Voltar para home page
Saúde

Psoríase: o que é, quais são as causas e como amenizar os efeitos do problema

As causas da psoríase são desconhecidas, mas a doença tem relação com desequilíbrios no sistema imune

As causas da psoríase são desconhecidas, mas a doença tem relação com desequilíbrios no sistema imune

A psoríase é uma doença considerada crônica que consiste na inflamação da pele, e ela é mais comum do que se pensa. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a estimativa é de que 1 a 3% da população mundial apresente a doença, sendo mais de 5 milhões de pessoas apenas no Brasil. Existem vários tipos de psoríase e a gravidade de cada quadro também é bastante variável, mas felizmente é possível tratar e melhorar a qualidade de vida dos pacientes acometidos pelo problema. A seguir, o Cuidados Mil separou as informações mais relevantes sobre esta doença de pele: quais são as causas, sintomas da psoríase e os tratamentos mais indicados.

O que é psoríase e como a doença se manifesta?

A psoríase é uma inflamação da pele caracterizada por lesões avermelhadas e com descamação que podem surgir em qualquer parte do corpo e é uma doença cíclica, ou seja, os sintomas podem aparecer e desaparecer continuamente. Dentre os vários tipos de psoríase que podem existir, a psoríase em placas (também chamada de vulgar) é a mais comum. Nesse caso, há a formação de placas secas com escamas brancas que surgem principalmente no couro cabeludo, joelhos e cotovelos, mas também podem atingir outras regiões (como as genitais). O principal sintoma é a coceira, mas em alguns casos as placas também podem rachar e até mesmo sangrar.

Causas da psoríase ainda são desconhecidas, mas alguns fatores podem contribuir para o desenvolvimento da doença

Não se sabe exatamente qual a causa da psoríase, mas a doença surge principalmente quando ocorre um desequilíbrio do sistema imune do paciente. Isso quer dizer que situações frequentes de estresse, por exemplo, podem desencadear o quadro - mas vale destacar que essa não é uma doença puramente emocional, como muitos acreditam. Além disso, a herança genética também pode contribuir: a maior parte das pessoas diagnosticadas têm outros casos de psoríase na família.

Outros fatores de risco para o quadro são: traumas físicos, consumo de álcool, tabagismo, pele ressecada e o uso de determinados remédios. Vale lembrar ainda que a psoríase não é uma doença contagiosa e os pacientes podem viver normalmente, sem a necessidade de isolamento.

Psoríase tem cura? Saiba como os tratamentos ajudam a controlar o problema

Infelizmente não existe nenhum tratamento específico que elimine totalmente a psoríase e, portanto, não é possível afirmar que existe cura para o quadro. Contudo, é possível controlar e amenizar os efeitos da doença, o que promove melhor qualidade de vida ao paciente. Como existem diferentes graus de psoríase e cada organismo reage de uma maneira diferente, o tratamento deve ser individualizado e acompanhado por um médico dermatologista.

Em casos leves, a hidratação da pele e aplicação de medicamentos tópicos (remédios e pomadas) na região das lesões são fatores que ajudam a melhorar o quadro clínico, segundo dados a SBD. Outra alternativa de tratamento é por meio da combinação de fototerapia, que consiste na exposição da pele a raios UVB, com medicações indicadas por um especialista.

Além disso, o paciente diagnosticado com psoríase deve ter certos cuidados com a sua alimentação. O ideal é seguir uma dieta equilibrada e saudável, evitando o consumo de substâncias que possam contribuir para a inflamação da pele, como carne vermelha, álcool e alimentos processados.

Últimas novidades

Exercício físico em casa: a pandemia é mais um motivo para ele ser seu grande aliado

Exercício físico

Exercício físico em casa: a pandemia é mais um motivo para ele ser seu grande aliado

Fazer atividade física sempre foi importante - e isso não é segredo para ninguém. Durante a pandemia do coronavírus, a população teve que ajustar sua rotina de exercícios para uma nova realidade. As academias ficaram fechadas por um tempo e algumas pessoas ainda não se sentem seguras para correr ou fazer qualquer outra atividade nas ruas.

Como escovar os dentes corretamente? Veja o passo a passo para não errar!

Odontologia

Como escovar os dentes corretamente? Veja o passo a passo para não errar!

Cuidar da higiene bucal é algo que deve fazer parte da rotina. Além de garantir um sorriso mais limpo, bonito e saudável, essa é a maneira mais eficiente de evitar problemas como a cárie, o tártaro e a gengivite. De uma maneira geral, a recomendação é que a escovação dos dentes seja feita pelo menos três vezes ao dia após as principais refeições - café da manhã, almoço e jantar.

Acupuntura: entenda o que é essa terapia, indicações e efeitos na saúde

Terapias

Acupuntura: entenda o que é essa terapia, indicações e efeitos na saúde

A acupuntura é uma técnica oriental que consiste no uso de agulhas em partes específicas do corpo com o objetivo de melhorar o bem-estar individual e promover o equilíbrio do corpo. Inclusive, a acupuntura é tão benéfica que vem sendo cada vez mais indicada como terapia complementar para diversas doenças que afetam a parte física e psicológica. Para entender melhor como o procedimento funciona, para quem ele é indicado e quais são os benefícios da acupuntura para o corpo, o Cuidados Mil reuniu as principais informações sobre isso. Confira!

Como a endoscopia é feita e quais as recomendações?

Saúde

Como a endoscopia é feita e quais as recomendações?

Você já ouviu falar na endoscopia? Este exame médico coleta imagens em tempo real das cavidades do sistema digestivo, sendo fundamental para o diagnóstico de doenças e até alguns tratamentos. Ele é realizado com um nível de sedação que vai depender da complexidade do procedimento, que pode ser tanto para avaliar uma gastrite quanto retirar tumores. Veja abaixo como o exame é feito, para que serve e quais são os casos recomendados para se fazer a endoscopia.

Ver mais