Voltar para home page
Saúde

Fases de infecção da Covid-19: entenda o ciclo do vírus no organismo humano

Entenda as fases de infecção da Covid-19

Entenda as fases de infecção da Covid-19

A pandemia do novo coronavírus é uma doença que se assemelha a doenças já conhecidas, como a gripe e o resfriado. A Covid-19 é uma doença respiratória em que os principais sintomas são tosse seca, febre e falta de ar - sinais que podem surgir entre 1 e 14 dias após a contaminação. É importante lembrar que a doença pode apresentar efeitos diferentes em cada pessoa. Para diferenciá-la e entender melhor como ela funciona, veja as fases da doença e entenda o ciclo do coronavírus em nosso organismo.

Novo coronavírus: doença respiratória se manifesta em algumas fases

Fase 1
A fase 1 da Covid-19, considerada leve, é quando ocorre a contaminação pelo nariz ou boca a partir do contato com uma pessoa ou superfície infectada. Em alguns casos, o quadro pode ser totalmente assintomático e continuar assim, já em outros, pode evoluir para um quadro mais grave. É nessa etapa que o vírus percorre o caminho até o pulmão do paciente ou o estômago. Os sinais mais comuns são tosse, mas o paciente também pode ter diarreia. O organismo se prepara para se defender dos invasores.

Fase 2
É na fase 2 de infecção, que é mais moderada, que começam as manifestações pulmonares. Se a resposta do sistema imune não for rápida o suficiente, se espalha pelo corpo. Nesse momento, é normal que o paciente tenha febre e tosse mais intensa, acompanhado de cansaço. A falta de ar é um sinal mais claro de que o paciente está com um quadro de pneumonia viral e é indicado procurar atendimento médico. A depender da gravidade, o tratamento pode ser feito em casa com medicação ou no próprio hospital com métodos mais abrangentes.

Fase 3
Considerado o estágio grave da doença, na fase 3 o sistema imunológico do paciente não consegue se defender e causa uma inflamação generalizada, que pode gerar falência múltipla de órgãos e parada cardiorrespiratória.

Como diferenciar o coronavírus de uma gripe comum ou resfriado?

Essa é uma dúvida que muitas pessoas geralmente têm, mas não é muito difícil diferenciar a Covid-19 de uma gripe ou resfriado. Embora as semelhanças sejam inúmeras, existe uma diferença principal: a Covid-19 demora muito mais para se manifestar do que a gripe. Veja os sintomas mais comuns de cada doença respiratória:

- Gripe: febre, cansaço, tosse (geralmente seca), dores no corpo e mal-estar e dor de cabeça;

- Resfriado: tosse leve, espirros, coriza ou nariz entupido, dor de garganta, dores no corpo e mal-estar e dor de cabeça;

- Coronavírus: febre, tosse (geralmente seca), dificuldade para respirar, perda de paladar ou olfato e cansaço.

Como se prevenir da Covid-19?

A Covid-19 pode se manifestar de forma bem grave e até levar à morte em poucos dias. Por isso, é essencial evitar aglomerações e manter um distanciamento social de no mínimo 1,5 metro na rua e comércios. O uso de máscara é indispensável para evitar o contágio, assim como o álcool em gel ou limpeza das mãos com água e sabão. Sempre leve as mãos à boca e ao nariz ao tossir ou espirrar, higienizando bem depois. Além disso, se mantenha em locais arejados e não compartilhe objetos pessoais.

Últimas novidades

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Saúde

Vacina para o novo coronavírus: conheça 2 pesquisas promissoras em andamento

Os resultados de uma vacina contra a Covid-19 podem estar próximos. A pandemia do novo coronavírus alterou o modo de vida da sociedade. O isolamento social trouxe novas formas de consumo, hábitos e trabalho, além da forma como lidamos com a saúde. Desde então, muitos institutos de pesquisa espalhados pelo mundo estão estudando os efeitos do vírus e possibilidades de imunização.

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

Saúde

Formigamento nas mãos: 5 principais motivos por trás do incômodo

A sensação de formigamento nas mãos é algo comum para muita gente e, embora seja um sintoma simples, precisa de atenção. Isso porque diversos motivos podem estar por trás do formigamento, desde um problema de circulação até um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O indicado é observar o quadro e, dependendo da forma como se manifesta, o atendimento médico pode ser necessário.

Quais as principais causas de queda de cabelo?

Saúde

Quais as principais causas de queda de cabelo?

A queda de cabelo é um problema muito comum, mas quando identificar se está perdendo mais fios do que o considerado saudável? O normal é que uma pessoa perca de 100 a 150 fios por dia de forma natural para que o cabelo cresça novamente. Quando a quantidade ultrapassa isso, é sinal de que pode haver um problema clínico por trás. A queda excessiva de cabelo pode ser observada na escovação diária, durante a lavagem ou até mesmo depois de acordar, quando se percebe muitos fios no travesseiro.

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

Bem-estar

Como lidar com os distúrbios do sono na quarentena?

A quarentena tem afetado, em grande parte da população, o modo de viver e de interagir com o mundo. Viver numa situação de pandemia também trouxe muita preocupação, que se reflete em ansiedade e distúrbios do sono. Insônia, sono muito leve, acordar várias vezes, não conseguir manter uma rotina de sono ou se sentir extremamente cansado mesmo depois de dormir bem são os problemas mais comuns nesse período de isolamento social.

Ver mais