Voltar para home page
Odontologia

Pandemia e bruxismo: o estresse causado pelo coronavírus pode desencadear o problema?

O bruxismo pode trazer graves consequências à saúde se não for tratado corretamente

O bruxismo pode trazer graves consequências à saúde se não for tratado corretamente

A pandemia do coronavírus que atingiu o mundo em 2020 tem apresentado efeitos na população que vão além da infecção em si. Especialistas alertam para o impacto da doença na saúde mental: algumas pesquisas já indicam que a quarentena aumentou os casos de ansiedade e crises depressivas. O estresse também pode desencadear problemas na saúde bucal, como o bruxismo, uma disfunção involuntária que tem bastante relação com aspectos comportamentais. Afinal, a pandemia pode provocar ou mesmo agravar o quadro? Como melhorar os sintomas do bruxismo no dia a dia? Entenda essa relação e veja algumas dicas abaixo para melhorar os sintomas!

O que é o bruxismo?

O bruxismo é uma disfunção involuntária e funcional que se caracteriza pelo ato de apertar ou ranger os dentes durante o sono. Em alguns casos, o hábito também pode surgir quando o paciente está acordado, chamado de briquismo, principalmente se ele estiver passando por situações de estresse, pressão na vida pessoal e profissional ou ansiedade. Acredita-se que o bruxismo tenha origem genética, mas também pode estar relacionado a aspectos comportamentais e anatômicos da própria estrutura bucal.

A desordem costuma ser percebida com dores no maxilar, nos dentes, na gengiva e na cabeça. No entanto, o bruxismo também pode causar desgaste, quebra ou mesmo o amolecimento dos dentes com o tempo. Em condições mais graves, o problema provoca mudanças na estrutura óssea da mandíbula. Por isso, o bruxismo precisa de intervenção no estágio inicial, ou seja, quando os primeiros sinais começam a surgir, para evitar consequências mais graves.

Problemas emocionais gerados pela quarentena podem agravar o bruxismo

Em tempos difíceis, como a pandemia e a quarentena, os casos de bruxismo (que às vezes nem eram percebidos) podem ser agravados. Isso ocorre justamente pela relação do problema com distúrbios emocionais e psicológicos. Pacientes podem relatar o apertamento involuntário dos dentes durante o dia e dores faciais ao acordar. Se você tem sentido os dentes doloridos, acompanhado de dor na mandíbula e na cabeça, é importante buscar um dentista de confiança para relatar o problema e verificar possíveis tratamentos.

Como melhorar os sintomas do bruxismo em casa?

O bruxismo, em estágios iniciais, pode ser tratado de forma clínica com o uso de placas de acetato ou acrílico durante a noite - que impedem o ato de ranger ou apertar os dentes. No entanto, esse é um tratamento que deve ser feito em conjunto com terapias que trabalham a origem do problema. Ou seja, se você está muito estressado ou ansioso, é importante cuidar do lado emocional e psicológico para que o bruxismo não atrapalhe a sua vida.

A meditação, por exemplo, é uma técnica que pode ajudar bastante a desacelerar e liberar as tensões do corpo. Dentistas também recomendam massagens e exercícios faciais para distensionar a mandíbula e a cervical, principalmente antes de dormir. Em todo caso, o acompanhamento profissional é super importante para controlar o quadro e oferecer mais qualidade de vida ao paciente.

Últimas novidades

Entenda como funciona o sistema linfático do corpo humano

Saúde

Entenda como funciona o sistema linfático do corpo humano

O sistema linfático engloba um complexo conjunto de órgãos, tecidos, vasos e dutos que se distribuem por todo o corpo. Sua principal função é a produção de células de defesa do organismo, o que fortalece o nosso sistema imunológico. Além disso, o sistema linfático também é responsável por filtrar e drenar o excesso de líquido do corpo, eliminando impurezas e “devolvendo” o sangue purificado para o nosso organismo. Ou seja, na prática isso quer dizer que qualquer parte do corpo que possua circulação sanguínea tem também a circulação linfática (embora não usem os mesmos vasos, eles “dialogam”). Para facilitar a compreensão desse complexo sistema, reunimos algumas informações sobre o assunto.

6 perguntas e respostas sobre a doação de sangue

Saúde

6 perguntas e respostas sobre a doação de sangue

Doar sangue é um ato voluntário e solidário que pode ajudar a salvar muitas vidas. Em uma única doação, cerca de 450 ml de sangue são coletados, o que, na prática, consegue ajudar até quatro pacientes que precisam do material para sobreviver. Contudo, é comum que algumas dúvidas apareçam ao longo do caminho para quem quer ser um doador e nunca realizou a doação antes. Quem pode doar sangue? O que é necessário para ser um doador? Quantas vezes por ano é possível fazer isso? Para esclarecer o que você precisa saber sobre o assunto, separamos as principais perguntas sobre doação de sangue e respondemos a seguir.

Beber água promove benefícios para a saúde que você nem imagina. Veja alguns!

Alimentação saudável

Beber água promove benefícios para a saúde que você nem imagina. Veja alguns!

A água é uma substância essencial na vida de qualquer ser vivo. Com o verão se aproximando, a ingestão desse líquido se torna ainda mais necessária na nossa rotina: seja para nos manter hidratados ou para matar a nossa sede nos dias mais quentes. O melhor de tudo é que, além de não ter calorias, a água é capaz de promover diversos benefícios para o nosso corpo, alguns já conhecidos; outros nem tanto. Ficou curioso? O Cuidados Mil te conta as vantagens que esse líquido pode trazer para a nossa vida a seguir!

Novembro azul: entenda a importância da conscientização sobre o câncer de próstata

Saúde

Novembro azul: entenda a importância da conscientização sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata é um dos tipos mais comuns quando o assunto é a saúde do homem. A doença atinge o órgão masculino que é responsável pela produção do sêmen (próstata) e raramente apresenta sintomas iniciais, e é justamente por isso que a detecção precoce é tão importante. Logo, o Novembro Azul é uma campanha de conscientização sobre o câncer de próstata bastante necessária, principalmente para homens com idade superior a 50 anos, que são as principais vítimas dessa doença. A seguir, separamos as principais informações sobre o câncer de próstata, como sintomas, tratamento e a melhor forma de preveni-lo.

Ver mais