Voltar para home page
Consulta

Outubro rosa: a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama

O outubro rosa é um momento de conscientização sobre a importância de se prevenir contra o câncer de mama!

O outubro rosa é um momento de conscientização sobre a importância de se prevenir contra o câncer de mama!

Chega outubro e o rosa toma conta da iluminação de prédios públicos e privados, campanhas de variadas marcas na televisão e ações pelas cidades. O rosa é um lembrete: o câncer de mama é um perigo real para mulheres do mundo inteiro. Esse é o segundo câncer que mais atinge as brasileiras. Para se ter uma ideia, a estimativa para 2019 foi de 59.700 novos casos da doença no país. No âmbito internacional, são cerca de 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes por ano, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O outubro rosa é um momento de conscientização sobre a importância de se prevenir. O diagnóstico precoce pode salvar vidas!

O que é o câncer de mama?

O câncer de mama se desenvolve quando há um aumento desordenado das células do tecido mamário. De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, o quadro costuma se iniciar nas células do tecido que envolve a parte mais interna do ducto da mama. Geralmente, é definido como “in situ” os tipos que não apresentam risco de invasão da membrana basal celular e metástase - com chance total de cura. Os tumores invasivos descobertos no início da doença também podem ser curados, segundo a organização.

Não há uma causa específica para o câncer de mama, mas na maioria das vezes é decorrente de mutações do gene ao longo da vida ou fatores hereditários. O histórico familiar desse tipo de câncer é um ponto de atenção, mas outros aspectos também podem influenciar: exposição hormonal, consumo excessivo de álcool, obesidade, falta de atividades físicas, entre outros. O câncer de mama também pode atingir homens, mas os casos são bem mais raros. Segundo o Ministério da Saúde, representa menos de 1% nos diagnósticos da doença.

Sintomas do câncer de mama: busque ajuda médica imediatamente se notar qualquer um!

O aparecimento de um nódulo é o sinal mais comum de câncer de mama. Normalmente, o caroço é mais duro e irregular e a pessoa não sente dor ao tocar, é por isso que o autoexame deve fazer parte da rotina. Existem outros sintomas que podem indicar o tumor, veja alguns listados pelo Ministério da Saúde:

- Aparência da pele semelhante à casca de laranja;
- Retração cutânea;
- Dor na mama;
- Inversão do mamilo;
- Hiperemia (aumento da circulação sanguínea no local);
- Descamação do mamilo;
- Secreção.

Ao notar um nódulo ou qualquer outro sinal da doença, é necessário fazer alguns exames específicos para confirmar o diagnóstico ou descartar o câncer. Geralmente, o médico faz um exame clínico e a mamografia - exames como ultrassonografia e ressonância magnética também podem ser solicitados. Segundo o Ministério da Saúde, a confirmação do câncer só é feita por meio da biópsia. A partir do resultado, o médico indicará o melhor tratamento, respeitando o estado da paciente, a idade e se há outras doenças relacionadas.

A prevenção é a melhor saída contra o câncer de mama

Além do autoexame e visitas frequentes ao ginecologista, a prevenção do câncer de mama também envolve outros aspectos. A principal estratégia é controlar os fatores de risco para o desenvolvimento da doença, como sedentarismo, excesso de peso e alimentação inadequada. De acordo com o Ministério da Saúde, um estilo de vida mais saudável é capaz de reduzir em até 28% o risco da doença. O diagnóstico precoce do câncer de mama é muito importante: quanto antes a doença for descoberta, mais chances a mulher tem de ser curada, além de ser possível utilizar terapias menos invasivas no tratamento.

Fontes: Sociedade Brasileira de Mastologia, Ministério da Saúde e Inca

Últimas novidades

Mês das crianças: veja os cuidados de saúde importantes na primeira e segunda infância

Bem-estar

Mês das crianças: veja os cuidados de saúde importantes na primeira e segunda infância

No mês de outubro é comemorado o Dia das Crianças. Conhecido como um momento para presentear os pequenos e incentivar as brincadeiras, a data também é uma oportunidade para falar sobre saúde. Na primeira e segunda infância (do nascimento até os 6 anos de idade e dos 6 anos até a puberdade, respectivamente), a criança passa por diversos níveis de aprendizado e desenvolvimento.

Outubro rosa: 5 formas de se proteger contra o câncer de mama

Saúde

Outubro rosa: 5 formas de se proteger contra o câncer de mama

Outubro é o mês de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. Causado pela multiplicação desequilibrada das células da mama, dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) apontam que esse tipo de câncer deve atingir cerca de 66 mil pessoas no Brasil em 2020. O câncer de mama é um dos mais comuns que atinge as mulheres no Brasil e no mundo, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Apesar de raro, o câncer de mama também pode atingir homens.

5 doenças, além da Covid-19, que precisam da sua atenção em 2020

Saúde

5 doenças, além da Covid-19, que precisam da sua atenção em 2020

A pandemia do novo coronavírus impactou a vida das pessoas e sua relação com a própria saúde. Cuidados como o isolamento social, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel e uso de máscara se tornaram a nova rotina para se manter longe da Covid-19. Entretanto, apesar de protegido contra o novo vírus, outras doenças podem ser tão preocupantes quanto e que necessitam de atenção, com uma vantagem: elas podem ser evitadas com os cuidados necessários.

Como incluir as oleaginosas na alimentação?

Alimentação saudável

Como incluir as oleaginosas na alimentação?

Castanhas, nozes, amêndoas, avelãs… o que esses alimentos têm em comum? Além de estarem no grupo das oleaginosas, ele são ricos em diversas substâncias que fazem muito bem para a saúde em geral, como antioxidantes e minerais. As oleaginosas estão associadas à diminuição dos riscos de ter doenças no coração, melhor funcionamento do sistema nervoso e ação anti-inflamatória, dentre outros benefícios comprovados.

Ver mais