Voltar para home page
Bem-estar

Quais são os efeitos (positivos e negativos) do café?

Beber café pode trazer benefícios para a saúde, desde que o consumo não seja exagerado

Beber café pode trazer benefícios para a saúde, desde que o consumo não seja exagerado

O café é uma das bebidas mais consumidas do mundo e faz parte da rotina de muitos brasileiros, seja para começar bem o dia ou para apreciar um fim de tarde. Por ser tão popular, o café passou a ser objeto de estudo de muitas pesquisas com o objetivo de entender quais são os impactos positivos e negativos da bebida no organismo humano. Como todos sabem, o consumo exagerado de qualquer substância é sempre um problema, e com o café isso não é diferente. Mas ao contrário do que algumas pessoas acreditam, a bebida cafeinada também pode trazer vários benefícios para o nosso corpo, desde que não seja em excesso. Para entender melhor esses efeitos, o Cuidados Mil preparou uma matéria com informações importantes sobre o café.

O consumo moderado de café pode fazer bem para a saúde do coração

Segundo uma pesquisa desenvolvida pela Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard , nos Estados Unidos, quatro doses diárias de café preto são capazes de reduzir em até 11% o risco de insuficiência cardíaca a longo prazo. Outro estudo conduzido pela American Heart Association (EUA) chegou à mesma conclusão. No entanto, um ponto importante que deve ser ressaltado é que a maneira como o café é preparado pode anular esse benefício. Isto é, as pessoas que adicionam açúcar, adoçante, laticínios ou outros ingredientes na bebida não vão conseguir usufruir desse efeito positivo.

Café ajuda a prevenir o Alzheimer e retardar os sintomas de Parkinson

Outro benefício comprovado é que a cafeína é capaz de diminuir a progressão de doenças como o Alzheimer e o Parkinson. Isso é possível porque, de acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Neuroinflammation , algumas substâncias presentes no café protegem o sistema nervoso central de maneira eficaz contra o Alzheimer. Já sobre o mal de Parkinson, o Instituto de Pesquisa da Universidade McGil , no Canadá, revelou que o consumo de café é capaz de melhorar a coordenação motora do paciente, ativando a dopamina do organismo e reduzindo os tremores das mãos.

Com o café, a memória melhora e a energia aumenta

Ainda sobre os benefícios do café, outro estudo científico feito por pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, concluiu que o consumo de cafeína pode ajudar a melhorar a memória. Isto é, o nível de atenção após ingerir a bebida aumenta, o que melhora a concentração e memória a longo prazo. Além disso, a cafeína é bastante conhecida por servir como uma fonte de energia, deixando a pessoa mais disposta e ativa para realizar diferentes tarefas. Não é à toa que muitas pessoas costumam tomar um cafézinho logo de manhã para “acordar”, não é mesmo?

Excesso de cafeína pode piorar a ansiedade e causar dependência

Como nem tudo são flores, os apaixonados por cafeína também precisam ter certo cuidado com o excesso da bebida. O consumo de café em grandes quantidades pode acabar deixando o usuário dependente e ainda desencadear ansiedade, irritabilidade, inquietação e insônia. Além disso, o estômago também pode sofrer consequências. Portanto, o recomendado é que não se passe do limite de 400 mg de café por dia, o que corresponde, em média, a 600 ml da bebida.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais