Voltar para home page
Bem-estar

Nutricionista, endócrino e nutrólogo: entenda as diferenças e saiba qual especialista buscar

Saber a diferença entre nutricionista, endocrinologista e nutrólogo vai te ajudar a buscar o profissional certo para o seu problema ou objetivo

Saber a diferença entre nutricionista, endocrinologista e nutrólogo vai te ajudar a buscar o profissional certo para o seu problema ou objetivo

Na hora de buscar um tratamento para problemas relacionados à alimentação, sempre surge a dúvida sobre qual o especialista indicado para sua necessidade: nutricionista, endócrino ou nutrólogo? Cada especialidade oferece respostas para diferentes condições de saúde, seja obesidade, suplementação de vitaminas, reeducação alimentar ou distúrbios que estão dificultando o emagrecimento. Saber as distinções e funções específicas de cada profissional é o primeiro passo para buscar o atendimento correto.

Enquanto o nutricionista prescreve dietas e ajuda na mudança de hábitos alimentares, o endocrinologista trata distúrbios hormonais e metabólicos que desencadeiam diversas doenças. Já o nutrólogo estuda os benefícios e malefícios causados pelo consumo dos nutrientes - com a intenção de prevenir problemas como diabetes, obesidade e hipertensão.

O nutricionista transforma a relação entre pessoas e alimentos

Mudar a experiência das pessoas com os alimentos é um dos papéis do nutricionista. Ele é o mais indicado para o processo de reeducação alimentar, que envolve mudanças de hábitos e uma nova relação com a comida. O profissional faz orientações nutricionais e dietéticas para diferentes objetivos, como emagrecimento ou ganho de massa muscular, garantindo uma distribuição equilibrada dos nutrientes em todas as refeições. O nutricionista, no entanto, não prescreve medicamentos e nem suplementações vitamínicas para os pacientes.

O endocrinologista cuida das alterações metabólicas e hormonais

O endocrinologista é o médico que faz o diagnóstico e trata as doenças causadas por distúrbios metabólicos ou hormonais - alterações que podem estar associadas com a dificuldade para perder peso. O sistema endócrino é composto por glândulas e órgãos que, pela produção de hormônios, determinam diversas atividades do corpo humano. Condições como osteoporose, ovário micropolicístico, problemas na tireóide, alterações menstruais, excesso de pelos, tumores na hipófise e osteoporose têm relação com esse sistema. O médico endocrinologista também investiga a origem da obesidade, diabetes e colesterol alto, por exemplo, para um tratamento mais assertivo. Muitas vezes, o tratamento precisa ser complementado com a orientação de um nutricionista.

Nutrólogo: prevenção de doenças causadas por alterações nutricionais

A nutrologia é um campo da saúde que estuda a ação dos nutrientes (vitaminas, carboidratos, minerais, gorduras e proteínas) no organismo - tanto os benefícios quanto os malefícios. O nutrólogo faz o acompanhamento nutricional do paciente para atuar na prevenção de doenças que têm relação com a deficiência ou excesso dessas substâncias, como obesidade, diabetes e hipertensão arterial. O especialista em nutrologia é capaz de identificar erros alimentares que afetam o organismo e propor mudanças de hábitos para uma vida mais saudável.

Fontes: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Associação Brasileira de Nutrologia e Conselho Federal de Nutricionistas.

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais