Voltar para home page
Saúde

Quando a febre indica que é hora de procurar um médico?

Entenda os estágios da febre e quando ela indica algo mais grave

Entenda os estágios da febre e quando ela indica algo mais grave

A febre é um aumento da temperatura corporal e costuma ser um sinal de que algo não vai bem. Geralmente, é indicativo de que o organismo está combatendo alguma infecção causada por algum vírus ou bactéria. A febre pode ser um sintoma de uma simples gripe, mas também de doenças mais graves, como dengue, zika e chikungunya, por isso é muito importante saber a hora certa de trocar os cuidados caseiros pela ajuda médica.

É recomendado procurar um médico em quadros de febre a partir de 38ºC

A temperatura normal do corpo humano costuma variar entre 36,1ºC e 37,2ºC, mas durante um quadro de febre alta ela pode chegar até aproximadamente 40ºC. Os infectologistas estabelecem alguns parâmetros para classificar a febre: temperaturas entre 37,3ºC até 37,8ºC são consideradas febrícula e não representam grandes preocupações, no entanto, as medições acima de 38ºC são consideradas como febre e é recomendada a assistência médica.

Febre acompanhada de outros sintomas pode indicar doenças mais sérias

A febre não é uma doença e sim uma reação do corpo a patógenos, por isso, em muitos casos a assistência médica é fundamental. Caso a febre esteja acompanhada de outros sintomas como dor de cabeça intensa e persistente, dor no peito, dor de garganta, vômitos, vermelhidão na pele, dor abdominal e ao urinar, rigidez na nuca e sensibilidade à luz procure imediatamente um médico.

Verifique a temperatura várias vezes ao dia

É essencial para o controle do quadro febril verificar a temperatura cerca de três ou quatro vezes por dia, sempre anotando os valores e os horários. Desta forma, é possível identificar se os picos febris são frequentes ou não e ajudar no diagnóstico de doenças que possam estar relacionadas.

Banho quente ou frio para controlar a temperatura?

A temperatura da água para aliviar o mal estar da febre deve ser morna ou fria, nunca gelada ou quente. O objetivo do banho é abaixar a alta temperatura do corpo, por isso alguns minutos embaixo da água fria já são suficientes. No entanto, é preciso atenção para não agravar o quadro clínico: se a pessoa tiver muitos tremores durante o banho é recomendado que ele seja interrompido imediatamente.

Como é feito o tratamento?

O tratamento está diretamente relacionado à doença que originou a febre. Repouso, hidratação e o uso de medicamentos analgésicos são sempre indicados para aliviar o quadro febril e o desconforto do paciente. Vale lembrar que o uso de qualquer medicação deve ser feito com orientação médica.

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais