Voltar para home page
Saúde

Saúde bucal: veja 5 comportamentos que prejudicam o seu sorriso

 Alguns hábitos que parecem inofensíveis podem prejudicar muito a sua saúde bucal

Alguns hábitos que parecem inofensíveis podem prejudicar muito a sua saúde bucal

Uma higiene bucal correta é o ponto principal para manter o sorriso bonito - mas, não é o suficiente. Há uma série de comportamentos que podem afetar a saúde bucal e nem sempre percebemos. Um exemplo é o estresse: você sabia que ele também pode prejudicar a boca? Confira esse e outros exemplos que devem ser evitados sempre que possível.

Fumar: cigarros e charutos liberam partículas abrasivas que atacam diretamente as camadas externas do dente. Além disso, o tabaco diminui o fluxo sanguíneo, aumenta a proliferação de bactérias e os casos de inflamações. Como resultado, os dentes podem ficar manchados, os tratamentos têm sua eficácia reduzida e, em casos mais graves, é possível desenvolver câncer bucal.

Má higiene: além do mau hálito, quando restos de alimentos permanecem em contato com a boca por tempo indevido, bactérias se desenvolvem e resultam em cáries, gengivite, retração da gengiva. Em casos extremos, a região bucal enfraquecida se torna porta de entrada para bactérias que podem cair na corrente sanguínea e causar doenças ainda mais graves, como problemas cardíacos.

Estresse: uma das consequências mais comuns é o desenvolvimento do bruxismo - ato de ranger ou apertar os dentes com muita força - que, ao longo do tempo, pode levar à dolorosos casos de sensibilidade. Além disso, é possível notar um aumento na incidência de aftas e diminuição do fluxo salivar.

Excesso de doce: ao comer alimentos açucarados, são produzidos ácidos que agridem o esmalte do dente. O efeito começa, aproximadamente, 20 minutos após a ingestão - por isso, quanto mais forem consumidos, maior o tempo que os dentes estarão expostos à substância.

Pouca água: a saliva é composta em mais de 90% de água - então, quando bebemos menos que a quantidade ideal, o fluxo salivar é afetado. A primeira consequência é o mau hálito - mas, ao longo do tempo, doenças bucais, como cáries, se tornam mais comuns, associada a outros fatores.

Fonte: Patrícia Izabel Colombo

Últimas novidades

Ver mais