Voltar para home page
Saúde

Tratamentos homeopáticos: entenda como funciona e quais são as aplicações da terapia

A homeopatia trata o paciente   além da doença. Saiba mais sobre a técnica

A homeopatia trata o paciente além da doença. Saiba mais sobre a técnica

A homeopatia é uma terapia reconhecida que funciona de forma diferente das medicações tradicionais. Os tratamentos homeopáticos não provocam uma reação do organismo para combater as doenças. Nesse caso, agem incentivando que o próprio corpo seja ativo nesse processo e estimula todo organismo a restabelecer um bom funcionamento. Os tratamentos homeopáticos foram desenvolvidos pelo médico alemão Samuel Hahnemann há mais de 220 anos, tornando- se o segundo sistema de saúde mais utilizado no mundo.

Como funciona a homeopatia?

A homeopatia parte do princípio de que “semelhante cura semelhante”. Dessa forma, o princípio dos tratamentos homeopáticos é de que uma doença específica é capaz de ser tratada a partir da mesma substância que provoca os sintomas. Esse sistema medicinal alternativo contempla toda a totalidade do ser humano para tratar doenças isoladas. Os medicamentos homeopáticos partem do princípio da lei dos semelhantes para reequilibrar a energia vital dos pacientes. O tratamento homeopático compreende que, além da doença, o indivíduo carrega um desequilíbrio que faz com que os sintomas se manifestem. Sendo assim, a homeopatia tem o objetivo de restaurar o organismo ao estágio saudável, podendo ser um tratamento preventivo e de cura.

A origem do medicamento homeopático pode ser mineral, vegetal, de preparações complexas a partir de substâncias naturais - ou de produtos químicos, farmacêuticos e de origem biológica. Essas substâncias têm seu princípio ativo extraído e diluído. O tratamento pode ser feito por via oral ou tópica (com pomadas, géis, etc).

Para que servem os tratamentos homeopáticos?

O recurso terapêutico homeopático pode ser usado para o tratamento de diversas doenças. Sendo os problemas respiratórios, gastrointestinais e ginecológicos os mais comuns. Além disso, a homeopatia pode tratar problemas psicológicos como a ansiedade e a depressão. O uso da homeopatia é liberado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para quase todas as doenças, mas seu uso não é recomendado para complicações graves como diarreia infantil, tuberculose, câncer, malária e Aids.

Os tratamentos homeopáticos não substituem os métodos da medicina tradicional, sendo utilizados como uma técnica para estimular o reequilíbrio do corpo. No Brasil, a homeopatia é reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina e é utilizada pelo Sistema único de Saúde (SUS) desde 2006.

Como é a consulta com o homeopata?

Ao se consultar com um homeopata, o profissional fará a avaliação do paciente, solicitando exames que vão identificar qualquer problema de saúde. O médico também vai questionar de que forma os sintomas estão afetando o cotidiano do paciente e por quais outros problemas ele está passando (seja de ordem física ou psicológica). Após essa avaliação, o homeopata indicará o tratamento homeopático, com a diluição mais adequada para o caso. Deste modo, é criado um plano terapêutico com doses, horários e duração de tratamento. Somente o médico especialista em homeopatia pode prescrever esse tipo de tratamento.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais