Voltar para home page
Plano de saúde

Saiba mais sobre o reajuste de plano de saúde para planos individuais

Tem dúvidas sobre reajuste anual do plano de saúde individual? Descubra como esse valor é calculado!

Tem dúvidas sobre reajuste anual do plano de saúde individual? Descubra como esse valor é calculado!

A taxa de reajuste no valor dos planos de saúde ocorre todos os anos. Essa porcentagem nem sempre é a mesma da inflação e, por isso, muitos ficam em dúvida sobre como esse cálculo é feito. Para ajudar, confira o conteúdo que preparamos com as regras para planos de Pessoa Física.

Quem define a taxa de reajuste em planos de saúde para Pessoa Física?

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a responsável por definir a taxa de reajuste do serviço - anualmente, entre os meses de maio e agosto, ela divulga o valor a ser ajustado. Essa cobrança, porém, só será aplicada no mês de aniversário do contrato do cliente.

Mas vale lembrar: considerando o período de defasagem entre a divulgação do valor e o mês de aniversário, o índice de reajuste pode ser aplicado de forma retroativa, contemplando o espaço entre as duas datas.

Como funciona o novo cálculo de reajustes da ANS

Para reajustes realizados a partir de 2019, a agência reguladora está considerando uma nova metodologia para calcular a taxa, que será resultado de duas amplas categorias: despesas assistenciais e inflação da economia.

A primeira representa 80% do valor final e considera a frequência de uso do plano pelos beneficiários, as novas tecnologias da saúde e os gastos médicos. Já a segunda, contempla os 20% faltantes e se refere ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Reajuste por faixa etária

Além da taxa anual, há também o reajuste pela idade do beneficiário - caso ele faça aniversário e troque de grupo, um valor será aplicado dentro dos limites de variação definidos pela ANS. Cada um desses grupos estão definidos em contrato. Para saber mais, confira as faixas etárias no documento.

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais