Voltar para home page
Odontologia

Saúde bucal e gravidez: qual a importância dos cuidados com a boca durante a gestação?

Entenda os cuidados com a saúde bucal que se deve ter durante a gestação

Entenda os cuidados com a saúde bucal que se deve ter durante a gestação

A gravidez é uma época especial e, nesse momento, a futura mãe não deve ignorar os cuidados com sua saúde bucal - não só pelo próprio bem-estar, mas também para o do bebê. As estruturas bucais da criança iniciam sua formação ainda no útero materno e já nas primeiras semanas de vida. Por isso, hábitos saudáveis nessa fase auxiliam o desenvolvimento de uma dentição saudável na criança. Mas, afinal, quais os cuidados realmente efetivos para essa etapa? Confira abaixo o que é mito, o que é verdade e do que não abrir mão durante a gravidez.

Cárie e gestação: a gravidez aumenta os problemas bucais?

Muita gente acredita que a gravidez causa cárie, mas isso não é necessariamente verdade. Se a gestante mantiver a higiene bucal em dia, uma alimentação equilibrada e fazer o acompanhamento com dentistas, dificilmente terá problemas. Geralmente, esse aumento dos casos de cáries e o sangramento gengival estão relacionados à alteração na dieta, com maior consumo de guloseimas, e a presença da placa bacteriana pela limpeza inadequada.

Logo, apesar de haver algumas modificações no tecido gengival em função das alterações hormonais, isso só será um problema se já existirem questões anteriores ao período gestacional.

Alimentação saudável é fundamental na gravidez para manter a saúde bucal

É importante que a futura mãe tenha uma dieta equilibrada, rica em vitaminas (especialmente A, C e D) minerais (cálcio e fosfato) e proteínas - pois os dentes do bebê estão em formação. Vale lembrar: o cálcio que o pequeno recebe vem da alimentação e, quando a quantidade enviada não é suficiente, o organismo desvia parte do que a gestante tem em seus ossos para o bebê.

Para realizar a higiene bucal, dê preferência a escovas macias, cremes dentais com flúor e use o fio dental diariamente. Caso perceba algum ponto de sangramento, é importante consultar um dentista para orientação.

Tratamento odontológico na gravidez: quando começar?

A visita regular ao dentista é importante para garantir o diagnóstico precoce de qualquer possível problema e para receber orientações sobre os cuidados diários. O mais recomendável é começar o acompanhamento da saúde bucal no segundo trimestre da gestão (3 a 6 meses), mas é possível começar até antes. Porém, nesse caso, é indicado evitar as radiografias. E se for o caso de utilizar anestésicos, o dentista irá determinar o mais indicado.

Ao chegar ao sétimo mês, já é indicado procurar um odontopediatra. Ele irá aconselhar os cuidados necessários com a saúde bucal do bebê que está chegando – principalmente no que se refere ao processo de amamentação, nascimento dos dentes, uso de flúor, emprego de chupetas e a primeira visita da criança ao dentista.

Fonte: Dra. Glenda Nahás Bergamasco Dreuzzo
Especialista em Odontopediatria
Consultora Científica do Amil Dental Kids

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais