Voltar para home page
Terapias

Como funciona a terapia com um psicólogo?

A consulta com um psicólogo é uma relação de confiança e indicada em casos de transtornos psicológicos ou para promover mais bem-estar no cotidiano

A consulta com um psicólogo é uma relação de confiança e indicada em casos de transtornos psicológicos ou para promover mais bem-estar no cotidiano

Antes considerada como necessária apenas em casos de doenças psiquiátricas, a terapia com psicólogos se tornou muito mais popular (e essencial) nos últimos anos. A técnica é utilizada como parte do tratamento de problemas de caráter mental, como transtorno de ansiedade e depressão, mas também é utilizada como ferramenta de auxílio para uma vida mais equilibrada e com bem-estar. Para quem ainda tem dúvidas sobre como funciona exatamente uma psicoterapia, saiba tudo sobre o assunto e quando e como procurar um psicólogo.

A terapia é uma relação de confiança

É preciso entender, antes de tudo, que a pessoa com quem você está conversando é, acima de tudo, um profissional. Isso quer dizer que você pode contar o que quiser para ele ou ela: pelo código de ética, o profissional de psicologia deve manter sigilo absoluto sobre a consulta e seus pacientes. E para que isso aconteça, nas primeiras consultas haverá uma entrevista prévia, para que ambos se conheçam e ajustem juntos o melhor rumo para a terapia. E se não acontecer de primeira, não tem problema: você pode buscar outro profissional se achar necessário.

Geralmente, o profissional segue uma linha terapêutica como direcionamento das sessões. Psicanálise, Lacaniana e Junguiana são as linhas mais comuns, mas também é possível encontrar profissionais que atuam com base em outras teorias e vertentes, como a Gestalt, Psicodrama e Psicoterapia Cognitiva Comportamental.

Quanto tempo dura uma consulta com um psicólogo? O que devo falar?

As consultas têm o tempo de duração que o psicólogo e o paciente julgam necessário, mas geralmente acontecem entre 40 minutos e 1 hora e meia. A frequência pode variar de caso para caso (uma ou duas vezes na semana, quinzenalmente etc). Isso pode mudar ou ser previamente combinado, de acordo com a disponibilidade de ambas as partes.

No ambiente, haverá uma cadeira, poltrona ou divã para se sentar e a cadeira do profissional, geralmente de frente. Você pode falar o que sentir vontade para o profissional. Há quem use a terapia como desabafo de todos os sentimentos ou tratar essas questões de forma mais prática. Como foi dito anteriormente: é uma relação de confiança.

Quando a terapia deixa de ser opcional e passa a ser necessária?

A terapia é uma aliada no bem-estar, mas a função dela é, como qualquer terapia, ser um tratamento. Por isso, se você está sofrendo de sintomas de distúrbios emocionais, como depressão, ansiedade e síndrome de pânico, é necessário procurar um psicólogo. Doenças psiquiátricas como a esquizofrenia, o transtorno de Borderline, a bipolaridade e a hiperatividade também devem ser tratados com psicoterapia.

É ideal também procurar um terapeuta caso você tenha passado por um trauma grave, como a perda de um ente querido ou uma separação, ou esteja com problemas para lidar com as suas emoções e sentimentos. O psicólogo pode ajudar a prevenir diversos transtornos psicológicos se a psicoterapia for procurada de forma preventiva.

Últimas novidades

Mês das crianças: veja os cuidados de saúde importantes na primeira e segunda infância

Bem-estar

Mês das crianças: veja os cuidados de saúde importantes na primeira e segunda infância

No mês de outubro é comemorado o Dia das Crianças. Conhecido como um momento para presentear os pequenos e incentivar as brincadeiras, a data também é uma oportunidade para falar sobre saúde. Na primeira e segunda infância (do nascimento até os 6 anos de idade e dos 6 anos até a puberdade, respectivamente), a criança passa por diversos níveis de aprendizado e desenvolvimento.

Outubro rosa: 5 formas de se proteger contra o câncer de mama

Saúde

Outubro rosa: 5 formas de se proteger contra o câncer de mama

Outubro é o mês de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. Causado pela multiplicação desequilibrada das células da mama, dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) apontam que esse tipo de câncer deve atingir cerca de 66 mil pessoas no Brasil em 2020. O câncer de mama é um dos mais comuns que atinge as mulheres no Brasil e no mundo, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Apesar de raro, o câncer de mama também pode atingir homens.

5 doenças, além da Covid-19, que precisam da sua atenção em 2020

Saúde

5 doenças, além da Covid-19, que precisam da sua atenção em 2020

A pandemia do novo coronavírus impactou a vida das pessoas e sua relação com a própria saúde. Cuidados como o isolamento social, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel e uso de máscara se tornaram a nova rotina para se manter longe da Covid-19. Entretanto, apesar de protegido contra o novo vírus, outras doenças podem ser tão preocupantes quanto e que necessitam de atenção, com uma vantagem: elas podem ser evitadas com os cuidados necessários.

Como incluir as oleaginosas na alimentação?

Alimentação saudável

Como incluir as oleaginosas na alimentação?

Castanhas, nozes, amêndoas, avelãs… o que esses alimentos têm em comum? Além de estarem no grupo das oleaginosas, ele são ricos em diversas substâncias que fazem muito bem para a saúde em geral, como antioxidantes e minerais. As oleaginosas estão associadas à diminuição dos riscos de ter doenças no coração, melhor funcionamento do sistema nervoso e ação anti-inflamatória, dentre outros benefícios comprovados.

Ver mais