Voltar para home page
Saúde

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

O infarto do miocárdio é um episódio perigoso e que, em muitos casos, tem sintomas bem característicos.

O infarto do miocárdio é um episódio perigoso e que, em muitos casos, tem sintomas bem característicos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem de problemas cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, todos os anos no mundo. Em casos de ataque cardíaco, receber os cuidados médicos necessários o quanto antes pode salvar muitas vidas. Por isso, é fundamental ser capaz de identificar um infarto e saber o que fazer de imediato. Veja algumas dicas abaixo!

Quais os sintomas de um ataque cardíaco?

O principal sintoma de um infarto no miocárdio é a dor fixa ou desconforto no peito. Trata-se de uma sensação de compressão que pode variar entre fraca e forte intensidade e costuma durar 30 minutos. A dor pode ainda irradiar para outras áreas do corpo, como as costas, rosto e braço esquerdo. O sintoma também pode vir acompanhado de suor excessivo, falta de ar, tontura, vômitos, náuseas e desfalecimento.

Algumas pessoas podem não sentir dor no peito

Em aproximadamente 33% dos casos não há a dor característica de um infarto do miocárdio. Em geral, é um grupo de pacientes que pode ser composto por mulheres, idosos, negros, diabéticos ou pessoas com insuficiência cardíaca. A recomendação é que esses grupos fiquem atentos aos mínimos sinais e não hesitem em procurar auxílio médico. Vale lembrar que durante um ataque cardíaco ou em uma suspeita não se deve dirigir e carregar peso, o ideal é pedir ajuda e evitar andar.

O que fazer ao suspeitar que está tendo um infarto?

Ao surgirem os sintomas, procure ajuda imediatamente pelo Samu, ligando 192. É mais seguro seguir as orientações do serviço de atendimento que tentar ir até a um hospital por conta própria. Caso possa engolir sem dificuldade e não seja alérgico ao medicamento, é recomendado tomar, ou mastigar, dois comprimidos de aspirina. Eles ajudam a dissolver coágulos que podem estar causando a obstrução das artérias. É muito importante também não beber ou comer nessas circunstâncias.

Quais são as causas de um infarto?

O infarto do miocárdio é causado quando há um bloqueio de uma das artérias coronárias que irrigam o coração. Essa obstrução do fluxo sanguíneo, que é responsável pelo transporte de oxigênio e nutrientes, provoca a morte das células de uma parte do músculo cardíaco. É um problema que geralmente está ligado a placas de gordura e outras substâncias que se formam nas paredes das artérias.

A melhor forma de se prevenir de um ataque cardíaco é evitar os fatores de risco, como fumar ou se alimentar com itens gordurosos e industrializados, que provocam altos níveis de colesterol. Obesidade, sedentarismo e doenças como diabetes e hipertensão também aumentam as chances de ataque cardíaco.

Últimas novidades

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

Saúde

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

A herpes labial é causada pelo vírus HSV (Herpes Simplex Virus) e se divide em dois tipos, o HSV-1, que geralmente fica alocado na cavidade bucal, e o HSV-2, que atinge os genitais. Ambos são extremamente contagiosos, mas o primeiro é o mais comum. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde estima que 67% da população está infectada por ele.

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

Exercício físico

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

A quarentena fez muita gente aderir aos exercícios físicos caseiros - e isso é um bom sinal. Ficar em casa sem se movimentar pode gerar diversos problemas de saúde típicos do sedentarismo. As dores na coluna são um dos principais exemplos. No entanto, para que a atividade física renda os benefícios desejados, é preciso cuidado e respeito aos limites do corpo.

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Bem-estar

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Os meses de isolamento por causa da pandemia do coronavírus podem deixar algumas consequências na vida da população mesmo quando a rotina voltar ao normal. As pessoas tiveram que se adaptar a um novo modo de vida em meio à incertezas sobre a saúde. A volta à vida normal, mesmo quando os casos da doença diminuírem consideravelmente, pode ser difícil para algumas pessoas.

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Alimentação saudável

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Você consome feijão todos os dias? Apesar de ser um item muito consumido no Brasil, pouca gente sabe da importância não apenas do feijão, mas de todas as leguminosas, para a saúde do nosso corpo. Assim como os legumes, verduras, frutas e hortaliças, as leguminosas devem fazer parte das refeições diariamente. Ricas em fibras, proteínas, carboidratos, também são uma fonte poderosa de ferro.

Ver mais