Voltar para home page
Saúde

Vitamina D ajuda a aumentar a imunidade? Entenda!

Alimentos como o salmão, gema de ovo, cogumelos e manteiga são fontes importantes de vitamina D

Alimentos como o salmão, gema de ovo, cogumelos e manteiga são fontes importantes de vitamina D

Com a pandemia do novo coronavírus e o isolamento social, muitas pessoas deixaram de se expor ao sol com tanta frequência. Isso pode acabar impactando a absorção de vitamina D pelo nosso organismo: a exposição solar é uma das principais fontes do nutriente. A vitamina D auxilia no fortalecimento da imunidade, deixando o corpo mais forte para combater doenças infecciosas, como a própria Covid-19 (vale ressaltar que a alta concentração do nutriente não previne a transmissão do coronavírus). Além disso, a vitamina ainda traz diversos benefícios para a nossa saúde. Quer saber mais? Entenda aqui tudo o que esse nutriente pode te oferecer!

Prevenção de doenças autoimunes, mal de Parkinson e câncer

As potencialidades da vitamina D são mais importantes para nós do que se imagina. Por atuar diretamente no sistema imunológico, ela impulsiona a produção de uma molécula chamada CD31, que reduz o risco de doenças autoimunes, como o lúpus, a doença celíaca e a esclerose múltipla. Dentre suas funções, também está a redução de chances de desenvolver o mal de Parkinson e câncer em até 60%.

Fortalece os ossos e músculos

Além de atuar na prevenção de doenças, a vitamina D também é importantíssima para o fortalecimento muscular e ósseo. Para a terceira idade, o nutriente pode ser uma grande aliada na prevenção de doenças ósseas como a osteopenia e osteoporose. No organismo das crianças, ela é fundamental para ajudar na formação e desenvolvimento do corpo e prevenir o raquitismo.

Prevenção de gripes, resfriados e doenças respiratórias

Não é só a vitamina C: a relação entre vitamina D e doenças respiratórias é mais importante do que pensamos. Como ela atua no sistema imunológico, ajuda a defender o corpo de doenças oportunistas. Juntamente com o zinco, o selênio e as vitaminas A e E, esse nutriente ajuda a manter o organismo mais forte para lidar com infecções respiratórias (como o Covid-19), gripes e resfriados.

Dieta e banho de sol repõem os níveis de vitamina D

Algo curioso sobre a vitamina D é que ela não é produzida pelo nosso corpo. Por isso, os benefícios dela devem ser extraídos de fontes externas, como os alimentos. Gema de ovo, peixes como atum, sardinha e salmão, fígado, a manteiga e o cogumelo são exemplos de alimentos ricos nesse nutriente. A vitamina D também pode ser garantida por meio de 10 a 20 minutos de exposição diária ao sol entre as 9h e 11h.

Últimas novidades

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Bem-estar

Os 10 alimentos mais ricos em fibras e os efeitos no seu organismo

Para manter a saúde em dia, é essencial ter cuidado com a alimentação. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes pode prevenir diversas doenças e ajudar a tratar outras. As fibras, por exemplo, não são nutrientes, mas são elementos essenciais para o sistema digestivo e que melhoram a função intestinal, prevenindo diversas doenças. Por isso, é muito importante ter uma alimentação abundante nessa substância. Descubra aqui 10 alimentos ricos em fibras para incluir na sua dieta.

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

Saúde

Câncer de pele: tipos mais comuns, sintomas e tratamentos

O câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de câncer representa 25% dos tumores malignos identificados no país, o que significa que cerca de 180 mil brasileiros são diagnosticados por ano com a doença. A principal causa desse tipo de câncer é o excesso de exposição solar, que resulta no crescimento descontrolado das células presentes na pele. O câncer de pele é discreto e normalmente se manifesta com pequenas pintas que crescem devagar, que às vezes nem parecem preocupantes. Por isso, é importante ficar atento a qualquer irregularidade na pele. Confira abaixo tudo sobre o câncer de pele!

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Saúde

Infarto do miocárdio: como identificar um ataque cardíaco?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem de problemas cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, todos os anos no mundo. Em casos de ataque cardíaco, receber os cuidados médicos necessários o quanto antes pode salvar muitas vidas. Por isso, é fundamental ser capaz de identificar um infarto e saber o que fazer de imediato. Veja algumas dicas abaixo!

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

Saúde

Quais as causas mais comuns das pedras na vesícula?

As pedras na vesícula são mais comuns do que se imagina e podem aparecer por diferentes razões. A principal função da vesícula é servir de recipiente para a bile, um líquido produzido no tecido hepático que auxilia na digestão dos alimentos e seus nutrientes. Mas o que acontece quando esse órgão é afetado por um desequilíbrio? A bile começa a empedrar - e é aí que surgem os cálculos biliares, popularmente conhecidos como pedras na vesícula. Entenda mais abaixo!

Ver mais