Voltar para home page
Bem-estar

Café da manhã: descubra a importância da refeição e os motivos para criar este hábito

O café da manhã é uma das principais refeições do dia

O café da manhã é uma das principais refeições do dia

Dormir um pouco mais, agenda cheia, falta de apetite: o que não faltam são justificativas para quem deixa o café da manhã de lado. Desde pular essa refeição até comer alimentos poucos nutritivos, quem opta por não valorizar o desjejum abre mão de muitos benefícios para a saúde. O que comer no café da manhã? Quais os benefícios desse hábito? Descubra abaixo!

Como um café da manhã saudável impacta a sua saúde?

O principal benefício do café da manhã é a reposição de nutrientes e energia necessários para encarar o novo dia. Ao dormir, o corpo continua trabalhando para manter as funções básicas - como batimentos do coração, circulação sanguínea e respiração.

Ao acordar, é necessário repor esse gasto com um cardápio saudável para que haja disposição suficiente para todos os compromissos do dia. Como resultado, a concentração e atenção ao trabalho e estudos aumentam, assim como o bom humor e o entusiasmo para fazer atividades físicas.

O que comer no café da manhã?

Para garantir que o café da manhã seja realmente benéfico para a saúde, é preciso mais do que apenas comer: é necessário cuidar do que é consumido. Para que essa refeição seja completa, alguns nutrientes não podem ficar de fora:

- Proteína: além de fornecer energia em grande quantidade, ela aumenta a sensação de saciedade e, consequentemente, diminui o consumo exagerado de outros alimentos ao longo do dia. Para o café da manhã, leite, iogurte, queijos e outros derivados de leite são boas opções - já que, além de proteínas, são excelentes fontes de cálcio;

- Carboidratos: esse nutriente não pode e nem deve ser excluído da rotina alimentar (mesmo por aqueles que desejam perder peso). O carboidrato é uma importante fonte para repor, de forma imediata, a energia gasta ao longo da noite. Por isso, cereais e pães são recomendáveis. Prefira os integrais, que possuem grande quantidade de vitaminas e fibras;

- Fibras: responsáveis por ajudar no bom funcionamento do organismo, as fibras ainda diminuem a absorção do colesterol, de gorduras e de açúcares no sangue. No café da manhã, seu consumo pode acontecer pelas frutas - tanto in natura quanto em sucos (de preferência, sem adição de açúcar).

A prática do jejum intermitente

Após muitas horas em jejum, o corpo entra em estado de alerta. Para manter o funcionamento adequado do organismo, os estoques de energia passam a ser utilizados – dentre eles os depósitos de gordura.

Tendo isso como base, popularizou-se a técnica do jejum intermitente - padrão alimentar onde a pessoa alterna horas de privação alimentar e momentos de consumo normal. Mas a Associação Brasileira de Nutrição (Asbran) afirma que não há estudos suficientes que comprovem os benefícios dessa prática para aqueles que desejam perder peso - e, por isso, pede cautela.

Fontes: Dr. Cassiano Garcia e enfermeira Camila Hayacida

Últimas novidades

Aprenda a comer melhor com 7 dicas para aproveitar a hora das refeições [Infográfico]

Alimentação saudável

Aprenda a comer melhor com 7 dicas para aproveitar a hora das refeições [Infográfico]

A alimentação carrega muitos significados em diferentes fases da vida e é essencial para a nossa saúde. Aprender a comer melhor é uma forma de absorver os nutrientes da forma correta e tem impactos diretos no seu dia a dia: ajuda a dormir melhor, ter mais disposição e evitar doenças. Com a correria do dia a dia e acúmulo de responsabilidades, o piloto automático acaba virando o estado normal sempre que é possível, principalmente na hora das tarefas que se repetem todos os dias, como o momento das refeições. Mudar sua relação com a comida nesse momento tão importante só trará benefícios para a sua vida. Veja como é simples!

Veja como adaptar seu treino de acordo com cada fase do ciclo menstrual

Exercício físico

Veja como adaptar seu treino de acordo com cada fase do ciclo menstrual

O corpo feminino passa por diferentes transformações ao longo da vida. A menarca (primeira menstruação), a gravidez, a menopausa… todos esses ciclos sofrem influência de um mecanismo hormonal que sabe exatamente onde precisa atuar em cada fase. A mulher adulta, portanto, passa por diferentes momentos ao longo do mês que determinam a sua rotina, humor e até a energia para realizar as atividades do cotidiano. É por isso que é muito normal estar mais ou menos disposta dependendo do dia. Acontece que a intensidade dos hormônios liberados em cada parte do ciclo podem alterar todo o corpo da mulher.

Hipotireoidismo e Hipertireoidismo: descubra as diferenças e os perigos de cada tipo de alteração da tireoide

Consulta

Hipotireoidismo e Hipertireoidismo: descubra as diferenças e os perigos de cada tipo de alteração da tireoide

Cansaço, sono desregulado e alterações no peso são alguns sinais que podem indicar problemas na tireoide. A glândula, que tem um formato parecido com uma borboleta e está localizada na parte da frente do pescoço, libera hormônios fundamentais para diferentes mecanismos do corpo humano. A baixa ou elevada produção dessas substâncias podem afetar muito a saúde e a qualidade de vida dos indivíduos.

5 sinais do seu corpo que indicam imunidade baixa

Saúde

5 sinais do seu corpo que indicam imunidade baixa

A imunidade baixa é, na maioria das vezes, associada a quadros de gripes, mas há muitos outros sinais que indicam problemas no sistema imunológico. Responsável pela defesa do organismo contra bactérias, vírus e fungos, esse sistema está presente em todo o corpo humano em forma de células e moléculas. A ação imunológica é capaz de manter o organismo livre de tumores, infecções e outras doenças graves.

Ver mais