Voltar para home page
Saúde

Quais as principais causas de queda de cabelo?

Quando a queda de cabelo representa um problema de saúde?

Quando a queda de cabelo representa um problema de saúde?

A queda de cabelo é um problema muito comum, mas quando identificar se está perdendo mais fios do que o considerado saudável? O normal é que uma pessoa perca de 100 a 150 fios por dia de forma natural para que o cabelo cresça novamente. Quando a quantidade ultrapassa isso, é sinal de que pode haver um problema clínico por trás. A queda excessiva de cabelo pode ser observada na escovação diária, durante a lavagem ou até mesmo depois de acordar, quando se percebe muitos fios no travesseiro. Se isso está acontecendo, é sinal de que pode haver algo de errado com a sua saúde. Veja as principais causas para a queda de cabelo!

Estresse é uma das principais causas da queda de cabelo

O estresse causa muitos sintomas físicos. Além da dor de cabeça e da dor nas costas, bastante conhecidas, o estresse também pode causar queda de cabelo em excesso. É importante observar se os fios começaram a cair muito se você passou por uma situação traumática ou se está sob pressão e ansiedade extrema. Nesse caso, o ideal é procurar uma psicoterapia, mas terapias alternativas como acupuntura ou prática de ioga também podem ajudar a aliviar os efeitos do estresse. É importante manter uma rotina de exercícios e se alimentar adequadamente.

Distúrbios hormonais estimulam a queda dos fios

Outro motivo comum por trás da queda de cabelo é a desregulagem hormonal, principalmente em mulheres. A perda dos fios pode ser ocasionado por inconstâncias no ciclo menstrual ou até mesmo a troca de um método contraceptivo. O problema também pode atingir adolescentes na puberdade. Se observar a queda excessiva de fios, fale com o seu médico de confiança.

Antidepressivos e anticoagulantes podem alterar o funcionamento do organismo

Alguns hormônios sintéticos e substâncias presentes em algumas drogas podem alterar a forma como o organismo funciona, causando a queda de cabelo excessiva. Antidepressivos, anticoagulantes e até mesmo alguns analgésicos, se usados por muito tempo, podem provocar a perda dos fios. Se a queda de cabelo sair do controle, o médico que prescreveu os remédios deve ser consultado imediatamente para, em conjunto com o paciente, decidir o que deve ser feito.

Queda de cabelo excessiva pode ser sinal de anemia

Doença caracterizada pela falta de ferro e de vitamina B12, a anemia é conhecida por causar palidez, cansaço e fraqueza. Mas o que muita gente não sabe é que um dos sintomas da doença também é a queda de cabelo, justamente por causar uma fraqueza geral em todo o corpo. Como a anemia não é uma doença crônica, depois do tratamento todos os sintomas costumam desaparecer gradativamente, inclusive a queda dos fios.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais