tem começado a ganhar espaço no Brasil, não só para evitar gastos desnecessários, mas também para oferecer uma assistência mais centrada no paciente.

As consultas com os médicos de família são diferenciadas.

Verdade! Depois de se inscrever em uma unidade de atenção primária, o paciente é acompanhado por uma equipe de saúde multidisciplinar, que realizará a coordenação do cuidado. As consultas são personalizadas e feitas com calma, possibilitando que o médico converse com o paciente sobre todo o seu histórico e estilo de vida atual, criando uma relação de confiança entre os dois. Dessa forma, ao invés de tratarem apenas as doenças, promove-se a saúde e eliminam-se alguns hábitos prejudiciais adquiridos ao longo da vida.

O médico de família ajuda a promover a saúde.

Verdade! O objetivo dessa especialidade é conhecer e acompanhar as pessoas por toda a vida, dentro do seu contexto e das suas particularidades. Por isso, o médico de família não foca apenas na doença. A sua especialidade é cuidar de pessoas, analisando o contexto familiar bem como o local onde vive, e assim ajuda a prevenir as doenças e a promover a saúde.

Últimas novidades

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Saúde

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Os resultados de uma vacina contra a Covid-19 podem estar próximos. A pandemia do novo coronavírus alterou o modo de vida da sociedade. O isolamento social trouxe novas formas de consumo, hábitos e trabalho, além da forma como lidamos com a saúde. Desde então, muitos institutos de pesquisa espalhados pelo mundo estão estudando os efeitos do vírus e possibilidades de imunização.

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

Saúde

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

A sensação de formigamento nas mãos é algo comum para muita gente e, embora seja um sintoma simples, precisa de atenção. Isso porque diversos motivos podem estar por trás do formigamento, desde um problema de circulação até um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O indicado é observar o quadro e, dependendo da forma como se manifesta, o atendimento médico pode ser necessário.

Quais as principais causas de queda de cabelo?

Saúde

Quais as principais causas de queda de cabelo?

A queda de cabelo é um problema muito comum, mas quando identificar se está perdendo mais fios do que o considerado saudável? O normal é que uma pessoa perca de 100 a 150 fios por dia de forma natural para que o cabelo cresça novamente. Quando a quantidade ultrapassa isso, é sinal de que pode haver um problema clínico por trás. A queda excessiva de cabelo pode ser observada na escovação diária, durante a lavagem ou até mesmo depois de acordar, quando se percebe muitos fios no travesseiro.

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

Bem-estar

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

A quarentena tem afetado, em grande parte da população, o modo de viver e de interagir com o mundo. Viver numa situação de pandemia também trouxe muita preocupação, que se reflete em ansiedade e distúrbios do sono. Insônia, sono muito leve, acordar várias vezes, não conseguir manter uma rotina de sono ou se sentir extremamente cansado mesmo depois de dormir bem são os problemas mais comuns nesse período de isolamento social.

Ver mais