Voltar para home page
Saúde

Quais as principais causas de queda de cabelo?

Quando a queda de cabelo representa um problema de saúde?

Quando a queda de cabelo representa um problema de saúde?

A queda de cabelo é um problema muito comum, mas quando identificar se está perdendo mais fios do que o considerado saudável? O normal é que uma pessoa perca de 100 a 150 fios por dia de forma natural para que o cabelo cresça novamente. Quando a quantidade ultrapassa isso, é sinal de que pode haver um problema clínico por trás. A queda excessiva de cabelo pode ser observada na escovação diária, durante a lavagem ou até mesmo depois de acordar, quando se percebe muitos fios no travesseiro. Se isso está acontecendo, é sinal de que pode haver algo de errado com a sua saúde. Veja as principais causas para a queda de cabelo!

Estresse é uma das principais causas da queda de cabelo

O estresse causa muitos sintomas físicos. Além da dor de cabeça e da dor nas costas, bastante conhecidas, o estresse também pode causar queda de cabelo em excesso. É importante observar se os fios começaram a cair muito se você passou por uma situação traumática ou se está sob pressão e ansiedade extrema. Nesse caso, o ideal é procurar uma psicoterapia, mas terapias alternativas como acupuntura ou prática de ioga também podem ajudar a aliviar os efeitos do estresse. É importante manter uma rotina de exercícios e se alimentar adequadamente.

Distúrbios hormonais estimulam a queda dos fios

Outro motivo comum por trás da queda de cabelo é a desregulagem hormonal, principalmente em mulheres. A perda dos fios pode ser ocasionado por inconstâncias no ciclo menstrual ou até mesmo a troca de um método contraceptivo. O problema também pode atingir adolescentes na puberdade. Se observar a queda excessiva de fios, fale com o seu médico de confiança.

Antidepressivos e anticoagulantes podem alterar o funcionamento do organismo

Alguns hormônios sintéticos e substâncias presentes em algumas drogas podem alterar a forma como o organismo funciona, causando a queda de cabelo excessiva. Antidepressivos, anticoagulantes e até mesmo alguns analgésicos, se usados por muito tempo, podem provocar a perda dos fios. Se a queda de cabelo sair do controle, o médico que prescreveu os remédios deve ser consultado imediatamente para, em conjunto com o paciente, decidir o que deve ser feito.

Queda de cabelo excessiva pode ser sinal de anemia

Doença caracterizada pela falta de ferro e de vitamina B12, a anemia é conhecida por causar palidez, cansaço e fraqueza. Mas o que muita gente não sabe é que um dos sintomas da doença também é a queda de cabelo, justamente por causar uma fraqueza geral em todo o corpo. Como a anemia não é uma doença crônica, depois do tratamento todos os sintomas costumam desaparecer gradativamente, inclusive a queda dos fios.

Últimas novidades

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

Saúde

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

A herpes labial é causada pelo vírus HSV (Herpes Simplex Virus) e se divide em dois tipos, o HSV-1, que geralmente fica alocado na cavidade bucal, e o HSV-2, que atinge os genitais. Ambos são extremamente contagiosos, mas o primeiro é o mais comum. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde estima que 67% da população está infectada por ele.

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

Exercício físico

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

A quarentena fez muita gente aderir aos exercícios físicos caseiros - e isso é um bom sinal. Ficar em casa sem se movimentar pode gerar diversos problemas de saúde típicos do sedentarismo. As dores na coluna são um dos principais exemplos. No entanto, para que a atividade física renda os benefícios desejados, é preciso cuidado e respeito aos limites do corpo.

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Bem-estar

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Os meses de isolamento por causa da pandemia do coronavírus podem deixar algumas consequências na vida da população mesmo quando a rotina voltar ao normal. As pessoas tiveram que se adaptar a um novo modo de vida em meio à incertezas sobre a saúde. A volta à vida normal, mesmo quando os casos da doença diminuírem consideravelmente, pode ser difícil para algumas pessoas.

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Alimentação saudável

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Você consome feijão todos os dias? Apesar de ser um item muito consumido no Brasil, pouca gente sabe da importância não apenas do feijão, mas de todas as leguminosas, para a saúde do nosso corpo. Assim como os legumes, verduras, frutas e hortaliças, as leguminosas devem fazer parte das refeições diariamente. Ricas em fibras, proteínas, carboidratos, também são uma fonte poderosa de ferro.

Ver mais