Voltar para home page
Bem-estar

5 dicas para começar a meditar em casa

A meditação promove vários benefícios para a saúde

A meditação promove vários benefícios para a saúde

É cientificamente comprovado que a meditação traz diversos benefícios para a saúde física e mental. Diferentes estudos apontam a melhoria de quadros de estresse e ansiedade com a prática. Por outro lado, a meditação também ajuda a controlar a pressão alta e melhorar a qualidade do sono. Muita gente, no entanto, sente dificuldade de iniciar a prática e alcançar um estado de tranquilidade, por isso desistem com facilidade. A meditação é um processo gradual e pode demorar um pouco para fazer “efeito”, mas algumas dicas podem ajudar a transformar a prática em parte da sua rotina.

1) Tenha um lugar calmo em casa para poder meditar

A meditação, principalmente no início, requer silêncio e calmaria para que o praticante consiga se concentrar. Escolha o lugar mais tranquilo da casa, como o seu quarto ou mesmo a sala se não tiver movimentação de pessoas. Ambientes com plantas e luz natural podem ajudar na inspiração. Se você tiver crianças, tente fazer com que elas participem do momento ou as deixem envolvidas em alguma atividade interessante enquanto você medita. Animais de estimação também devem ficar distantes para não atrapalharem o seu momento.

2) Utilize meditações guiadas

No início, é super normal não saber para onde ir. Devo só respirar? Preciso prestar atenção em alguma parte do meu corpo? Como esvaziar a mente? Essas são perguntas comuns quando não se tem experiência. A meditação guiada pode ajudar a te direcionar nesse momento. Na internet é possível encontrar vídeos e áudios em plataformas de streaming, você só precisa encontrar aquele que mais se adequa à sua rotina e objetivo

3) Músicas ajudam na concentração

Assim como a meditação guiada, outro método que pode ajudar na prática de meditação é ouvir músicas relaxantes. Utilizadas de forma adequada, as canções ajudam o indivíduo a alcançar um estado de concentração, especialmente se ele for iniciante. As músicas não podem distrair o praticante, mas sim fazer parte da meditação, ajudando no objetivo da prática.

4) Mantenha a rotina de meditação

A prática meditativa é algo que vai evoluindo aos poucos. Com o tempo, o praticante vai aprender como o próprio corpo reage e quais métodos são mais efetivos para alcançar o estado de concentração. Por isso, nos primeiros dias é normal sentir que não está funcionando ou mesmo que você não consegue meditar. É muito importante que os iniciantes insistam, tornando a prática parte da rotina. Comece com 5 minutos e vai aumentando o tempo à medida que observar resultados.

Não se importe em ficar na posição de lótus de primeira: a meditação pode ser feita sentado em uma cadeira ou mesmo deitado na cama. Só é importante que mantenha a coluna ereta, olhos fechados e evite se mexer. Não há uma regra em relação aos horários: você pode meditar logo ao acordar, no intervalo do home office ou mesmo antes de dormir.

5) Prática de yoga é uma boa forma de começar

O yoga nada mais é que uma meditação, que combina ásanas (posturas) com pranayamas (exercícios de respiração). É uma boa forma de começar a inserir a meditação na sua vida, já que as posturas podem ajudar a estabelecer a concentração. Além disso, a prática de yoga também traz diversos benefícios para o corpo, como flexibilidade, força e até alívio de dores.

Últimas novidades

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

Saúde

Herpes labial: descubra o que é e como buscar tratamento

A herpes labial é causada pelo vírus HSV (Herpes Simplex Virus) e se divide em dois tipos, o HSV-1, que geralmente fica alocado na cavidade bucal, e o HSV-2, que atinge os genitais. Ambos são extremamente contagiosos, mas o primeiro é o mais comum. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde estima que 67% da população está infectada por ele.

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

Exercício físico

6 dicas para fazer exercício físico em casa de forma segura

A quarentena fez muita gente aderir aos exercícios físicos caseiros - e isso é um bom sinal. Ficar em casa sem se movimentar pode gerar diversos problemas de saúde típicos do sedentarismo. As dores na coluna são um dos principais exemplos. No entanto, para que a atividade física renda os benefícios desejados, é preciso cuidado e respeito aos limites do corpo.

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Bem-estar

5 dicas para voltar à rotina depois da pandemia

Os meses de isolamento por causa da pandemia do coronavírus podem deixar algumas consequências na vida da população mesmo quando a rotina voltar ao normal. As pessoas tiveram que se adaptar a um novo modo de vida em meio à incertezas sobre a saúde. A volta à vida normal, mesmo quando os casos da doença diminuírem consideravelmente, pode ser difícil para algumas pessoas.

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Alimentação saudável

Quais os benefícios das leguminosas para a saúde?

Você consome feijão todos os dias? Apesar de ser um item muito consumido no Brasil, pouca gente sabe da importância não apenas do feijão, mas de todas as leguminosas, para a saúde do nosso corpo. Assim como os legumes, verduras, frutas e hortaliças, as leguminosas devem fazer parte das refeições diariamente. Ricas em fibras, proteínas, carboidratos, também são uma fonte poderosa de ferro.

Ver mais