Voltar para home page
Bem-estar

Quais as vitaminas essenciais para o perfeito funcionamento do organismo?

As vitaminas são fundamentais para deixar o corpo mais forte e saudável

As vitaminas são fundamentais para deixar o corpo mais forte e saudável

Você sabe qual o papel das vitaminas no seu organismo? Esses nutrientes são responsáveis por manter o corpo humano mais forte e saudável: regenerar pele e ossos, fortalecer a imunidade e regular o metabolismo são alguns dos benefícios. Consumir variedade de frutas, legumes, verduras e grãos é a forma mais eficaz de ingerir as vitaminas, já que a maioria delas são absorvidas com uma alimentação equilibrada. As exceções são a vitamina D, que é produzida pelo próprio organismo e absorvida com a exposição solar, e a vitamina K, em que parte é gerada pela microflora intestinal. Em conjunto com outros hábitos - como praticar atividades físicas, manter relações sociais e dormir bem -, a alimentação é o caminho para uma vida mais saudável. Conheça as vitaminas fundamentais para o bom funcionamento do seu corpo!

Vitamina A

A vitamina A é fundamental para a proteção da pele e o fortalecimento do sistema imunológico pela sua ação antioxidante. Encontrada em alimentos de origem animal e vegetais, o nutriente também contribui para a visão (ao proteger a córnea), crescimento e renovação das células. A vitamina A é essencial para gestantes: o nutriente ajuda no desenvolvimento saudável do bebê. Está presente em alimentos como espinafre, brócolis, ovos, laranja, mamão papaia, cenoura e pêssego.

Vitaminas do Complexo B

As vitaminas do Complexo B (B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12) têm um papel fundamental no corpo humano e atuam no sistema nervoso, metabolismo e nas células. Esses nutrientes fazem parte do grupo de hidrossolúveis, ou seja, que se dissolvem em água. As vitaminas do Complexo B não costumam ser armazenadas no organismo em grandes quantidades, por isso há necessidade de consumo diário. As principais fontes são carnes, cereais integrais, leites e derivados.

Vitamina C

Um dos micronutrientes mais conhecidos, a vitamina C é facilmente encontrada em frutas cítricas, como laranja, acerola, caju, morango e kiwi. Segundo o Ministério da Saúde, um dos principais benefícios desse nutriente está relacionado com a produção do colágeno, a proteína responsável por dar sustentação aos ossos, dentes e à parede dos vasos sanguíneos. A vitamina C também ajuda a potencializar a absorção de ferro no organismo e, por isso, nutricionistas indicam o consumo de alimentos com a vitamina logo após as principais refeições.

Vitamina D

A vitamina D é fundamental para metabolizar o fósforo e o cálcio no organismo, ou seja, o seu consumo impacta diretamente na saúde dos ossos. Além disso, sua atuação no sistema imunológico ajuda a prevenir doenças autoimunes, como a esclerose múltipla. O corpo humano produz grande parte da necessidade diária de Vitamina D, e de acordo com o Ministério da Saúde, em torno de 80% pode ser absorvido pela exposição solar - 15 a 20 minutos de sol até 10h da manhã ou depois das 16h parecem ser suficientes. Alimentos como salmão, atum, fígado bovino e leite integral também contêm a vitamina.

Vitamina E

Um dos principais benefícios da vitamina E está na sua propriedade antioxidante, já que o nutriente combate os radicais livres que causam distúrbios celulares. Além disso, a vitamina ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, tem ação anti-inflamatória e combate o mau colesterol. As principais fontes da vitamina E são os óleos vegetais, abacate, gema de ovo, sementes, nozes e castanhas.

Vitamina K

A vitamina K tem uma atuação muito importante na coagulação do sangue e mineralização óssea. Parte do nutriente é produzido pela flora intestinal, enquanto o restante precisa ser absorvido por meio de uma alimentação nutritiva. Vegetais verdes, como espinafre, couve, repolho, brócolis e alface, são as principais fontes da vitamina K. Ela também pode ser encontrada em fígado bovino e óleo de canola.

Fonte: Blog da Saúde (Ministério da Saúde).

Últimas novidades

Aprenda a comer melhor com 7 dicas para aproveitar a hora das refeições [Infográfico]

Alimentação saudável

Aprenda a comer melhor com 7 dicas para aproveitar a hora das refeições [Infográfico]

A alimentação carrega muitos significados em diferentes fases da vida e é essencial para a nossa saúde. Aprender a comer melhor é uma forma de absorver os nutrientes da forma correta e tem impactos diretos no seu dia a dia: ajuda a dormir melhor, ter mais disposição e evitar doenças. Com a correria do dia a dia e acúmulo de responsabilidades, o piloto automático acaba virando o estado normal sempre que é possível, principalmente na hora das tarefas que se repetem todos os dias, como o momento das refeições. Mudar sua relação com a comida nesse momento tão importante só trará benefícios para a sua vida. Veja como é simples!

Veja como adaptar seu treino de acordo com cada fase do ciclo menstrual

Exercício físico

Veja como adaptar seu treino de acordo com cada fase do ciclo menstrual

O corpo feminino passa por diferentes transformações ao longo da vida. A menarca (primeira menstruação), a gravidez, a menopausa… todos esses ciclos sofrem influência de um mecanismo hormonal que sabe exatamente onde precisa atuar em cada fase. A mulher adulta, portanto, passa por diferentes momentos ao longo do mês que determinam a sua rotina, humor e até a energia para realizar as atividades do cotidiano. É por isso que é muito normal estar mais ou menos disposta dependendo do dia. Acontece que a intensidade dos hormônios liberados em cada parte do ciclo podem alterar todo o corpo da mulher.

Hipotireoidismo e Hipertireoidismo: descubra as diferenças e os perigos de cada tipo de alteração da tireoide

Consulta

Hipotireoidismo e Hipertireoidismo: descubra as diferenças e os perigos de cada tipo de alteração da tireoide

Cansaço, sono desregulado e alterações no peso são alguns sinais que podem indicar problemas na tireoide. A glândula, que tem um formato parecido com uma borboleta e está localizada na parte da frente do pescoço, libera hormônios fundamentais para diferentes mecanismos do corpo humano. A baixa ou elevada produção dessas substâncias podem afetar muito a saúde e a qualidade de vida dos indivíduos.

5 sinais do seu corpo que indicam imunidade baixa

Saúde

5 sinais do seu corpo que indicam imunidade baixa

A imunidade baixa é, na maioria das vezes, associada a quadros de gripes, mas há muitos outros sinais que indicam problemas no sistema imunológico. Responsável pela defesa do organismo contra bactérias, vírus e fungos, esse sistema está presente em todo o corpo humano em forma de células e moléculas. A ação imunológica é capaz de manter o organismo livre de tumores, infecções e outras doenças graves.

Ver mais