Voltar para home page
Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é um problema comum, mas que requer vários cuidados no dia a dia

A diabetes é um problema comum, mas que requer vários cuidados no dia a dia

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Evite o consumo de doces e de bebidas alcoólicas

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que a ingestão de açúcar não ultrapasse o limite de 5% das calorias totais ingeridas por dia. Dessa forma, o consumo de alimentos doces não é totalmente proibido, mas é algo que deve ser evitado porque pode elevar significativamente o nível de glicose do sangue e aumentar os riscos de complicações da doença.

Além disso, as bebidas alcoólicas em excesso são outra preocupação para os diabéticos, porque a sobrecarga do fígado também influencia na regulação do açúcar no sangue, causando alterações na produção da insulina e podendo desencadear hiper ou hipoglicemia. A quantidade máxima de álcool que o diabético deve ingerir corresponde a 2 latas de cerveja com teor de 5%, uma taça e meia de vinho com 12% ou uma dose de bebida destilada com 40% de álcool.

É importante respeitar os horários das refeições

Não são todas as pessoas que conseguem seguir uma rotina com horários específicos para as refeições, mas no caso de pacientes diabéticos isso é essencial. Passar mais de três horas sem se alimentar acaba sobrecarregando o organismo e provocando a hipoglicemia, o que pode ocasionar na perda de consciência (desmaios). Por isso, o ideal é que os diabéticos façam pelo menos três refeições grandes e completas - café da manhã, almoço e jantar -, realizando pequenos lanches entre elas, com um intervalo de 2 a 3 horas.

O controle do peso é necessário para manter a glicemia estável

Pacientes com sobrepeso ou obesidade geralmente têm o controle de glicemia prejudicado, independentemente do tipo de diabetes. O motivo para isso é que o acúmulo de gordura corporal afeta diretamente a produção de insulina, deixando a pessoa debilitada e com mais chances de desenvolver outras comorbidades graves, como hipertensão, doenças cardiovasculares e até acidente vascular cerebral (AVC). Para evitar esse tipo de problema, a recomendação é manter a faixa de peso ideal de acordo com a idade, sexo e altura de cada paciente, de forma que o índice de massa corporal (IMC) não seja superior a 25kg/m².

A prática de atividades físicas ajuda a manter a diabetes controlada

Os benefícios de inserir as atividades físicas na rotina são incontáveis: além de ajudar no controle do peso, a prática também melhora a circulação sanguínea e diminui os níveis de gordura do sangue. No caso de diabéticos, é importante conversar com o médico antes de iniciar qualquer tipo de exercício para entender qual a atividade ideal. Caso não seja possível inserir exercícios físicos muito intensos no seu dia a dia, também é possível fazer pequenas escolhas que fazem toda a diferença, como optar por caminhar em vez de andar de carro e subir as escadas do seu prédio. Não esqueça de verificar o nível de glicemia antes e após os exercícios.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Saúde ocular: qual a diferença da miopia para o astigmatismo?

Saúde

Saúde ocular: qual a diferença da miopia para o astigmatismo?

Os distúrbios oculares são problemas bem comuns, não à toa que é praticamente impossível não conhecer pelo menos uma pessoa que precise usar óculos de grau ou lentes de contato para conseguir enxergar bem. Dentre os problemas de visão mais comuns, podemos destacar a miopia e o astigmatismo, que podem ocorrer isoladamente ou em conjunto. Muitas pessoas ainda têm dúvidas e confundem os dois distúrbios, mesmo que eles sejam distintos. Veja a seguir quais são as diferenças entre miopia e astigmatismo para não errar mais!

Ver mais