Voltar para home page
Exercício físico

Quedas em idosos: conheça as causas e saiba como prevenir

Quedas em idosos podem desencadear problemas de saúde mais sérios

Quedas em idosos podem desencadear problemas de saúde mais sérios

As quedas em idosos são comuns e costumam desencadear problemas mais graves. Segundo o Ministério da Saúde, a fratura de fêmur causada por esse tipo de incidente é as mais comuns em idosos a partir dos 60 anos. O geriatra Gustavo Cassefo, do Grupo Americas, afirma que a situação implica em dores e acaba limitando as atividades, reduzindo a mobilidade e, em alguns casos, tornando o paciente dependente de cuidadores.

Métodos de prevenção de quedas em idosos

Adaptar a casa é uma maneira importante de evitar esses acidentes. Instale barras de sustentação em banheiros e corrimãos onde houver escadas. Além disso, é importante deixar os ambientes bem iluminados e tirar do caminho tudo o que propicie as quedas, como móveis baixos, tapetes escorregadios e objetos espalhados pelo chão.

Para evitar os acidentes fora de casa, invista em calçados antiderrapantes sem cadarços (ou certifique-se de que estejam sempre bem amarrados). Evite caminhar sobre pisos úmidos ou encerados e, se necessário, faça uso de instrumentos de apoio, como bengalas - procurando ajuda profissional para adaptá-los conforme a necessidade. Além de prevenir contra quedas, eles ajudam no equilíbrio do corpo e contribuem para a movimentação mais independente.

Fatores podem aumentar o risco de fratura na terceira idade

Existem muitos aspectos de segurança externos para considerar, mas há também condições de saúde que podem aumentar o risco de quedas na terceira idade. Fique atento:

- Fraqueza muscular
- Declínio cognitivo
- Diabetes
- Artrite ou reumatismo
- Alterações visuais ou posturais

Como o acompanhamento médico pode ajudar?

É importante realizar exames e visitas frequentes ao médico para controle de doenças, como a pressão alta e diabetes, e evitar complicações que propiciem as quedas. Exercícios físicos ou de fisioterapia, por exemplo, podem ajudar a fortalecer os músculos e melhorar a mobilidade e o equilíbrio.

Outra questão essencial é a melhora da visão. O grau de óculos e lentes deve ser reajustado sempre que necessário. Além disso, o tratamento da osteopenia e osteoporose - doenças que determinam a fraqueza dos ossos - é fundamental na prevenção de fraturas por quedas.

Fonte: Dr. Gustavo Cassefo - Geriatra no Hospital Samaritano São Paulo

Últimas novidades

Mitos e verdades sobre o reajuste de plano de saúde

Saúde

Mitos e verdades sobre o reajuste de plano de saúde

Algumas dúvidas podem surgir quando o assunto é reajuste do plano de saúde. Afinal, quem calcula o valor? É possível ficar acima do IPCA? Posso ser cobrado duas vezes? Saiba a resposta para essas e outras perguntas no conteúdo que preparamos para você. Confira!

Saiba mais sobre o reajuste de plano de saúde para planos individuais

Plano de saúde

Saiba mais sobre o reajuste de plano de saúde para planos individuais

A taxa de reajuste no valor dos planos de saúde ocorre todos os anos. Essa porcentagem nem sempre é a mesma da inflação e, por isso, muitos ficam em dúvida sobre como esse cálculo é feito. Para ajudar, confira o conteúdo que preparamos com as regras para planos de Pessoa Física.

Vacinação: quais são as vacinas recomendadas para adultos e a importância de se proteger

Saúde

Vacinação: quais são as vacinas recomendadas para adultos e a importância de se proteger

Assim como as crianças, os adultos também têm um calendário de vacinação a cumprir. Além da vacina anual contra gripe, o Ministério da Saúde recomenda quatro imunizações para pessoas entre 20 e 59 anos que possuem o esquema vacinal completo (quem não tem o calendário atualizado precisa procurar um serviço para atualização). Parte da população, porém, só toma vacinas em grandes campanhas ou em caso de epidemias - O CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica) alerta que os índices de cobertura vacinal estão abaixo do nível ideal de cobertura. Estima-se uma média de apenas 4,7%.

Conheça os alimentos mais ricos em Vitamina C

Alimentação saudável

Conheça os alimentos mais ricos em Vitamina C

A vitamina C é um nutriente essencial para a saúde e bom funcionamento do corpo humano. Reconhecida pelo alto poder antioxidante, ela é capaz de melhorar a imunidade e deixar o organismo mais forte para agir contra doenças causadas por microorganismos. Por isso a vitamina C é muito associada com a prevenção de problemas respiratórios, que aparecem com mais frequência no inverno. Encontrada em frutas cítricas e outros vegetais, o nutriente também é responsável pela produção do colágeno: essa proteína muito associada à beleza é fundamental para a sustentação dos tecidos, ossos, dentes e parede dos vasos sanguíneos.

Ver mais