Voltar para home page
Saúde

Síndrome do ovário policístico: descubra as causas, sintomas e tratamentos da doença

Síndrome do ovário policístico atinge 1 a cada 15 mulheres em idade fértil

Síndrome do ovário policístico atinge 1 a cada 15 mulheres em idade fértil

A síndrome dos ovários policísticos, também conhecida como SOP, é um problema muito comum que atinge a população feminina: 1 a cada 15 mulheres em idade reprodutiva desenvolvem o distúrbio, de acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. A doença endocrinológica se caracteriza pelo aumento da produção de hormônios masculinos pelo organismo. Os sinais mais comuns são irregularidade no ciclo menstrual, acne e aumento de peso, mas em casos mais graves pode resultar até em infertilidade.

Como a síndrome dos ovários policísticos se desenvolve?

Os ovários são duas glândulas localizadas perto do útero e sua principal função é produzir e armazenar os óvulos, além de sintetizar os hormônios sexuais femininos. A questão é que parte das mulheres pode desenvolver pequenos cistos nessas glândulas - no caso da SOP, o ovário apresenta vários cistos. A síndrome do ovário policístico não tem uma causa específica, mas na maioria das vezes está relacionada com a resistência à insulina, hormônio pancreático que regula os níveis de açúcar no sangue.

Síndrome do ovário policístico: sintomas e diagnóstico da doença

Os sintomas mais comuns da síndrome do ovário policístico são:

  • Irregularidade no ciclo menstrual: as alterações podem se apresentar com ausência da menstruação ou fluxo excessivo. Em outros casos, a mulher pode menstruar de forma espaçada;
  • Aumento de peso: o sobrepeso e/ou obesidade pode, inclusive, agravar o quadro da doença;
  • Aumento de pelos: a mulher com a SOP pode observar aumento dos pelos nos seios, costas, abdômen e face;
  • Acne: a pele pode ficar mais oleosa por causa do aumento de produção de substâncias pelas glândulas sebáceas e favorecer o surgimento da acne no rosto.

Em casos mais avançados, a paciente pode ter queda de cabelo, depressão e até infertilidade. O diagnóstico da doença é feito a partir da avaliação clínica dos sintomas gerais, aumento do tamanho dos ovários (geralmente visto em uma ultrassonografia), menstruação irregular e exames laboratoriais que podem identificar o aumento da produção de hormônios masculinos, como a testosterona.

Como é o tratamento do ovário policístico?

O tratamento da síndrome do ovário policístico deve ser personalizado para cada mulher e caso - na maioria das vezes, são receitados anticoncepcionais para o controle dos hormônios em conjunto com outros medicamentos para os demais sintomas da doença. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, ainda não foi descoberta uma cura para o distúrbio, mas ele pode ser controlado com a adoção de um estilo de vida mais saudável. Uma dieta equilibrada e a prática de atividades físicas são essenciais para isso. Em todos os casos, procure a orientação de um endocrinologista.

Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Últimas novidades

Como funciona a vacina contra HPV?

Saúde

Como funciona a vacina contra HPV?

A vacina contra HPV (Papilomavírus Humano) é uma das formas mais eficazes de prevenir a infecção, que pode ter vários tipos e níveis de gravidade. A transmissão ocorre pelo contato sexual ou de mãe para filho e pode atingir pele e mucosas. Além disso, algumas versões do vírus são agentes causadores de diversos cânceres, incluindo o do colo de útero - que, segundo a Organização Mundial da Saúde, afeta cerca de 290 milhões de mulheres no mundo inteiro. A vacina tem uma ação preventiva contra os tipos mais comuns da infecção e pode ser administrada ainda na adolescência.

Acidente Vascular Cerebral: o que é, causas e como prevenir

Emergência

Acidente Vascular Cerebral: o que é, causas e como prevenir

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma dos problemas mais comuns no mundo inteiro. Também conhecido com derrame cerebral, ele acontece por causas variadas e pode levar à morte - ou provocar consequências graves que afetam toda a vida do paciente. A junção de alguns sintomas ajudam a identificar o problema, que precisa de um atendimento médico imediato. O AVC ainda é cercado de mitos e dúvidas, mas uma coisa é certa: o problema pode ser evitado com atitudes simples no dia a dia.

4 benefícios cientificamente comprovados da meditação

Terapias

4 benefícios cientificamente comprovados da meditação

A meditação é um método milenar associado à saúde e ao bem-estar físico e mental. Não se sabe ao certo quando ou onde surgiu, já que a prática acompanha a humanidade desde os seus primórdios, mas uma coisa é certa: a meditação tem ganhado mais popularidade e, inclusive, é indicada no tratamento de diversos transtornos. O método pode ser resumido como um treinamento da mente para esvaziar ou redirecionar os pensamentos. Na prática, é muito mais do que isso e a ciência pode comprovar. Veja abaixo 4 benefícios da meditação com respaldo científico!

Vegetarianismo: o que você precisa considerar antes de fazer a transição?

Alimentação saudável

Vegetarianismo: o que você precisa considerar antes de fazer a transição?

Causa animal, saúde, cuidado com o meio ambiente ou consumo consciente: as motivações para uma pessoa se tornar vegetariana são muitas. O vegetarianismo consiste, basicamente, em não consumir produtos de origem animal (carnes, laticínios e ovos), com algumas variações. Uma pesquisa divulgada pelo Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), em abril de 2018, mostrou o crescimento da prática no país: cerca de 14% dos brasileiros se consideram vegetarianos, um aumento de 75% em comparação a 2012. Não há contraindicação para esse tipo de dieta, mas é necessário que você faça um acompanhamento médico para adequar a alimentação sem prejudicar a sua saúde.

Ver mais