Voltar para home page
Bem-estar

Escoliose, cifose e lordose: entenda a diferença entre os desvios na coluna [Infográfico]

É muito comum encontrar pessoas que apresentam problemas na coluna vertebral e, consequentemente, sentem muita dor na região. Isso pode estar relacionado a alguns maus hábitos diários, como má postura e sedentarismo. A escoliose, a cifose e a lordose são os desvios mais comuns que acometem a coluna. Entretanto, você sabe as principais diferenças entre elas? Quais seriam os sintomas e os tratamentos? Confira o infográfico do Cuidados Mil e aprenda mais sobre esses problemas!

-

-

1# Escoliose pode estar associada ao crescimento antes da puberdade

Considerada uma curvatura lateral anormal, a escoliose é caracterizada pelo desvio da coluna vertebral para a esquerda ou para a direita, resultando em um formato de “S” ou “C”. Apesar de se manifestar em qualquer fase da vida, a doença costuma ser mais frequente durante o estirão de crescimento que ocorre na puberdade. A escoliose pode provocar diferentes sintomas, como ombros e quadris assimétricos e desnivelados, costelas salientes em um dos lados do tórax e tamanho desigual das pernas. Nesse caso, o tratamento fisioterápico com alongamentos e respiração é a melhor maneira de melhorar o quadro.

2# Cifose provoca o efeito “corcunda”

Também conhecida como hipercifose, a cifose é a curvatura presente na coluna vertebral que faz com que a região superior das costas pareça mais curvada do que o normal. É comum que todos tenham um grau de curvatura na coluna, mas quando passa de 45 graus é considerada excessiva, resultando no efeito “corcunda”. Má postura e falta de exercício físico são as principais causas da doença. Ainda assim, esse tipo de desvio na coluna não costuma causar outros sintomas, mas, em alguns casos, pode gerar dores nas costas e cansaço.

3# Lordose é um dos desvios de coluna mais comuns

Considerada uma curvatura normal, a lordose só passa a ser um desvio de coluna quando se transforma em hipolordose ou hiperlodose. No primeiro caso, é quando a curva é diminuída. Já no segundo, é quando ocorre o aumento da curva. De forma geral, a dor nas costas em pessoas com aumento da lordose lombar acontece durante as atividades que envolvem a extensão da coluna lombar, como ficar em pé durante muito tempo. Nesse caso, flexões do tronco costumam aliviar a dor.

Últimas novidades

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Saúde

Diabetes I e II: qual a diferença entre os dois tipos da doença?

Diabetes é uma das doenças mais comuns e que mais matam no mundo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença no Brasil e os números não param de crescer. Em muitos casos, uma pessoa pode ser diabética sem saber. A diabetes pode se manifestar nos tipos I e II: com ações diferentes no organismo, cada uma demanda um cuidado específico. Entenda mais e veja como evitar as complicações graves.

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

Bem-estar

Quarentena: 5 práticas de autocuidado para deixar seus dias mais leves

As recomendações dos principais órgãos de saúde são claras: é preciso ficar em casa para se proteger do novo coronavírus. A quarentena, no entanto, pode ser muito estressante: afinal, estamos no meio de uma pandemia e longe dos amigos e família. Nesse momento, se promover alguns momentos de autocuidado e relaxamento podem ajudar. Pensando nisso, separamos 5 práticas para você cuidar do seu bem-estar físico e emocional e deixar os seus dias mais leves durante esse período difícil. Confira!

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

Saúde

Candidíase: o que causa e como aliviar o desconforto?

A candidíase é uma doença causada por fungos que, em geral, atinge mais a região genital do corpo. Apesar da infecção poder afetar ambos os sexos, as mulheres são as que mais sofrem com o incômodo. A candidíase causa muito desconforto e pode ser desencadeada por desequilíbrios no sistema imunológico, estresse e uso de roupas muito apertadas. Os sintomas mais comuns são ardência, coceira, inchaço, corrimento, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Entenda mais sobre o problema e como aliviar!

Como manter o sono regulado na quarentena?

Bem-estar

Como manter o sono regulado na quarentena?

A má qualidade de sono pode trazer diversos prejuízos para a saúde do corpo e da mente. É durante a noite que o organismo passa por processos metabólicos importantes para o seu funcionamento. Dormir a quantidade de horas recomendadas é fundamental para que o corpo se recupere energeticamente. Durante a quarentena, no entanto, as mudanças de rotina, associadas com o estresse e alimentação, podem desregular o sono e até mesmo contribuir para a insônia. Confira algumas dicas de como combater esse problema e dormir melhor nesse período complicado!

Ver mais