Voltar para home page
Bem-estar

Como se preparar para as festas de fim de ano durante a pandemia?

As reuniões de família no natal e ano novo devem se adaptar à nova realidade do coronavírus

As reuniões de família no natal e ano novo devem se adaptar à nova realidade do coronavírus

Já estamos caminhando para virada para 2021. Com isso, as festas de fim de ano estão cada vez mais próximas. No entanto, o mundo ainda enfrenta a pandemia do coronavírus: ao que tudo indica, as festas de fim de ano não poderão ser como estamos acostumados, já que as principais recomendações das autoridades de saúde é manter o distanciamento social e evitar aglomerações. Mas como se preparar para as confraternizações nessa nova realidade? É possível se reunir com a família tomando os cuidados necessários? Veja abaixo quais são as recomendações!

O que considerar na hora de organizar a reunião familiar no natal ou ano novo?

A primeira coisa que deve ser pensada ao organizar as festas de fim de ano é o número de pessoas. Pense em uma quantidade de convidados que seja possível manter o distanciamento, priorizando os familiares mais próximos, como pais, irmãos e sobrinhos. Quanto mais pessoas se juntarem na reunião familiar, maior o risco de contaminação. Por isso, tenha bom senso na hora de determinar o número de convidados.

É muito importante que o espaço da festa seja aberto, arejado e com renovação de ar. Pessoas do grupo de risco, como os idosos devem ter um cuidado especial - ou seja, devem ficar com máscara e mais afastados dos demais. Lembre-se que as crianças que já voltaram às aulas presenciais representam um risco maior de transmissão. Por mais que seja difícil, evite os contatos de toque. Beijos, abraços e apertos de mão devem ser evitados. Assim como o número de convidados, é recomendado que a duração da reunião seja reduzida.

Mesmo dentro de casa, não deixe de tomar os devidos cuidados

O fato de estar em casa ou com familiares pode trazer uma falsa sensação de segurança que pode fazer com que deixemos de tomar os devidos cuidados que a nova realidade exige. Não deixe usar máscara perto das pessoas que não convivem com você na mesma casa. A higienização correta das mãos deve ser estimulada, por isso, deixe álcool gel 70% disponível para os convidados. Peça que eles retirem os calçados antes de entrarem na casa e os direcione para que lavem as mãos com água e sabão. Além disso, separe copos e talheres para cada um.

Fique atento aos sinais da covid-19

É muito importante que não se menospreze os sintomas da Covid-19. Caso esteja com tosse, dor de garganta e dor de cabeça, recuse os convites e não compareça a nenhum evento. A mesma orientação serve para seus contatos diretos: não aceite a presença de pessoas que estejam com qualquer sinal da doença. Mesmo que a pessoa possua alguma alergia, não é possível saber se os sintomas são apenas de uma crise alérgica ou da infecção pelo coronavírus. Não arrisque! Febre, indisposição e mal-estar geral também podem ser indícios da doença. Nestes casos, fique em isolamento em casa e busque orientação médica.

Últimas novidades

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

Saúde

Câncer de ovário: causas, como identificar e tratamentos

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado, sendo a segunda neoplasia ginecológica mais comum. Esse tipo de câncer é o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Mais frequente em mulheres com mais de 40 anos, o câncer de ovário demora a apresentar sintomas, o que resulta no diagnóstico tardio. Estima-se que cerca de 75% dos casos são diagnosticados quando a doença já está avançada.

Como manter a diabetes controlada?

Saúde

Como manter a diabetes controlada?

A diabetes é uma doença metabólica em que o corpo não consegue produzir uma quantidade suficiente de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicose no sangue. Com a falta da substância, o paciente diabético sofre com o aumento do nível de glicose na corrente sanguínea, que é o que chamamos de hiperglicemia. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 9 milhões de pessoas têm diabetes, e infelizmente esse é um número que só cresce a cada ano. Então, o que fazer para manter a diabetes controlada? Separamos algumas dicas que podem ajudar no problema.

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Saúde

Escutar música alta pode comprometer a audição?

Ouvir música é um hábito que faz parte da vida de muita gente. Basta ir às ruas e observar a quantidade de pessoas com fones de ouvido imersos em seu próprio universo para se dar conta de como a música está presente em todo lugar. No entanto, é importante ficar atento ao volume e a frequência desse hábito. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 50% das pessoas entre 12 e 35 anos correm o risco de sofrer perda auditiva por causa da exposição prolongada e excessiva a sons muito altos, o que corresponde a 1,1 bilhão da população.

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Exercício físico

Exercícios físicos na gravidez: qual a importância e os cuidados durante a prática

Quando uma mulher está grávida, surgem muitas dúvidas sobre a realização de atividades físicas durante a gestação e como isso deve ser feito sem prejudicar a saúde da nova mamãe ou do bebê que está a caminho. É importante conversar com o obstetra antes de dar início a essa rotina, mas geralmente os exercícios físicos são bastante benéficos para o desenvolvimento da gestação. Para entender melhor quais são os benefícios dessa prática, quais são os exercícios físicos mais indicados para mulheres grávidas e que cuidados são necessários, o Cuidados Mil preparou uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Ver mais