Voltar para home page
Saúde

5 dicas para tirar mais proveito da sua consulta médica

Saiba como aproveitar melhor cada minuto da sua consulta médica / Foto: Getty Images

Saiba como aproveitar melhor cada minuto da sua consulta médica / Foto: Getty Images

Muitas vezes, depois de uma consulta, é comum voltar cheio de dúvidas. Mesmo que sejam questões pequenas, é importante que o paciente se informe mais sobre o seu quadro de saúde e tenha um bom relacionamento com seu médico. Por isso, o Cuidados Mil separou 5 dicas para você tirar o máximo de proveito da sua consulta. Acompanhe!

Tenha em mente tudo o que você quer perguntar

Antes de qualquer coisa, é bom anotar todas as dúvidas que você já tem. Também tenha em mãos informações como quais sintomas você sente, com que frequência eles aparecem e quando eles começaram. Quanto mais preparado você for, sua consulta será mais proveitosa.

Dê o máximo de informação ao seu médico

Uma atitude importante é levar exames anteriores que possam ajudar o profissional a entender o seu quadro geral e concluir um diagnóstico. Outros dados relevantes para o médico são seus hábitos de vida: dizer se pratica algum exercício físico, se consome bebidas alcoólicas com frequência, entre outros. Qualquer informação pode fazer a diferença e ajudar num diagnóstico mais preciso.

Não tenha vergonha de perguntar

Se durante a consulta não estiver entendendo o que o seu médico está dizendo ou não tiver a menor ideia dos termos que estão sendo usados, pergunte. A melhor coisa a se fazer é pedir que o profissional explique até que você compreenda completamente. Não se sinta envergonhado em perguntar para que servem os exames e medicamentos ou quanto o tratamento poderá custar. Aproveite o tempo no consultório para esclarecer todas as dúvidas.

Invista nas consultas presenciais

Não há dúvidas de que a tecnologia contribui para uma melhor relação entre o médico e o paciente. Muitas vezes, uma dúvida ou outra pode ser resolvida por uma simples mensagem ou ligação de celular, mas prefira sempre atendimentos presenciais em vez de falar pelo telefone.

Lembre-se que você é o cliente!

É importante que o paciente saiba que não tem que concordar com tudo ou aceitar tudo o que é receitado pelo médico sem questionamentos. Não se sinta constrangido de conversar e junto ao seu médico escolher qual a melhor forma de cuidar da sua saúde até que se sinta confortável e seguro.

Últimas novidades

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Saúde

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Os resultados de uma vacina contra a Covid-19 podem estar próximos. A pandemia do novo coronavírus alterou o modo de vida da sociedade. O isolamento social trouxe novas formas de consumo, hábitos e trabalho, além da forma como lidamos com a saúde. Desde então, muitos institutos de pesquisa espalhados pelo mundo estão estudando os efeitos do vírus e possibilidades de imunização.

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

Saúde

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

A sensação de formigamento nas mãos é algo comum para muita gente e, embora seja um sintoma simples, precisa de atenção. Isso porque diversos motivos podem estar por trás do formigamento, desde um problema de circulação até um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O indicado é observar o quadro e, dependendo da forma como se manifesta, o atendimento médico pode ser necessário.

Quais as principais causas de queda de cabelo?

Saúde

Quais as principais causas de queda de cabelo?

A queda de cabelo é um problema muito comum, mas quando identificar se está perdendo mais fios do que o considerado saudável? O normal é que uma pessoa perca de 100 a 150 fios por dia de forma natural para que o cabelo cresça novamente. Quando a quantidade ultrapassa isso, é sinal de que pode haver um problema clínico por trás. A queda excessiva de cabelo pode ser observada na escovação diária, durante a lavagem ou até mesmo depois de acordar, quando se percebe muitos fios no travesseiro.

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

Bem-estar

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

A quarentena tem afetado, em grande parte da população, o modo de viver e de interagir com o mundo. Viver numa situação de pandemia também trouxe muita preocupação, que se reflete em ansiedade e distúrbios do sono. Insônia, sono muito leve, acordar várias vezes, não conseguir manter uma rotina de sono ou se sentir extremamente cansado mesmo depois de dormir bem são os problemas mais comuns nesse período de isolamento social.

Ver mais