Voltar para home page
Saúde

5 dicas para tirar mais proveito da sua consulta médica

Saiba como aproveitar melhor cada minuto da sua consulta médica / Foto: Getty Images

Saiba como aproveitar melhor cada minuto da sua consulta médica / Foto: Getty Images

Muitas vezes, depois de uma consulta, é comum voltar cheio de dúvidas. Mesmo que sejam questões pequenas, é importante que o paciente se informe mais sobre o seu quadro de saúde e tenha um bom relacionamento com seu médico. Por isso, o Cuidados Mil separou 5 dicas para você tirar o máximo de proveito da sua consulta. Acompanhe!

Tenha em mente tudo o que você quer perguntar

Antes de qualquer coisa, é bom anotar todas as dúvidas que você já tem. Também tenha em mãos informações como quais sintomas você sente, com que frequência eles aparecem e quando eles começaram. Quanto mais preparado você for, sua consulta será mais proveitosa.

Dê o máximo de informação ao seu médico

Uma atitude importante é levar exames anteriores que possam ajudar o profissional a entender o seu quadro geral e concluir um diagnóstico. Outros dados relevantes para o médico são seus hábitos de vida: dizer se pratica algum exercício físico, se consome bebidas alcoólicas com frequência, entre outros. Qualquer informação pode fazer a diferença e ajudar num diagnóstico mais preciso.

Não tenha vergonha de perguntar

Se durante a consulta não estiver entendendo o que o seu médico está dizendo ou não tiver a menor ideia dos termos que estão sendo usados, pergunte. A melhor coisa a se fazer é pedir que o profissional explique até que você compreenda completamente. Não se sinta envergonhado em perguntar para que servem os exames e medicamentos ou quanto o tratamento poderá custar. Aproveite o tempo no consultório para esclarecer todas as dúvidas.

Invista nas consultas presenciais

Não há dúvidas de que a tecnologia contribui para uma melhor relação entre o médico e o paciente. Muitas vezes, uma dúvida ou outra pode ser resolvida por uma simples mensagem ou ligação de celular, mas prefira sempre atendimentos presenciais em vez de falar pelo telefone.

Lembre-se que você é o cliente!

É importante que o paciente saiba que não tem que concordar com tudo ou aceitar tudo o que é receitado pelo médico sem questionamentos. Não se sinta constrangido de conversar e junto ao seu médico escolher qual a melhor forma de cuidar da sua saúde até que se sinta confortável e seguro.

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais