Voltar para home page
Exercício físico

Quais os benefícios da musculação para a saúde?

Os benefícios da musculação vão além de deixar o corpo mais forte e definido. Veja alguns motivos para incluir a prática na sua vida!

Os benefícios da musculação vão além de deixar o corpo mais forte e definido. Veja alguns motivos para incluir a prática na sua vida!

A musculação ainda é muito associada à estética, mas os benefícios da prática vão além de deixar o corpo mais definido. Incluir a academia na rotina promoverá diferentes efeitos positivos na saúde: previne doenças, deixa o coração mais forte, protege ossos e articulações e regula o metabolismo. Além desses benefícios, a prática é acessível e se caracteriza pela evolução gradual - ou seja, tem poucas restrições e é indicada para pessoas de todas as idades, incluindo aquelas com pouca resistência física.

Benefícios da musculação: 4 motivos para começar a praticar

Na musculação, a carga de peso trabalha em conjunto com a repetição de séries, intervalos e velocidade dos movimentos. Essas variáveis compõem o exercício ideal para manutenção da saúde e até aperfeiçoamento de atividades como corrida e natação. Veja alguns motivos para incluir a musculação na sua vida!

1) Controla o metabolismo

Todas as atividades físicas influenciam o metabolismo pelo fato de ativarem diversos sistemas no corpo humano. Cada indivíduo funciona de uma forma e tem um ritmo diferente no processo de conversão de alimentos em energia, mas alguns aspectos podem contribuir para o aumento da taxa metabólica.

A quantidade de músculo é um fator que ajuda muito: pessoas que possuem mais massa gorda terão mais dificuldade para manter o metabolismo regulado, enquanto aquelas que têm mais massa magra vão ter um gasto calórico maior. É por isso que a musculação ajuda nesse processo. Um metabolismo controlado vai te auxiliar na manutenção do peso, melhorar a digestão e acumular menos gordura no corpo.

2) Aumenta a massa muscular

O corpo humano possui cerca de 650 músculos, que constituem aproximadamente 40% do nosso peso. O sistema muscular influencia muitas atividades do cotidiano, como caminhar, respirar, subir e descer escadas, ter mais equilíbrio e até uma postura melhor. A musculação, portanto, é uma atividade que vai potencializar a sua capacidade para realizar essas tarefas com mais eficiência. E quanto mais os músculos estiverem fortalecidos, mais o seu corpo estará protegido em caso de quedas e alguns acidentes.

3) Diminui a pressão alta em hipertensos

Assim como os exercícios aeróbicos, a musculação também tem um efeito positivo em pessoas com hipertensão. Um estudo da Universidade de São Paulo (USP) mostrou que um treino de força é capaz de ter ação semelhante aos medicamentos indicados para diminuir a pressão arterial. A pesquisa acompanhou 15 homens adultos, com cerca de 46 anos, que apresentavam hipertensão moderada e tomavam remédios regularmente.

Seis semanas antes de iniciar o treinamento, os medicamentos para controlar a pressão foram retirados gradativamente. Nas 12 semanas seguintes, os pacientes praticaram musculação convencional três vezes por semana e em dias alternados. Depois desse período, os pesquisadores observaram que a pressão arterial deles diminuiu de uma média de 153 milímetros (sistólica) e 96 milímetros (diastólica) para 137 milímetros (sistólica) e 84 milímetros (diastólica). Os homens foram acompanhados durante quatro semanas depois do treinamento e mantiveram o mesmo nível de queda da pressão registrado no período das atividades.

4) Aumenta a densidade óssea e previne a osteoporose

Ter qualidade de vida na velhice tem se tornado cada vez mais um objetivo comum e os músculos fortes vão te ajudar a envelhecer de forma mais saudável. A osteoporose, por exemplo, se desenvolve com a perda progressiva de massa óssea ao longo da vida. Os ossos ficam mais frágeis, condição que aumenta a possibilidade de quedas e fraturas. A musculação pode ser usada como um método preventivo para aumentar a densidade óssea. O exercício também é indicado como tratamento depois do diagnóstico de osteoporose.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais