Voltar para home page
Alimentação saudável

O que você deve considerar antes de fazer uma reeducação alimentar?

A reeducação alimentar é um processo de mudanças de hábitos

A reeducação alimentar é um processo de mudanças de hábitos

Você com certeza já ouviu falar da reeducação alimentar. Mais que uma dieta, a redefinição da forma como você come é uma mudança de vida: ou melhor, a transformação de hábitos para uma vida mais saudável. Uma alimentação equilibrada ajuda a manter a sua energia no nível ideal, melhora o sono e pode até te ajudar a lidar com problemas psicológicos. Além, claro, de prevenir muitas doenças graves. Sendo esportista ou não, querendo emagrecer ou não, é certo que a população precisa reaprender a se alimentar corretamente. Antes de começar, porém, você deve considerar algumas coisas. Confira!

Reeducação alimentar não é privação e nem dieta: é um processo de transformação

Muitas pessoas mergulham na reeducação alimentar com a expectativa de dieta milagrosa que vai resolver os problemas de saúde e emagrecer em pouco tempo. A grande realidade, no entanto, é que a reeducação alimentar é um processo. Dietas têm início, meio e fim. Já a reeducação alimentar é, de fato, reaprender a comer para o resto da vida. Não há privações na reeducação alimentar, mas sim comer de tudo da maneira correto.

Apesar de não ser restrito, esse não é um processo fácil. É por isso que é muito importante que você não faça essa transição por conta própria. O acompanhamento de um nutricionista é fundamental.

Mudanças de hábitos são essenciais para fazer a reeducação alimentar

Para quem pensa que apenas comer melhor é suficiente para começar a reeducação alimentar, pode parar por aí. A reeducação alimentar requer uma mudança profunda para um estilo de vida mais saudável, o que significa que não só a alimentação deve mudar. Para dar certo, ela deve estar aliada com outras mudanças de hábitos: praticar atividade física com regularidade, reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e abandonar o cigarro são alguns dos costumes que devem ser pensados.

Além de aumentar o consumo de verduras, legumes e frutas e reduzir a ingestão de alimentos ultraprocessados e gordurosos - como o fast food, refrigerantes e frituras -, outra coisa que precisa da sua atenção é a quantidade de água bebida por dia. Ela é essencial para filtrar as impurezas do corpo, mantê-lo sempre hidratado, saudável e fortalecer o funcionamento de órgãos internos, como fígado, intestino e rins.

Reeducação alimentar: reflita sobre os seus hábitos na hora de comer

O mais importante na reeducação alimentar é tomar consciência do que se está comendo. Aquele alimento realmente tem uma origem interessante? Vale a pena comer aquilo só para saciar um desejo? A alimentação ultraprocessada (doces, hambúrguer, frituras, refrigerantes em excesso) está se tornando um vício? A reflexão sobre a comida é o ponto fundamental para que a reeducação alimentar realmente dê certo. Na dúvida, converse com o seu nutricionista!

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais