Voltar para home page
Saúde

Pressão arterial: saiba como medir e interpretar os resultados

Saiba como medir a pressão arterial e interpretar os resultados!

Saiba como medir a pressão arterial e interpretar os resultados!

A aferição da pressão arterial costuma ser uma prática comum em casos específicos. Geralmente, as pessoas que têm esse hábito já foram diagnosticadas com hipertensão ou são mulheres grávidas - que precisam manter o controle da pressão arterial a cada consulta de pré-natal. Fazer essa checagem regularmente pode prevenir o descontrole da pressão arterial, além de garantir o socorro imediato quando necessário. Nos dois casos, você precisa entender o mecanismo do aparelho de pressão arterial e saber interpretar os resultados.

O que é pressão arterial e o que os números do aparelho indicam?

Os valores indicados no aparelho de pressão arterial se referem à pressão com que o sangue percorre o seu corpo depois que é bombeado pelo coração. Os dois números são relacionados aos movimentos cardíacos de sístole e diástole - respectivamente, quando o coração se contrai, bombeando o sangue para o corpo, e relaxa, se enchendo de sangue para repetir o processo em seguida. O número máximo é o sistólico e indica a força de bombeamento do coração. O segundo (e menor) número é o diastólico e indica a pressão dos vasos sanguíneos em todo o corpo quando o coração relaxa — o caminho de volta do sangue.

Quais são os níveis estabelecidos de pressão arterial normal, alta e baixa?

  • O nível de pressão arterial saudável e ideal para um adulto é, no máximo, 12/8 ou 120/80 mmHg - sendo 12 a pressão sistólica e 8, a diastólica. Esses valores devem ser levados em consideração nos momentos em que a pessoa estiver em repouso.
  • Quando os valores de aferição de pressão chegam ou passam de 14/9 se caracteriza a hipertensão. Nesse caso, a busca de ajuda médica é essencial para que um tratamento seja estabelecido e outras consequências da condição sejam evitadas.
  • Quem tem a pressão arterial entre 12/8, que é normal, e 14/9 que é alto, precisa ficar atento: existe a predisposição a um quadro de hipertensão. É necessário acompanhar a pressão regularmente e priorizar um estilo de vida mais saudável.
  • Um quadro de hipotensão — ou pressão baixa — é identificado quando estes valores estão mais baixos do que 10/6. Nesse caso, é normal que a pessoa se sinta nauseada, tonta e pode, até mesmo, desmaiar. Fique atento aos sinais!

Qual é a maneira correta de aferir pressão?

A melhor forma de aferir a pressão em casa é utilizando um aparelho digital, de preferência o que tem a braçadeira. O mais importante é saber a maneira correta de fazer o procedimento. No caso do primeiro, é preciso colocar a braçadeira a cerca de 3 cm da dobra do cotovelo e deixar o fio por cima do braço. Sentado, com o cotovelo apoiado numa altura acima do diafragma e a palma da mão virada para cima, ligue o aparelho e deixe que ele faça toda a leitura.

Evite o uso de acessórios, como pulseiras e elásticos de cabelo apertados nos braços, e mantenha as pernas desdobradas. Durante a medição, é importante ficar imóvel, respirar normalmente e evitar qualquer atividade que modifique a respiração.

Fique atento aos sinais e não deixe de se consultar com um médico para garantir o acompanhamento da sua saúde geral e obter orientações sobre o melhor tratamento em caso de mudanças na sua pressão arterial.

Últimas novidades

Mitos e verdades sobre o reajuste de plano de saúde

Saúde

Mitos e verdades sobre o reajuste de plano de saúde

Algumas dúvidas podem surgir quando o assunto é reajuste do plano de saúde. Afinal, quem calcula o valor? É possível ficar acima do IPCA? Posso ser cobrado duas vezes? Saiba a resposta para essas e outras perguntas no conteúdo que preparamos para você. Confira!

Saiba mais sobre o reajuste de plano de saúde para planos individuais

Plano de saúde

Saiba mais sobre o reajuste de plano de saúde para planos individuais

A taxa de reajuste no valor dos planos de saúde ocorre todos os anos. Essa porcentagem nem sempre é a mesma da inflação e, por isso, muitos ficam em dúvida sobre como esse cálculo é feito. Para ajudar, confira o conteúdo que preparamos com as regras para planos de Pessoa Física.

Vacinação: quais são as vacinas recomendadas para adultos e a importância de se proteger

Saúde

Vacinação: quais são as vacinas recomendadas para adultos e a importância de se proteger

Assim como as crianças, os adultos também têm um calendário de vacinação a cumprir. Além da vacina anual contra gripe, o Ministério da Saúde recomenda quatro imunizações para pessoas entre 20 e 59 anos que possuem o esquema vacinal completo (quem não tem o calendário atualizado precisa procurar um serviço para atualização). Parte da população, porém, só toma vacinas em grandes campanhas ou em caso de epidemias - O CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica) alerta que os índices de cobertura vacinal estão abaixo do nível ideal de cobertura. Estima-se uma média de apenas 4,7%.

Conheça os alimentos mais ricos em Vitamina C

Alimentação saudável

Conheça os alimentos mais ricos em Vitamina C

A vitamina C é um nutriente essencial para a saúde e bom funcionamento do corpo humano. Reconhecida pelo alto poder antioxidante, ela é capaz de melhorar a imunidade e deixar o organismo mais forte para agir contra doenças causadas por microorganismos. Por isso a vitamina C é muito associada com a prevenção de problemas respiratórios, que aparecem com mais frequência no inverno. Encontrada em frutas cítricas e outros vegetais, o nutriente também é responsável pela produção do colágeno: essa proteína muito associada à beleza é fundamental para a sustentação dos tecidos, ossos, dentes e parede dos vasos sanguíneos.

Ver mais