Voltar para home page
Odontologia

Saúde bucal infantil: aprenda a cultivar bons hábitos odontológicos com as crianças

Qual a relação entre alimentação e saúde bucal infantil?

Qual a relação entre alimentação e saúde bucal infantil?

Você sabia que a alimentação já é importante para a saúde bucal desde a fase intrauterina? Acontece que, por volta do 5º mês de gestação, o paladar da criança já começa a ser desenvolvido. E se a futura mamãe consumir doces em excesso, por exemplo, a probabilidade de o bebê já nascer com preferência por esses alimentos é maior. A alimentação saudável na gestação, com boa quantidade de proteínas, vitaminas e sais minerais, com moderada quantidade de gorduras e carboidratos influencia na dentição mais saudável dos filhos.

Cárie de mamadeira precisa da sua atenção

A cárie de mamadeira, um problema bucal associado ao uso prolongado de leite ou líquidos açucarados (chás e sucos, por exemplo), apresenta um desenvolvimento rápido. Portanto, caso a criança faça uso frequente desse tipo de alimento na mamadeira, principalmente no período noturno, o ideal é eliminar o hábito o quanto antes.
Outra dica importante é não acostumar o pequeno a ir para a cama com a mamadeira. O problema desse comportamento é que a criança passa a associar o sono com as refeições.

Assim que os dentes de leite nascem, é desejável que a criança elimine o hábito de alimentação antes de dormir. Caso isso não aconteça, a sugestão é substituir o leite pela água, diminuindo gradativamente a quantidade ingerida até que o pequeno abandone esse comportamento.

Introdução alimentar: incluindo as refeições na dieta

Quando a criança passar a se alimentar junto com a família, é importante que os pais deem bons exemplos de alimentação. Lembre-se: na escola, o pequeno tem acesso à diversos alimentos diferentes, incluindo balas e outros açúcares, que são difíceis de serem controlados pelos pais. Por isso, é ainda mais importante que os bons hábitos sejam cultivados de forma natural.

Os doces devem ser dados à criança de forma esporádica. E nunca esqueça da higienização logo após consumir as guloseimas!

Fonte: Dra. Glenda Nahás Bergamasco Dreuzzo
Especialista em Odontopediatria
Consultora Científica do Amil Dental Kids

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais